PROPAGANDA

[SUB20] Atlético perde para o Internacional e continua na lanterna do Grupo D


Atlético e Internacional jogaram no fim da tarde desta quinta-feira (19) no Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba, para o confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro Sub20. Em um jogo bastante movimentado no sistema ofensivo das duas equipes e também com um sistema defensivo disciplinado, só a bola parada para determinar o resultado do confronto. Ou seja, com o gol de Richard de pênalti na metade do segundo tempo, o Internacional venceu por 1 a 0 o Atlético e subiu para vice-liderança do grupo, já o time do Atlético permaneceu na lanterna.

#BRASILEIRO SUB-20
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: A equipe do Atlético perdeu na rodada anterior para o Figueirense no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e caiu para a última posição do Grupo D. Já o escrete do Internacional, que folgou na rodada anterior, jogou somente com o Figueirense na primeira rodada e empatou. Ou seja, quem perder neste confronto terá dificuldades para seguir na próxima fase do Campeonato Brasileiro Sub-20 já que apenas duas equipes seguem no certame.

O EMBATE: A equipe do Internacional iniciou o embate com mais volume de jogo e buscou impor o seu ritmo, com jogadas de velocidade pelos flancos e cruzamento na área. Mas as primeiras tentativas não tiveram sucesso. Devido a isso, o time do Atlético optou em jogar pelos contra-ataques. Mas a marcação em pressão da equipe adversário atrapalhou e retardou alguns ataques do escrete paranaense.

Passados dos 15’, o Inter passou a frequentar mais a meta do goleiro Gabriel, enquanto que o Atlético, nervoso, quando não errou os passes, conseguiu chegar pouquíssimo ao gol de Emerson Jr. Mas aos poucos, o time do Atlético conseguiu acertar a marcação e mudou um pouco o estilo de jogo durante a partida. A equipe rubro-negra avançou a marcação e dificultou a saída de bola da equipe colorada. Período em que a árbitra tirou vários cartões amarelos do bolso, pois as faltas duras passaram acontecer com frequência.  Dentre as faltas, aos 31’, José Aldo cobrou, próximo da área, e Guilherme Rend tirou em cima da linha, evitando o primeiro gol do embate.

Nos minutos finais, o time gaúcho persistiu com a bola no ataque e por pouco não abriu o placar. Aos 41’, Pedro Lucas recebeu cruzamento da esquerda e de chapa desperdiçou a oportunidade clara de gol, sozinho. Minutos depois, a equipe rubro-negra assustou. Demethryus recebeu pelo flanco e teve duas vezes a chance de abrir o placar na Arena, mas o goleiro Emerson conseguiu fazer duas defesas difíceis e manter o placar fechado na primeira etapa.


No retorno à etapa complementar, o escrete do Atlético entrou diferente em relação a postura. Enquanto que o Inter fez duas alterações e manteve a mesma postura que a do primeiro tempo, atacando. Ou seja, o embate ficou aberto nos primeiros minutos. Em jogada de contra-ataque, o escrete rubro-negro desceu em velocidade e terminou com o desfecho da conclusão de Demethryus. Mas antes de a bola entrar, Bruno José tirou em cima da linha aos 10’ da etapa complementar.

Próximos da metade do segundo tempo, o goleiro Gabriel não conseguiu segurar o cruzamento que acabou nos pés de Pedro Lucas. Mas antes do camisa 11 do colorado arrematar, Gabriel derrubou o atacante e a árbitra assinalou pênalti. Richard cobrou e converteu a penalidade aos 20’ da etapa complementar. Passados dos 30’, a equipe do Inter diminuiu o ritmo, enquanto que o Atlético com mais mobilidade passou a ter mais volume de jogo. Mas sem efetividade. Não deu outra, depois dos troca-trocas de ambas as equipes, o confronto ficou preso no meio de campo boa parte, mas caiu muito de rendimento. Em alguns raros momentos, o escrete do Atlético não conseguiu furar o bloqueio do Inter e por isso o placar persistiu em 1 a 0 para o time visitante.


PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada, a equipe do Internacional irá desafiar o escrete do Santos na quinta-feira (25). Enquanto que o time do Atlético só volta a jogar na quinta rodada e no mês de agosto contra o Santos na Vila Belmiro, em Santos.

ATLÉTICO: O time do Atlético usou bastante o flanco e, principalmente, as jogadas em velocidade. Esse foi o ponto forte da equipe no embate diante o Inter. Por outro lado, o sistema defensivo ficou exposto e o time adversário não soube aproveitar, pois só conseguiu vencer em bola parada, já que a dupla de ataque do colorado não conseguiu furar o bloquei rubro-negro.

FIQUE DE OLHO (ATLÉTICO): Demethryus foi o jogador mais ativo no embate diante o Internacional, o camisa 10 do Atlético foi quem chamou o jogo e serviu os seus companheiros. A chance mais aguda do jogo a favor do escrete rubro-negro foi com Demethryus, ao concluir tirando do goleiro, mas Bruno José afastou em cima da linha.

INTERNACIONAL: O escrete colorado com mais consistência no meio de campo conseguiu criar as jogadas mais agudas na partida. O meio campo fez uma forte marcação de pressão, junto a dupla de atacaque, e dificultou a saída de bola do Atlético.

FIQUE DE OLHO (INTERNACIONAL): No time do Internacional, o goleiro Emerson pouco acionado durante os 90’, mas quando apareceu a oportunidade do Atlético o arqueiro do escrete gaúcho esteve lá. Destaque para o lance nos minutos finais da primeira etapa, em que Demethryus arrematou duas vezes sozinho e Emerson conseguiu se recuperar duas vezes.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATLÉTICO: 1 Gabriel; 2 Léo Simas, 3 Daniel, 4 Weverton e 6 Alex; 5 Estefano (14 Matheus Bahia), 8 Guilherme Rend (15 Julian Romão), 7 Thiago e 10 Demethryus (18 Everton Santos); 11 Julian e 9 Vitinho. Tec. Alexandre Silva.

INTERNACIONAL: 1 Emerson Jr; 2 Heitor (Araújo); 3 Bruno Fucks, 4 Roberto e 6 Vinicius (Volnei); 5 Edson Carvalho (15 Riuler), 8 Nonato e 10 José Aldo (17 Lucas Sebastian); 7 Bruno José (16 Cesinha), 11 Pedro Lucas (18 Jadson) e 9 Richard. Tec. Ricardo Grosso

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO X INTER XXXXXXXXXXXXX

GOLS:  Richard aos 20’ do 2º tempo (Internacional)
CA: Julian, Thiago Souza, Daniel (Atlético) | Bruno Fuchs, Edson Carvalho, Jackson Souza, Roberto, Riuler (Internacional)
CV: Thiago (Atlético)
ÁRBITRO: Edina Alves Batista
ASSISTENTES:  Denise Akemi e Heitor Eurich

LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba.
drap
Tecnologia do Blogger.