PROPAGANDA

Coutinho, o destaque da partida entre Bangú e Tanguá


No último sábado (18), no Estádio Arena Vermelha, em Curitiba, o Bangú venceu o Tanguá por 1 a 0, em confronto válido pela terceira rodada da Divisão de Acesso da Suburbana de 2018. A tarde foi mesmo de Coutinho, o autor do gol marcado que deu a vitória ao Bangú, aos 27’ da primeira etapa. Além de marcar em sua estreia, Coutinho ajudou o escrete rubro-negro a conquistar o primeiro triunfo no campeonato. Confira a 48ª figurinha do álbum DRAP de 2018.  

#FIGURINHA DO JOGO
Por Evandro Tosin

Qualquer semelhança é mera coincidência. Não pense que é o mesmo Coutinho da seleção canarinho e que disputou a Copa do Mundo na Rússia no meio do ano. Mas, digamos que este também é decisivo tanto quanto aquele que foi o destaque da seleção brasileira, marcando um gol no empate contra a Suíça, outro nos acréscimos contra a Costa Rica, um passe para Paulinho encobrir o  goleiro Stojkovic e mandar para fundo das redes na partida contra a Sérvia. 

O Coutinho do Bangú também jogou com a camisa 11. Jeferson Souza, o treinador da equipe do Bangú, deve ter seus motivos pra escolher esse número de camisa, afinal, superstição nunca é demais. Coutinho estreou nesse sábado pelo rubro-negro, já que a equipe teve a saída de jogadores, depois do bicampeonato da Copinha no primeiro semestre de 2018.

O meio-campo rubro-negro incomodou a defesa do Tanguá. Logo aos 10’, Coutinho foi derrubado na lateral esquerda por Fabinho. Na cobrança, uma ótima oportunidade foi desperdiçada por João Carlos, que mandou por cima da trave. Hantson e Valdir atuavam bem no meio-campo dos mandantes, e trocaram passes rápidos e com qualidade. Quando relógio marcou 27’, O Bangú com Hantson iniciou uma jogada atrás da linha de meio-campo, a bola passou por mais dois jogadores até encontrar o camisa número 11. Com o pé direito, Coutinho bateu firme para balançar as redes de Jean.

No segundo tempo, O Bangú usou a estratégia do contra-ataque, se retrancou e foi pressionado. Coutinho foi aparecer aos 20’, novamente, quando Hantson encontrou brechas na defesa do Tanguá e tocou para o camisa 11, que chutou rasteiro. Porém, a bola passou à esquerda de Jean. Faltou pouco para o meia do Bangú aumentar a vantagem. Depois, os mandantes se defenderam e seguraram a vitória, apesar forte pressão. “Coutinho veio somar, acabou sendo feliz na estreia, guardou o gol que deu a nossa vitória, disse Valdir, meio-campo do Bangú em entrevista. 

Hantson e Valdir também foram destaques pelo Bangú. Mas quem vai para o álbum da figurinha do jogo é Coutinho, sendo o destaque do confronto entre Bangú e Tanguá, na Arean Vermelha.     
drap
Tecnologia do Blogger.