PROPAGANDA

[SUB19] Operário vence o Balsa Nova em amistoso preparatório para a 3ª fase do Paranaense


A equipe sub-19 do Operário Ferroviário e a Seleção de Balsa Nova se enfrentaram na noite desta quinta-feira (27), em duelo válido como amistoso de preparação para o Campeonato Paranaense Sub19 de 2018 que foi à terceira fase. O embate realizado no Estádio Germano Krüger terminou em vitória alvinegra por 3 a 1. A equipe do Fantasma entrou em campo para dar ritmo aos seus jogadores para a sequência do Campeonato Paranaense Sub-19. Já o escrete da região metropolitana de Curitiba buscava dar maior visibilidade e entrosamento aos atletas.

#AMISTOSO
Por Allyson Santos

PRÉ-JOGO: Ao visar uma preparação adequada para reta final do Campeonato Paranaense Sub-19, o Operário Ferroviário optou por realizar um amistoso contra a Seleção da cidade de Balsa Nova. O duelo contra a equipe alviverde serviu para que o técnico Joel Preisner fornecesse ritmo de jogo a seus atletas e testasse alguns jogadores que não vinham tendo espaço entre os titulares.

PRIMEIRO TEMPO: O Fantasma dá o pontapé inicial do embate. Logo nos primeiros minutos, a equipe mandante encontra dificuldades para impor ritmo ao duelo por conta da forte marcação do escrete alviverde, que pressiona a saída de bola adversária e gera diversos erros de passe entre os defensores do Operário. A postura ofensiva do Balsa Nova deixa espaços para os contra-ataques alvinegros. Aos 7’ jogados, Petric Recebe lançamento nas costas da defesa e arrisca chute da entrada da área, obrigando o goleiro João a fazer boa defesa no centro do gol.

O time de Vila Oficinas começa a crescer na partida e levar perigo à meta visitante. Após roubada de bola no campo ofensivo, Matheus Castanha recebe passe com liberdade na faixa central do campo e finaliza de muito longe buscando o ângulo esquerdo do gol. A bola passa à direita de goleiro, assustando a defesa do Balsa Nova. A resposta alviverde veio com Wilian após bela jogada individual pela esquerda. Mesmo sem ângulo, a finalização passa rente ao poste esquerdo de Fabrício.

Agora com mais tranquilidade, os garotos do fantasma começam a envolver o Balsa Nova com triangulações pelas laterais do gramado. Em cruzamento pelo flanco esquerdo, Petric divide com o zagueiro, ganha pelo alto e ajeita para Thalles, que cabeceia firma para balançar as redes do Germano Krüger. O gol deixa o Operário cada vez mais à vontade na partida. Logo na sequência, o volante ainda consegue boa finta pelo meio, carrega para o pé direito e chuta colocado, obrigando o goleiro a fazer grande defesa no reflexo.

O entrosamento é um dos principais trunfos do escrete da casa, que se movimenta com intensidade e não dá brechas para as investidas do Balsa, que agora se defende a espera de um erro alvinegro para empatar o jogo. Aos 30’ decorridos, Cléber rouba a bola no campo ofensivo da equipe alvinegra e deixa Márcio cara a cara com o arqueiro do Fantasma. O centroavante chuta manda para longe do gol e desperdiça ótima oportunidade. Ainda na primeira etapa, a resposta do Operário veio com Lugano, que recebe com liberdade na faixa central do campo e finaliza de muito longe. A bola passa rente ao poste esquerdo do Balsa nova e vai para fora.

       
SEGUNDO TEMPO: Nos primeiros movimentos da segunda etapa, o Operário mantém a mesma postura ofensiva. A primeira boa chance veio com João Victor O dono da camisa 29 recebe lançamento em velocidade pela ala esquerda, dribla o marcador e chuta cruzado. João, sem chances de defesa apenas observa a bola sair pela linha de fundo. A falta de criatividade no meio-campo obriga o Balsa nova a apostar nas bolas paradas. Em cobrança de falta da entrada da área, Ritcheli bate colocado. O chute desvia na barreira e morre no canto direito das traves alvinegras.

O empate do Balsa Nova, que poderia dar um novo ritmo a partida, durou pouco. Em levantamento na área após cobrança de escanteio, Juninho sobe mais alto que a zaga alviverde e recoloca o Operário à frente no placar. Após muitas trocas no intervalo, as equipes cadenciam a velocidade do jogo e deixam a partida mais dinâmica. O Alvinegro de Vila Oficinas segue com mais posse de bola e concentra seus ataques pelo lado direito, acionando o atacante João Victor em diversas oportunidades.

A forte marcação dos volantes operarianos dificulta a movimentação dos meias 27 e 19. Em roubada de bola pela lateral esquerda do campo, Juninho dispara em velocidade, passa pela marcação e cruza rasteiro para 23 desviar com o pé esquerdo, no canto, e ampliar a vantagem alvinegra, dando números finais ao duelo.


PRÓXIMO JOGO: O Operário Ferroviário agora se concentra para a disputa da 3a fase do Campeonato Paranaense Sub-19, onde enfrentará Atlético-PR e Maringá. Já o Balsa Nova retorna para sua cidade após um confronto difícil fora de casa.

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Operário: 1-Fabrício, 11-Robinho, 31-Fernando, 2- Anderson, 10-Lugano, 7-Gabriel, 19-Jean, 20-Tibagi, 15-Petric, 16-Thalles, 9-Matheus Castanha. Tec: Joel Preisner.

Balsa Nova: 12-João, 20-Tibério, 23-Gustão, 14-Diego, 26-Wilian, 26-Ritcheli, 22-Fábio, 27-Cléber, 17-Márcio, 13-Edinho, 23-Alonso, 28-Tufão. Tec: Emerson Lopes.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO X BALSA NOVA xxxxxxxxxxxxxxx

Gols: Thalles, Juninho e Natanael (OFEC) Ritcheli (BAL)
CA: Fernando (OFEC), Gustão, Wilian (BAL)
Árbitro: Gustavo Ratti
Assistentes: Renato Sérgio Dutra (1) e Antônio Cesar Dutra (2)
Local: Estádio Germano Krüger
drap
Tecnologia do Blogger.