PROPAGANDA

[FEMININO PR] Imperial já inicia a preparação para temporada 2020


Mesmo com a não classificação para a disputa do Brasileiro Feminino A2, que irá ter o pontapé em 18 de março, a equipe feminina do Imperial já está ativa na preparação para a temporada 2020. Os treinos físicos já iniciaram na primeira semana do mês fevereiro com aproximadamente 70 atletas, com as quatro categorias. A equipe do Imperial disputará no segundo semestre pela quarta vez seguida a competição e busca melhorar o retrospecto na tábua de classificação, que teve como melhor posição a terceira colocação no certame.

#FEMININO PARANAENSE
Por @rafaelbuiar

A equipe feminina do Imperial, que tem uma parceria com o Paraná Clube Fut7, já está na ativa com os treinos físicos nas canchas de areias do Parque Barigui desde o início do mês de fevereiro. O coordenador e preparador físico da equipe, Diego Borges, destaca a importância de iniciar os trabalhos com antecedência. "A nossa parceria com o Paraná Clube Fut7 nos fortalece para manter as meninas sempre em competição, jogando os campeonatos e também atuando com a camisa do Imperial com os amistosos preparatórios e competições que o clube já participa", esclarece Diego.

Este tipo de preparação, em que envolve as quatro categorias da equipe faz com que o clube Imperial seja reconhecido no cenário por formar/lapidar atletas. A evolução da equipe no cenário estadual está acontecendo, os resultados, ao comparar desde a primeira participação do Imperial, vem melhorando. Como a primeira vitória em competições federadas, que aconteceu diante o Londrina, no Estádio Octávio Silvio Nicco. Devido a esta evolução dentro de campo, o olhar para as atletas passa a ser de outra forma, como aconteceu nesta temporada em que a equipe do Imperial perdeu algumas atletas para as outras equipes que irão disputar a A2 do Brasileiro e também para o exterior. "Este é o nosso trabalho, dar oportunidades para essas meninas irem adiante no futebol. Trabalhamos com o futebol de base para elas chegarem na categoria no principal amadurecidas e com uma bagagem boa. Por isso, visamos mais o crescimento delas para chegarem no Paranaense e apresentarem um bom desempenho", finaliza Diego.


Outro ponto que motiva e fomenta o futebol feminino em Curitiba na temporada de 2020 é que agora são mais clubes na capital paranaense. Mesmo que o Coritiba firmou com o Toledo, da região oeste do estado, a equipe do Imperial agora não está sozinha, pois o Athletico, com o time próprio, também está com um time feminino, que irá disputar o Brasileirão Feminino A2. Diego Borges valoriza a chegada de mais um clube em Curitiba. "Com certeza, com a chegada dessas equipes vai engrandecer ainda mais o cenário do futebol feminino na capital e também vai proporcionar que o Imperial busque melhorar tanto na preparação física/tática/técnica, pois queremos superar elas de alguma forma para conseguir a vaga para A2 do Brasileiro em 2021" enaltece o coordenador do Imperial Feminino.

Diante deste cenário, em que teremos mais equipes na capital paranaense, Diego alerta a questão dos investidores/patrocinadores, que a cada ano vem mudando na forma de trabalhar referente a captação de recursos para o Imperial feminino ser e tornar um time ainda mais competitivo. "Pode ser que este ano nós consigamos patrocinadores com mais investimentos, com a entrada de Athletico e Coritiba. Pois com a movimentação de outras equipes a divulgação e a visibilidade será maior. As portas estão se abrindo, mas falta este empurrãozinho dos patrocinadores para fixarmos ainda mais neste cenário", analisa Diego Borges.

ENTREVISTA DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

No comments

Powered by Blogger.