PROPAGANDA

[AMADOR PG] União Campo Alegre quebra jejum de 63 anos em 2014 no Amador de Ponta Grossa

Foto: Blog Joel Brasília
O União Campo Alegre é uma das equipes de tradição do futebol ponta-grossense. Ao longo de sua história, o Tricolor de Uvaranas conquistou o Campeonato Amador da cidade por quatro vezes. Mas o terceiro título, conquistado em 2014, foi um dos mais marcantes, já que encerrou o jejum de 63 anos sem ser campeão. O título foi resultado de um projeto posto em prática com comprometimento e união por parte da equipe, na época dirigida por Edilson Roth e comandada pelo técnico Geomar de Oliveira.

#AMADOR PG
Por @cicerogoytacaz

O União Campo Alegre foi campeão duas vezes na Liga de Ponta Grossa nas primeiras décadas pós fundação da agremiação – em 1942 e 1951. Mas o tradicional escrete do bairro de Uvaranas teve dificuldades na sua terceira conquista e enfileirou uma sequência de 63 anos sem vencer o torneio. A partir disso, com planejamento, determinação, união e competência, a situação mudou e a temporada de 2014 trouxe novamente alegria ao bairro do Uvaranas. “O Geomar (treinador) fez um convite pessoal a cada um de nós (do elenco), colocou a ideia que montaria um time de amigos que iriam fazer história, e assim fizemos”, enaltece Henrique Lemes, jogador do UCA em 2014.

Para ele, o entrosamento do grupo foi um dos fatores determinantes para o projeto dar certo. “Daquele grupo, muitos já tinham jogado juntos em outros clubes da cidade (...) o diferencial foi a amizade entre os jogadores e a comissão técnica”, conta o atleta Henrique Lemes, que hoje integra o elenco do América Pontagrossense e se recupera de uma grave lesão sofrida na temporada de 2019.

Nas palavras do técnico Geomar, hoje no Santa Paula/Unibox, o que mais marcou na trajetória do União Campo Alegre naquele ano foi poder coroar o projeto com a conquista tão esperada pelos torcedores, e além de ter vencido pela primeira vez o certame no comando de uma equipe, poder assim escrever um novo capítulo da história do clube. “A gente teve nessa época organização, plantel, tinha tudo o que precisava (...) contamos com patrocínios e montamos um time muito bom”, relembra.

O treinador ainda reforçou a dificuldade de manter as equipes na categoria na época, desafios estes que permanecem nos dias atuais. “A gente sabe que o futebol amador é complicado em Ponta Grossa, infelizmente as equipes tem que tirar dinheiro do próprio bolso, porque não temos o apoio de nenhuma entidade, a Liga mal consegue sobreviver aqui em Ponta Grossa, então se não é a ajuda de empresários por fora, a gente não sobrevive”, comenta.

Além do lateral Henrique Lemes, o elenco vencedor contou com a presença de muitos outros atletas renomados no futebol da cidade e região, entre eles o goleiro Rafael Tchuk, hoje no Carambeí; Pio, que foi campeão também em 2018, jogando pelo América; o veterano Pelezinho, que passou por times de Curitiba, como Combate Barreirinha e Trieste; o defensor Renan, entre outros.

Foto: Blog Joel Brasília
Caminhada rumo ao Tri
Após o primeiro lugar na fase de grupos, o União Campo Alegre enfrentou a Associação W-03 nas quartas de final, em um confronto crucial para o sucesso da equipe. “Perdemos o jogo lá por 2 a 1 e já davam o jogo como ganho, mas em casa nós ganhamos por 4 a 0 e jogamos muita bola”, conta Geomar.

Nas semifinais, o adversário do Tricolor foi o Bordeaux, de Telêmaco Borba. “Era uma equipe forte e jovem, eles jogavam juntos há muito tempo e muitos dos atletas disputavam o campeonato paranaense de juniores”, comenta Henrique Lemes. A equipe venceu o jogo de ida por 1 a 0 e empatou na volta em 2 a 2, indo à disputa da grande final contra o América Pontagrossense.

No jogo de ida da decisão, no Estádio Miró de Freitas, o UCA superou o adversário e venceu por 2 a 1. Apesar da vantagem para o segundo e derradeiro confronto no Estádio Nilton Salles Rosas, o América reagiu e terminou o tempo regulamentar com 1 a 0 a seu favor, levando o jogo às penalidades máximas. Com 4 pênaltis convertidos contra 3 do América, o União Campo Alegre enfim sagrou-se tricampeão da Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa.

APOIE O PROJETO DRAP - Queremos dar voz para o futebol marginalizado e mostrar a transformação que este esporte é capaz, em diversas atmosferas – amador, base e feminino. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse; - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.