PROPAGANDA

[SÉRIE A] Athletico para em Fábio e empata sem gols com Cruzeiro na Arena



Na noite desta quarta-feira (06), Athletico e Cruzeiro empataram em 0 a 0 na Arena da Baixada, pela 31ª rodada da Série A. A equipe rubro-negra jogou o segundo tempo com um a mais, após expulsão de Sassá, e parou na boa atuação de Fábio. Com o resultado, o Athletico cai para 7º e o Cruzeiro sobe para 14º.

#SERIEA                                 
Por Lucas Ravel

PRÉ-JOGO: A principal mudança no Athletico era à beira do campo. Eduardo Barros comandava a equipes após a saída de Tiago Nunes. Dentro do gramado, Wellington e Léo Cittadini retornavam à titularidade. No Cruzeiro, a equipe foi para o jogo com 5 alterações.

O EMBATE: Durante o primeiro tempo, o Athletico foi quem atacou mais, teve mais chances de gol e não foi para o vestiário vencendo graças ao goleiro Fábio. A equipe paranaense demorou dez minutos para se encaixar em campo. A primeira oportunidade do Furacão foi aos 11 minutos, em cabeceio de Madson, após lançamento de Wellington, mas a bola tocou na rede pelo lado de fora.

Depois disso, o Athletico seguiu pressionando, e foi aí que Fábio começou a aparecer. Aos 13 minutos, Nikão chutou de perna direita e o goleiro voou no canto para espalmar. Um minuto depois, o goleiro defendeu cabeceio de Thiago Heleno.



O Cruzeiro tentava atacar, mas não levava perigo. A equipe chegou dias vezes pela esquerda, mas Egídio cruzou mal.  O Athletico, por sua vez, sofreu duas baixas: Léo Cittadini saiu lesionado do jogo e Leo Pereira levou cartão amarelo e cumprirá suspensão no próximo jogo.

Até o fim do primeiro tempo, o Athletico parou em Fábio outras três vezes. Na primeira, em chute de Bruno Guimarães, ele espalmou. Na segunda, em finalização colocada de Rony, ele saltou no canto e defendeu. Já na terceira oportunidade, após chute de Marco Rubén de fora da área, Fábio salvou o Cruzeiro novamente.

No segundo tempo, a equipe mineira assustou logo com dois minutos. Sassá carregou a bola da lateral para o meio e finalizou à meia altura. Santos fez boa defesa. Já o Athletico teve outra baixa: Bruno Guimarães, que havia sofrido entrada dura de Sassá no primeiro tempo, não aguentou e foi substituído por Camacho.

Com 13 minutos, o Cruzeiro até balançou as redes. Sassá ganhou por cima, mas usando a mão, e tocou para o gol livre. O VAR revisou o lance e o jogador tomou amarelo, o seu segundo no jogo, e foi expulso.



Com um a mais, Eduardo Barros colocou o time para cima, promovendo a entrada de Marcelo Cirino no lugar de Wellington. O Athletico quase marcou aos 28, quando Bruno Nazario cabeceou livre, mas Fábio encaixou.

Após isso, o Cruzeiro se fechou e virou um ataque contra defesa. O Athletico tinha dificuldades para abrir espaços no meio e recorria às jogadas pelas laterais e cruzamentos para a área. Mesmo indo para cima, o Athletico não conseguiu furar o bloqueio do Cruzeiro e ficou no 0 a 0.

PRÓXIMA PARTIDA: As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h. O Athletico enfrenta o São Paulo, no Morumbi, e o Cruzeiro jogará o clássico contra o Atlético-MG no Mineirão.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
ATHLETICO: 1- Santos, 23- Madson, 4- Léo Pereira, 44- Thiago Heleno, 6- Márcio Azevedo, 5- Wellington (10- Marcelo Cirino), 18- Léo Cittadini (77- Bruno Nazario) , 39- Bruno Guimarães (15- Camacho), 11- Nikão, 7- Rony, 9- Marco Rubén; Técnico: Eduardo Barros.

CRUZEIRO: 1- Fábio, 2- Edílson, 25- Fabrício Bruno, 14- Cacá, 6- Egídio (18- Dodô), 8- Henrique, 15- Ederson, 19- Robinho. (5- Ariel Cabral), 20- Marquinhos Gabriel, 11- David (17- Ezequiel), 99- Sassá; Técnico: Abel Braga

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO X CRUZEIRO XXXXXXXXXXXXXXXX
GOLS: -
CARTÕES AMARELOS: Léo Pereira, Wellington (Athletico) Sassá (Cruzeiro)
CARTÃO VERMELHO: Sassá (Cruzeiro)  
ÁRBITRO: Luiz Flávio de Oliveira
ASSISTENTES: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
LOCAL: Estádio Arena da Baixada,  Curitiba

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.