PROPAGANDA

[SUB19] Paraná Clube perde para Tubarão e se despede da Copa Sul


Na tarde desta terça-feira (15), a equipe do Paraná Clube desafiou o escrete do Tubarão, no Estádio Erton Coelho Queiroz, em Curitiba, e perdeu pelo placar de 2 a 1. Com este resultado, o tricolor da Vila Olímpica se despediu da competição, já que na última rodada irá folgar. Enquanto que o time catarinense subiu para a liderança do grupo B.

#COPA SUL
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: A equipe do Paraná Clube chegou para este confronto jogando a última carta para garantir a classificação, já que em três rodadas não conquistou nenhuma vitória. Ou seja, qualquer resultado a não ser a vitória, tiraria todas as chances de classificação. Na rodada anterior, a equipe do Paraná Clube perdeu para o Figueirense, no CT Cambirela, em Palhoça. Por outro lado, o time do Tubarão, já classificado, entrou em campo com a perspectiva de buscar a liderança. Na rodada anterior, a equipe catarinense enfrentou o Juventude e empatou em 2 a 2, no Estádio Domingos Silveira Gonzalez, em Tubarão.

O EMBATE: Com 10’ atrasado, pois a delegação do Tubarão teve um imprevisto durante a viagem, o jogo teve o seu primeiro pontapé. Com bola rolando, a equipe da casa já procurou movimentar ofensivamente para buscar a última cartada para próxima fase. Por isso, o Paraná Clube já assustou o goleiro Thiago aos 2’. Warley, jogando pelo meio, conseguiu deixar Felipe em ótima posição para o arremate, que passou próximo da meta do arqueiro do Tubarão. Por outro lado, a equipe visitante, postada bem defensivamente, conseguiu armar seus ataques em jogadas de contra-ataque e o primeiro arremate saiu com Uesley Moura, com 5’. A partir disso, o jogo ficou aberto para as jogadas nos flancos. Não deu outra, Kennidy roubou a bola no meio de campo e desceu em profundidade. Mas após o cruzamento, ninguém do Paraná Clube conseguiu arrematar a bola.

Passados dos 15’, com a equipe da casa marcando frequência no campo de ataque, Edinho recebeu a bola no sistema defensivo e lançou o seu companheiro Matheus Augusto, que ganhou de dois marcadores e arrematou rasteiro no canto do goleiro Murilo, que se esticou todo e não conseguiu evitar o gol de abertura do placar da Vila Olímpica. Com a vantagem no placar, o Tubarão deu uma recuada e passou a se defender, enquanto que o Paraná Clube passou a jogar em alta e utilizando principalmente os flancos. Foram pelo menos três arremates de perigo a meta do goleiro Thiago, mas não o suficiente para vencer o camisa 1 do Tubarão na primeira etapa, que terminou em 1 a 0.


Na etapa complementar, as duas equipes realizaram alterações no setor de ataque. Mas quem conseguiu ter resultado mais rápido foi o escrete do Paraná Clube, pois aos 2’ Felipe marcou o gol de empate. Porém, o assistente Weber Felipe Silva assinalou impedimento no lance. Após disso, o embate deu uma esfriada e ambas as equipes não conseguiram sair do setor de meio de campo, já que os sistemas defensivos não deram brechas. Quando conseguiu, as laterais foram as alternativas.  Não deu outra, a equipe do Tubarão atendeu a cartilha do treinador Samir e conseguiu ampliar o placar na Vila Olímpica. Edinho arrematou firme no lado esquerdo e a bola desviou no marcador paranista e enganou o goleiro Murilo, aos 11’ da etapa complementar.

Com este gol, a equipe do Paraná Clube sentiu. Mesmo assim, procurou diminuir o mais rápido o possível o placar. Por isso, o treinador Jorge Ferreira realizou mais alterações ofensivas na equipe. O resultado disso foi o gol de Kriguer aos 17’, em jogada de bola parada. Warley cobrou escanteio e o camisa 8 do Paraná Clube testou firme e diminuiu no placar. Mesmo assim, a intensidade de ataque permaneceu. Porém, o sistema defensivo e as faltas que ocorreram com frequência na reta final não foram o suficiente para buscar o empate e consequentemente a virada. Sendo assim, o placar persistiu em 2 a 1 a favor para o escrete do Tubarão.

PARANÁ CLUBE: O escrete paranista teve mais volume de jogo e conseguiu marcar presença no campo de ataque, principalmente na etapa complementar quando buscou o gol de empate.


FIQUE DE OLHO: Jogando um pouco mais recuado, Warley foi quem teve o destaque na equipe paranista. O camisa 10 e capitão chamou a responsabilidade e foi quem procurou mais o gol. Tanto em bola parada, que o goleiro Thiago trabalhou para evitar e em jogadas individuais.



TUBARÃO: Já o time catarinense, que teve um imprevisto ao chegar no local do estádio, conseguiu se defender nos primeiros minutos e pouco atacou. Quando conseguiu, em jogada de contra-ataque, marcou o gol. Por meio disso, a equipe do Tubarão conseguiu se manter defensivamente com mais tranquilidade na etapa complementar e utilizando da mesma proposta que o primeiro tempo, o contra-ataque.


FIQUE DE OLHO: O camisa 10 do Tubarão, Edinho, foi a principal válvula de escape da equipe catarinense. Além de ter a participação direta nos dois gols, Edinho foi móvel e ajudou a marcação, quando precisou. Obedecendo a proposta do treinador Samir Terra.


PRÓXIMA PARTIDA: A equipe do Paraná Clube irá folgar na próxima rodada e não tem mais chances de classificação. Já o time do Tubarão irá jogar no Estádio Domingos Silveira Gonzalez contra o Figueirense, no próximo sábado (19). Duelo que irá definir quem seguirá na ponta da tábua de classificação do grupo B.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PARANÁ CLUBE: 1 Murilo; 2 Paranhos (16 Bryan), 3 Vitão, 4 José e 6 João Victor (18 Ruan); 5 Carlos, 8 Kriguer, 7 Kennidy e 10 Warley; 11 Bruno (19 Castanha) e 9 Felippe; Tec. Jorge Ferreira.

TUBARÃO: 1 Thiago; 2 Natan, 3 Mike, 4 Vitor e 6 Kevin; 5 Diogo, 8 Thomaz, 7 Uesley e 10 Edinho (20 Hyago); 11 Pedro (17 Pablo) e 9 Matheus Augusto; Tec. Samir Terra Chedid.

FICHA TÉCNICA – PARANÁ CLUBE 1 X 2 TUBARÃO XXXXXXXXXXXX

GOLS: Matheus Augusto aos 16’ do 1º tempo (Tubarão) e José aos 11’ do 2º tempo (Paraná Clube – contra); Kriguer aos 17’ do 2º tempo (Paraná Clube)
CA: Bryan  (Paraná Clube) | Vitor (Tubarão)
CV:
ÁRBITRO: Rafael Vinicius Moura de Oliveira
ASSISTENTES: Weber Felipe Silva e Reube Dobrychlop
ESTÁDIO: Estádio Vila Olímpica, em Curitiba

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.