PROPAGANDA

Oitava rodada da Divisão Especial poderá ser um divisor de águas para as equipes da parte de baixo da tabela


Neste sábado (22), a bola rola para a oitava rodada da Divisão Especial da Suburbana. No grupo de classificação há um equilíbrio evidente, visto que três pontos separam o líder do sexto colocado. Na luta contra o rebaixamento, Fortaleza e Santíssima Trindade tentam a última cartada para escaparem da Divisão de Acesso em 2019.

#PRÉ-JOGO
NÚMEROS
Com sete rodadas já realizadas, o certame registrou 123 bolas na rede, uma média aproximada de 2,9 gols por partida. Os anfitriões venceram 23 vezes, enquanto que os visitantes ganharam sete jogos e 12 empates ocorreram. Até o momento, apenas os rivais italianos (Iguaçu e Trieste) seguem invictos. Confira a classificação da Série A.


Capão Raso (7°) x Operário Pilarzinho (2°)
O Tricolor de Bortolo Gava tentará a terceira vitória consecutiva contra o Capão  Raso, fora  de casa. Na  semana passada, o Pilar se deu bem no confronto direto contra o Novo Mundo e chegou a vice-liderança do certame, contando com mais um gol do meia Bitoca – o novo artilheiro do campeonato, com seis bolas na rede. Após ter outro tropeço como visitante, derrota para o Nova Orleans por 1 a 0, o Tricolor de Aço busca manter o 100% de aproveitamento no José Carlos de Oliveira Sobrinho. O Capão tenta um triunfo para se firmar no G8 e evitar sustos nas rodadas derradeiras.

Santa Quitéria (10°) x Fortaleza (11°)
O estádio Maurício Fruet será palco de um jogo chave para as duas equipes na competição. O Santa Quitéria está a dois pontos do G8, podendo entrar na zona de classificação com uma combinação de resultados. O problema do Auriverde é o setor ofensivo, o pior ataque da Suburbana com cinco gols feitos. O time não perde a quatro rodadas, mas foram três empates nesse período e uma derrota pode fazer com que a equipe tenha mais preocupações. O Forta vem animado após o empate contra o líder Iguaçu, e um triunfo deixa o Tricolor a dois pontos de sair da degola – podendo colocar Quitéria ou Uberlândia se conseguir uma sequência de bons resultados. O treinador Vilmar Assunção conta com a volta do atacante Thiaguinho, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Santíssima Trindade (12°) x Iguaçu (1°)
Outro que tenta sair da zona de rebaixamento é o Trindade, mas terá pela frente o líder do campeonato. O grande desafio do lanterna do certame é arrumar o sistema defensivo, que nas últimas três rodadas sofreu 16 gols. Do outro lado, o Galo Alvinegro busca um resultado melhor contra um time da parte de baixo da tabela, visto que no sábado passado suou para empatar com o Fortaleza no Jardim Gabineto. O destaque positivo ficou por conta do nigeriano Samuel, que entrou aos 42’ do segundo tempo e marcou o gol de empate aos 44’. O treinador Luisinho Netto conta com a volta do goleiro Filipe, que cumpriu suspensão pelo terceiro amarelo.

Nova Orleans (6º) x Novo Mundo (4°)
Em um dos poucos confrontos diretos da rodada, o Orleans tentará manter uma invencibilidade que já dura três semanas. O Alviverde quer aproveitar a sequência de dois jogos em casa (esse e o de sábado passado, frente ao Capão) para se firmar entre os oito classificados, e para isso confia na solidez do sistema defensivo, o menos vazado ao lado do Trieste com três gols sofridos. Do outro lado, o Alvirrubro tenta melhorar os péssimos números como visitante: longe da Arena Vermelha, o time acumula três derrotas e seis gols sofridos, com apenas um marcado. As duas equipes têm a mesma pontuação, mas o Novo mundo venceu uma a mais que o Nova Orleans.

Trieste (3°) x Uberlândia (9°)
No estádio Francisco Muraro, o Uberlândia tentará quebrar uma sequência de quatro jogos sem vitórias. A equipe da Vila Formosa tem como principal problema o número de cartões amarelos, acumulando 28 até a sétima rodada. Em Santa Felicidade, o treinador Joãozinho Ribeiro não poderá contar com o meia Rafinha, que levou o terceiro na semana passada. Assim como o Quitéria, o Uber quer vencer para tentar alcançar o G8 e nem pensar em rebaixamento. Do lado triestino, o técnico Ivo Petry tem como grande trunfo a defesa, a menos vazada ao lado do Orleans com três gols sofridos. O objetivo do Tricolor é manter a invencibilidade e a distância de dois pontos para o líder Iguaçu, já que o Clássico da Colônia acontece na nona rodada.

Vila Fanny (5°) x Imperial (8°)
No Donato Gulin, o Tricolor do Mossunguê tenta engatar uma sequência de vitórias. Após se dar bem no “jogo de seis pontos” frente ao Uberlândia, a equipe busca se manter no G8 e, quem sabe, aumentar a diferença para o nono colocado e subir algumas posições na tabela. Já o Fanny conta com um triunfo para se aproximar da liderança, e para isso aposta no melhor ataque da competição: até aqui, o Alvirrubro marcou 17 gols em sete rodadas. Na goleada de 6 a 1 imposta sobre o Trindade, os destaques foram os atacantes Diego e Edu Raposa, cada um com duas bolas na rede.


A Equipe DRAP estará presente no estádio Maurício Fruet para acompanhar Santa Quitéria x Fortaleza.
drap
Tecnologia do Blogger.