PROPAGANDA

[SUB 20] Coritiba vence o Fluminense e volta ao G2 do seu grupo no Brasileirão


Na tarde desta quarta-feira (29), o Coritiba recebeu o Fluminense na abertura da quarta rodada da segunda fase do Brasileirão Sub 20. Após duas derrotas seguidas no Rio de Janeiro, o Verdão voltava para casa precisando triunfar para se manter vivo no grupo, e conseguiu. Com gols de Nathan e Matheus Bueno, o Coxa bateu o Tricolor por 2 a 1 e encerrará a rodada pelo menos na segunda colocação de seu grupo.

#BRASILEIRO SUB-20
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO: Refazendo o duelo que aconteceu semana passada nas Laranjeiras, Coritiba e Fluminense duelaram no gramado do Couto Pereira pela 4ª rodada da 2ª fase do Brasileirão Sub 20. Como o Tricolor venceu por 2 a 1 em terras cariocas, o Coxa precisava da vitória para voltar a zona de classificação. Já o Fluzão queria o triunfo para ter chances de assumir a liderança do grupo e ir para os clássicos das rodadas seguintes com uma pontuação mais tranquila.

O EMBATE –
 Os cariocas começaram o confronto mais ligados, buscando o ataque desde o primeiro lance do jogo. Mas somente aos 11 minutos assustaram, quando Pedro chutou de fora da área e Marco Antônio defendeu. O Coxa logo apareceu e, três minutos depois, teve uma grande chance. Nathan fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Talysson Lalau que, de peixinho, sozinho, cabeceou para fora. 

O duelo era muito disputado no meio e não haviam muitos espaços. O Coxa voltou a encontrar oportunidades na bola área. Aos 29’, Nathan bateu falta e Léo Andrade cabeceou para fora. No minuto seguinte, Talysson Lalau encontrou um espaço milimétrico entre os zagueiros e deixou Nathan na cara do gol, mas o atacante chutou para fora. A última chance da primeira etapa foi aos 40’, após mais uma boa jogada de Nathan pela esquerda a bola sobrou para Matheus Bueno, que, de fora, chutou rasteiro ao lado da trave.


A segunda etapa começou agitada. Logo no primeiro minuto Matheus Bueno arriscou de fora da área e a bola passou perto da baliza. Mas aos três minutos o Coxa não perdoou. Igor Jesus recebeu cobrança de lateral, girou para dentro da área e cruzou. Pablo furou, porém a bola sobrou para Nathan, que abriu o placar. Só que o Flu não desligou e aos dez minutos Gabriel Capixaba, que veio do banco, mandou um chutaço de fora da área e marcou um golaço.

Com a igualdade no marcador o Coxa se sentiu pressionado, pois precisava da vitória. E aos 18’ veio uma vantagem. Zé Ricardo acertou Matheus Bueno com o cotovelo, o árbitro viu e expulsou o volante tricolor. De imediato, Mozart colocou Luizinho e Yan Couto na partida. O Verdão pressionou e, aos 30’, chegou ao seu gol. Matheus Bueno aproveitou sobra de cruzamento, trouxe para o meio e chutou firme, balançando as redes de Pedro Paulo.

Atrás no placar, o Fluminense teve que sair para buscar o empate. Aos 33’ Leandro bateu falta que tirou tinta do travessão. Aos 38’ foi a vez de Samuel invadir a área e parar em grande defesa de Marco Antônio. No lance seguinte, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Marcos Paulo, que parou em outra grande interferência de Marco Antônio. Se a situação Tricolor já estava ruim, piorou quando Geovani recebeu o segundo cartão e foi para o vestiário mais cedo, deixando o time das Laranjeiras com 9. O Verdão só segurou o jogo e garantiu sua segunda vitória na segunda fase.

PRÓXIMAS PARTIDAS: As duas equipes voltam a campo somente no dia 12. O Coritiba recebe o Flamengo no Couto Pereira, enquanto o Fluminense faz o clássico contra o Vasco nas Laranjeiras.  


CORITIBA: O Verdão veio em um esquema mais tradicional, com 4-4-2. Só que a palavra conservadora pode ser usada apenas na teoria, já que na prática o time subia demais, explorando muito a multifuncionalidade de Yan Santos. Além disto, a linha de quatro formada por Igor Jesus, Lalau, Nathan e Pablo mostrava ser uma arma potente. Na segunda etapa o resultado dessa linha veio no primeiro gol. Na sequência do jogo veio Luizinho que retornou de lesão conseguiu dar mais brilho a meia cancha alviverde, que conseguiu chegar na virada.


FIQUE DE OLHO – Matheus Bueno: Um dos pilares mais fortes de Mozart, Bueno se mostra muito eficiente tanto na marcação, tanto no ataque. É o jogador que mais busca os chutes de fora da área e também tem uma grande qualidade em jogos no um contra um. Assim fez o gol da vitória e assim também vem se mantendo como um dos destaques da base do Verdão.


FLUMINENSE: O Tricolor também entrou com um sistema 4-4-2, que virava 4-3-3 na hora de marcar. A aposta dos cariocas era nos volantes, Zé Ricardo e Resende, reforçada posteriormente com Gabriel Capixaba. Mas na metade no segundo tempo Zé foi expulso, e isto pesou muito a formação tricolor, que não conseguiu segurar o placar e acabou derrotado.


FIQUE DE OLHO – Gabriel Capixaba: Vindo do banco no intervalo, Capixaba conseguiu fazer um bom trabalho na meia cancha do Fluzão. O camisa 15 fazia um ótimo trabalho de ligação da defesa para o ataque, fazendo um belo gol em uma de suas jogadas assim. Com a expulsão de Zé Ricardo, sobrecarregou a função em suas costas, o que não apaga a boa partida de Gabriel Capixaba no Couto Pereira.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 1- Marco Antônio; 2- Willian Nascimento (13- Yan Couto), 3- Yan Santos, 4- Léo Andrade e 6- Vinicius Araújo; 5- Matheus Bueno, 8- Anderson (21- Luizinho), 7- Talysson Lalau (17- Matheus Marcelo) e 11- Nathan; 10- Igor Jesus (18- Matheus Oliveira) e 9- Pablo Thomaz. Técnico: Mozart.

FLUMINENSE: 1- Pedro Paulo; 2- Crepaldi, 3- Geovani, 4- Alex e 6- César (14- Paulo Victor); 5- Zé Ricardo, 7- Saturnino (15- Gabriel Capixaba), 8- Resende e 10- Carlinhos (17- Leandro); 9- Dudu (18- Samuel) e 11- Lucas (16- Marcos Paulo). Técnico: Leo Percovich.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 2 X 1 FLUMINENSE XXXXXXXXXXXX

GOLS: Nathan (3’ do 2ºT) e Matheus Bueno (30’ do 2T) (Coritiba); Gabriel Capixaba (10’ do 1°T) (Fluminense)
CARTÕES AMARELOS: Matheus Bueno (Coritiba); Zé Ricardo e Geovani (Fluminense).
CARTÕES VERMELHOS: Zé Ricardo e Geovani (Fluminense).
ARBITRAGEM: José Mendonça da Silva.
ASSISTENTES: Jefferson Cleiton Piva da Silva e André Luiz Severo
PÚBLICO TOTAL: 112 pessoas | RENDA: R$ 1110,00
LOCAL: Estádio Major Antônio Couto Pereira, Curitiba.drap
Tecnologia do Blogger.