PROPAGANDA

[AMADOR CWB] Os aniversariantes do mês de fevereiro


Com a chegada de um novo mês, o DRAP vai dando sequência ao especial de aniversários dos clubes da nossa capital. Esse mês de fevereiro já começa especial, pois terá o centenário da sociedade do São Braz. O clube que é homônimo ao bairro se torna a segunda equipe do futebol amador da cidade a completar o centenário. Já o outro aniversariante é um dos novatos do futebol amador, o União Vila Torres que completará três anos de fundação. Confiram algumas das conquistas dos times que estão de aniversário em fevereiro.

#ESPECIAL
Por @JoãoEduardoP_

No dia 1° de fevereiro, o São Braz comemora aniversário e terá na mesma data, um jantar dançante na sede do clube. Dentro do campo o clube vive um momento de reconstrução nos últimos cinco anos, a fim de voltar forte na briga pelos títulos do futebol amador de Curitiba. A equipe do São Braz ficou perto do acesso em 2018, batendo na trave ao ser eliminado na semifinal pelo VilaSandra. Naquela ocasião, o tricolor da zona oeste entrou em campo com: 1. Lê; 2. Allan, 3. Pedro, 4. Yago, 6. Esquerda; 5. Paulinho, 8. Davi, 7. Veiga (16. Lucas), 10. Cezinha; 11. Gui (17. Wellison) e 9. Juki (15. Gabriel).


Mas a boa campanha persistiu no ano passado no primeiro semestre, pois o São Braz teve um feito inédito ao chegar na final da Copinha de futebol amador de Curitiba, após eliminar o Capão Raso na semi. Porém na final, a equipe do São Braz não conseguiu segurar o Grêmio Ipiranga e ficou com o vice da competição. O plantel da equipe do São Braz teve quase que a mesma base do ano anterior, na série B da Suburbana: 12- Jair; 2- Paulinho (17 – Zinha) 3- Fred (15- Bruno), 4- Couto (13- Pedro), 14- 21Allan (19- Cozinha); 5- Thiaguinho, 8- Lucas, 10- Davi; 7- Casteli, 11- Luizinho 16- Gui) e 9- Tripa. O treinador das duas campanhas foi Romildo. Outro ponto de destaque é a melhor campanha no Juvenil da equipe, que ocorreu em 2015, quando na ocasião o São Braz ficou com vice-campeonato.

O presidente do São Braz, Wilson Batista da Silva, ressalta as boas campanhas na reconstrução do time e afirma que está trabalhando desde já para buscar o acesso neste ano especial, de centenário. “Trouxemos alguns nomes como os atacantes tripa e Luizinho, além de outros reforços. Mas também frisamos na manutenção da base, pois isso é outro ponto de destaque na nossa equipe” afirma o presidente.

O outro aniversariante do mês é o União Vila Torres, que completa três anos de fundação no próximo dia 9. O Vila Torres busca seu espaço no futebol amador de Curitiba. Em 2018, a equipe teve uma boa largada na série B. Conseguindo classificação para as fases mata-mata, tanto no juvenil, quanto no adulto, mas ambas equipes caíram nas quartas. Neste duelo diante o Vila Hauer, a equipe sofreu o gol nos minutos finais e acabou cedendo o empatede 1 a 1. Sendo assim, o time do Vila Torres perdeu a chance de disputar nas penalidades a vaga à semifinal. Os jogadores que entraram nesta partida foram 1 Lucas; 2 Rochinha, 3 Erick, 4 Fabricio e 6 Mateus; 5 Dandão (15 Rodrigo), 7 Leco, 8 Caique, 10 Guelo, 7 Iago, 9 Marcelo (13 Cleiton) e 11 Cidinho (17 Jeferson), com o treinador Edevaldo Silva.


No ano passado, o Vila Torres chegou novamente nas quartas de finais da série B no adulto, mas foi derrotado pelo Bangu, que acabou sendo eliminado pelo Fortaleza na fase semifinal. Na copinha de 2019, o Vila Torres acabou caindo para a equipe do Palmeirinha nas quartas de finais.

A Equipe DRAP parabeniza os dois clubes e deseja sucesso em suas caminhadas dentro do futebol amador da capital.

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.