PROPAGANDA

Mesmo sob forte pressão, Bangú segura resultado e derrota Tanguá


Na tarde deste sábado (18), no Estádio Arena Vermelha, em Curitiba, o Bangú recebeu o Tanguá para disputar a 3ª rodada da Série B da Suburbana 2018. O time rubro-negro saiu na frente logo no primeiro tempo, e mesmo sofrendo com o ataque do Tanguá na segunda etapa, segurou o resultado por 1 a 0 e garantiu os três pontos da rodada.

#SUBURBANA 2018
Por Giulie Carvalho

PRÉ JOGO: O mandante de campo, Bangú, entrou na partida com o objetivo de levar a primeira vitória na competição. Até o momento, a equipe contou um empate e uma derrota nas duas rodadas anteriores. O Tanguá, por sua vez, entrou com um ponto a mais que o oponente, mas apenas porque havia conquistado dois empates. Ainda assim, zerava o saldo de gols. Então, para subir na tabela e crescer para a próxima rodada, ambos os times entraram em campo com a intenção garantir o melhor resultado e subir na tábua de classificação.

PRIMEIRO TEMPO: O jogo começou ofensivo para as duas equipes. A primeira chance do Tanguá surgiu de uma cobrança de escanteio aos 2', a primeira bola parada de muitas que o time teria durante a partida. Um minuto depois, o Bangú quase abriu o placar quando Hantson recebeu uma ótima bola pelo lado esquerdo e chutou um pouco acima do gol. Passados os primeiros 10', Fabinho cometeu falta em Coutinho pela lateral esquerda. Na cobrança, João Carlos recebeu livre e chutou para o gol, demonstrando perigo e mandando a bola pouco acima da trave.

O time mandante teve mais controle do jogo por conta da posse de bola, mas nada impediu que o Tanguá investisse, e muito, no contra-ataque. Com 27', o Bangú mostrou a que veio e porque trabalhou tanto a bola na intermediária. A jogada da vez iniciou atrás da linha de meio de campo com Hantson e passou por mais dois jogadores até chegar aos pés de Coutinho, que de direita chutou para o fundo da rede e abriu o placar na Arena Vermelha.

Aos 32', Jean fez boa defesa ao pular para defender uma cobrança de falta cobrada por João Carlos. Faltando 10 minutos para o final da etapa inicial, o Tanguá conseguiu chegar duas vezes em menos de um minuto. Na última, a tabela entre Cristian, Jonathan e Sabino quase funcionou, não fosse pelo fato do chute do camisa 10 subir demais.  A partir de então, o time visitante saiu de um posicionamento mais defensivo para se arriscar no campo de ataque. Ainda teve mais uma oportunidade quando Jonathan mandou a bola no meio do gol, e que foi defendida por Ricardo. No entanto, isso não resolveu o placar e o primeiro tempo acabou 1 a 0 para o Bangú.


SEGUNDO TEMPO: A segunda parte do jogo começou mais truncada e faltosa, fazendo com que o árbitro parasse diversas vezes logo nos primeiros cinco minutos.  Aos 7', Marcelo recebeu um lançamento do goleiro, conseguiu ajeitar e levou até a linha de fundo, quando deu o passe para Alcides bater. O camisa 8 até chegou para cabecear, mas a bola foi para fora. Diferentemente do primeiro tempo, o segundo foi mais favorável ao Tanguá, que atacou mais e demonstrou maior perigo ao adversário, mesmo estando em desvantagem. Isso foi comprovado, também, porque em menos de três minutos, Jonathan conseguiu mirar o gol duas vezes e a bola passou próximo de atingir a meta. As melhores chances da equipe vinham de bola parada.

Com 20' jogados, o Bangú teve chance de ampliar quando Hantson abriu espaço pelo meio e mandou para Coutinho chutar. O camisa 11 mandou rasteiro, mas a bola passou à esquerda de Jean. Dois minutos depois, Marcelo recebeu a bola na frente e na tentativa de fazer o gol, perdeu até a chuteira, mas não desistiu. Com firmeza, Ricardo defendeu a tentativa do atacante. Conforme o clima esfriou fora de campo, dentro das quatro linhas o mesmo acontecia. Foram poucas oportunidades na segunda metade do tempo, as que surgiam foram travadas pela defesa ou pelas faltas que foram cometidas. Dessa forma, o Bangú garantiu os três pontos da rodada e, agora, ocupa a 5ª colocação na tabela do campeonato.


PRÓXIMA RODADA: Na próxima rodada, o Bangu joga contra o Vila Hauer, no Estádio Donato Gulin, enquanto o Tanguá recebe o Sergipe, às 15h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BANGÚ: 1 Ricardo; 2 Rafael (14 Ronnam); 3 Paulo; 4 Merci; 5 Diego; 6 Leonardo; 7 Valdir; 8 Hantson (15 Thiago); 9 Anderson (13 Edmar); 10 João Carlos; 11 Coutinho. Téc. Jeferson Souza.

TANGUÁ: 1 Jean; 2 Cristian; 3 Thiago Batista; 4 Carlihos (13 Alan); 5 Marcelinho; 6 Fabinho (16 Alisson); 7 Jaison; 8 Alcides (18 Guilherme); 9 José (20 Osvanderson); 10 Jonathan (17 Willian); 11 Sabino (21 Marcelo). Téc. Antonio Marcos.

FICHA TÉCNICA BANGÚ 1 X 0 TANGUÁ XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Coutinho aos 27' do 1ºT (Bangú).
CA: Diego e Merci (Bangú); Fabinho e Bruno (Tanguá).
ARBITRAGEM: Felipe Kirchner Bello.
ASSISTENTES: Alisson Alceu Bernardi Lovato (1) e Adauto Aleixo Baptista Jr. (2).
LOCAL: Estádio Arena Vermelha, em Curitiba

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.