PROPAGANDA

[JUVENIL] São Braz vence Shabureya e se mantém na briga pela liderança do Grupo A


Shabureya e São Braz jogaram na tarde do último sábado (15) no Estádio José Germano da Costa, em Curitiba. O confronto foi válido pela sexta rodada da Divisão de Acesso da Suburbana de 2018. Em um duelo com forte marcação e movimentado, o São Braz venceu pelo placar de 3 a 0 o Shabureya e se mantém na briga pela primeira posição na tábua de classificação. Enquanto que o revés do Shabureya dificulta a chance de classificação para à próxima fase.

#JUVENIL
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: A equipe do Shabureya empatou na rodada anterior com o escrete do Vila Hauer em casa e viu seus concorrentes diretos se distanciarem na tábua de classificação. Enquanto que do outro lado, o time do São Braz perdeu o confronto direto com o Urano e entrou em campo com a expectativa da recuperação para permanecer nas primeiras colocações.

O EMBATE: O duelo iniciou com o time da casa tendo mais volume de jogo, mas as principais jogadas de ataque foram com bolas aéreas. Ou seja, ligação direta do sistema defensivo para o ataque. Passados os cinco minutos iniciais, o escrete do São Braz optou em jogar pelos flancos e com isso desafogou o congestionamento do setor de meio campo. Deu resultado, pois a partir disso o volume de jogo passou à equipe visitante. Por outro lado, não resultou em finalização à meta do goleiro Juahn Rikhelme.

Mesmo assim, aos 16’, a equipe do São Braz colocou uma bola no travessão e Matheus não chegou a tempo de concluir no rebote. Devido a essa pressão do time visitante, o Shabureya passou a marcar forte. Não deu outra, o embate ficou faltoso e o árbitro Welberton Ceccon teve que tirar alguns cartões amarelos para ter controle da partida.

Devido a isso, com o clima quente, literalmente nos dois sentidos, o duelo ficou preso no meio de campo e pouco fluiu as jogadas de ataques. No lado do São Braz, o sistema defensivo com Rafa e Enzo, foram precisos e ganharam todas as disputas. Enquanto que no lado da equipe da casa, Matheus e Pedro também levaram vantagem sobre os atacantes e o placar terminou em 0 a 0.


No retorno à etapa complementar, o time do São Braz fez mudanças. O treinador Cesar colocou Luis Fernando no lugar de Peterson. O troca-troca na equipe visitante deu resultado, pois aos 3’ conseguiu alterar o placar. Tiago em cobrança de falta próximo a meia lua colocou a bola no fundo do barbante. Sem chances para o goleiro Juahn Rikhelme. Mesmo com 1 a 0 no placar do Estádio José Germano da Costa, o duelo ficou quente na emoção. Seguindo o mesmo critério do primeiro tempo, o árbitro Welberton Ceccon Barros aplicou cartões amarelos para ter o controle do jogo.

Com 18’ a equipe do Shabureya passou a ter mais volume de jogo e com jogadas criadas no meio de campo. Devido a isso, o espaço para o contra-ataque ficou exposto. Não deu outra, as duas equipes chegaram várias vezes ao ataque. Percebendo isso, o treinador do São Braz realizou algumas alterações na sua equipe. Ou seja, o time visitante conseguiu chegar a meta adversária com mais frequência e aos 29’ conseguiu ampliar o placar com Fernando, que recebeu em jogada do flanco à área. O camisa 17 do São Braz só teve o trabalho de tocar para o gol.

Minutos depois o terceiro gol aconteceu. Aos 37’ o atacante Nenê, que entrou minutos antes, recebeu na entrada da área e chutou cruzado. Sem chances para o goleiro do Shabureya. Com dois a zero no placar, a equipe da casa ainda tentou diminuir no placar, mas não teve forças o suficiente para vencer o sistema defensivo do São Braz. Quando conseguiu, a trave impediu.  Por isso, o placar ficou em 3 a 0 para o escrete do São Braz. Próximo fim, aconteceu uma confusão entre jogadores das duas equipes e o árbitro expulsou três, o zagueiro do São Braz, Rafa, e o Gian e Pedro Vinicius. Depois disso, o árbitro decretou o apito final do embate e a confusão continuou por alguns minutos.

  
PRÓXIMO JOGO: A equipe do São Braz irá desafiar no Estádio José Drula Sobrinho o escrete do Vila Hauer, que venceu o Tanguá na sexta rodada pelo placar de 4 a 0. Já o Shabureya irá jogar no Estádio Esporte Clube Olímpico contra o Olímpico, que empatou em casa com o Vila Sandra em 1 a 1.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

SHABUREYA: 1 Juahn Rikhelme; 2 Alefe, 3 Matheus, 4 Pedro e 6 Matheus Marques; 5 Fabricio, 8 Guilherme (14 Gabriel), 7 Pedro Vinicius e 10 Kevin; 11 Bruno Henrique (18 Gabriel) e 9 Pedro Victor. Tec. Everton Manoel Rosa

SÃO BRAZ: 12 Neto (1 Adriano); 20 Tiago, 3 Rafa, 4 Enzo e 6 Bruno (14 Emerson); 5 Gabriel, 8 Rafael Cou (15 Miguel), 7 Gustavo e 10 Peterson (19 Luis Fernando); 11 Luciano (Fernandez) e 9 Matheus (18 Nene). Tec. Cesar

FICHA TÉCNICA – SHABUREYA 0 X 3 SÃO BRAZ XXXXXXXXXXXX

GOLS: Tiago aos 2' do 2º tempo, Fernando aos 29' do 2º tempo, Luis Henrique aos 37' do 2º tempo (São Braz)
CA: Pedro Henrique, Fabricio e Pedro Vinicius (Shabureya) | Luis Henrique, Bruno e Gabriel (São Braz)
CV: Gian e Pedro Vinicius (Shabureya) | Rafa (São Braz)
ÁRBITRO: Welberton Ceccon Barros
ASSISTENTES: Ariana Aline Floriano e Giovani Marlus de Oliveira Massoquetto
Local: Estádio José Germano da Costa, em Curitiba

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.