PROPAGANDA

[SÉRIE B] Coritiba faz bom segundo tempo, mas empata sem gols com o Operário no Couto Pereira



Na noite desta quinta-feira (24), Coritiba e Operário ficaram no 0 a 0 no Couto Pereira, pela 31ª rodada da Série B. Com o resultado, o Coxa fica na 4ª posição, mas pode ser ultrapassado pelo América-MG até o fim da rodada e sair do G4. Já o Operário ganha uma posição com o empate e sobe para 8º.


#SÉRIEB
 Por Lucas Ravel

PRÉ-JOGO: O Coritiba entrou em campo com dois retornos: Diogo Mateus e Rafinha, que cumpriram suspensão. Já o Operário contou com três alterações: Jardel, Peixoto e Cléo. O primeiro retornou de lesão, e os outros dois foram opções táticas do técnico Gerson Gusmão.

O EMBATE: Durante os primeiros minutos do jogo, o Coritiba não pressionava a saída de bola do Operário. Preferia marcar em seu campo defensivo com duas linhas de 4, enquanto a equipe de Ponta Grossa buscava furar esse bloqueio.

Passados os 15 primeiros minutos, o Coritiba equilibrou o jogo e passou a ter mais posse de bola, embora ainda não conseguisse finalizar no gol de Rodrigo Viana. A primeira chance de perigo real da partida foi do lado alvinegro: Índio recebeu de Marcelo, finalizou de fora da área e a bola passou perto da trave. O Coritiba respondeu aos 36, em chute cruzado de William Matheus, que foi para fora.

Antes do fim da primeira etapa, Rodrigão teve a chance mais clara do Coxa até aquele momento. Ele recebeu dentro da área, aos 42 minutos, girou e, na cara do gol, pegou mal e finalizou torto. O Operário também teve sua melhor oportunidade perto do fim do 1° tempo, quando Batatinha chutou rasteiro, mas Muralha defendeu.


No segundo tempo, o Coxa retornou do intervalo com uma alteração: Giovanni entrou no lugar de Thiago Lopes. As duas equipes voltaram em um ritmo mais intenso, e o Coritiba quase marcou com Robson, que “mergulhou” para alcançar a bola, mas ela saiu acima do gol. Com 15 minutos do 2° tempo, Rodrigo Viana apareceu para fazer uma grande defesa. Rafinha cruzou e Rodrigão cabeceou para o chão, mas o goleiro se jogou e conseguiu espalmar.

Cinco minutos depois, Rodrigo Viana foi o protagonista de outra boa defesa. Giovanni, que mudou a postura do Coritiba depois que entrou, finalizou de fora da área, no alto, e o goleiro saltou para mandar para escanteio. O fato é que na segunda etapa o Coritiba ficou mais vertical. A equipe alviverde ofereceu mais perigo em 15 minutos do 2° tempo do que em todo o 1°. Já o Operário focava em proteger sua área. 

Após a metade do segundo tempo, o jogo ficou mais dramático. O Coritiba, jogando em casa, ficou mais desesperado e tentou ir para o ataque no tudo ou nada e com o apoio de sua torcida, porém, só teve uma chance em cabeceio de Sabino. O Operário tentou atacar quando deu, mas não teve chances claras, o que deixou o placar final da partida em 0 a 0.



PRÓXIMA PARTIDA: Ambas equipes retornam a campo no dia 1 de novembro. O Coritiba vai a Ribeirão Preto enfrentar o Botafogo-SP, às 19h15. O Operário, por sua vez, jogará em casa, contra o Atlético-GO, às 20h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 23- Alex Muralha, 22- Diogo Mateus, 4- Romércio, 35- Sabino, 6- William Matheus, 36- Matheus Sales, 45- Juan Alano, 14- Thiago Lopes (10- Giovanni), 30- Robson, 9- Rodrigão (31- Kelvin), 7- Rafinha (19- Igor Jesus); Técnico: Jorginho

OPERÁRIO: 1- Rodrigo Viana, 2- Maílton, 3- Alisson, 4- Édson Borges, 6- Peixoto, 5- Jardel, 8- Índio, 7- Felipe Augusto (23- Uilliam), 10- Marcelo, 11- Cléo Silva (18- Cleyton), 9- Lucas Batatinha (20- Bruno Batata); Técnico: Gerson Gusmão

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 0 X 0 OPERÁRIO XXXXXXXXXXXXXXXX

CARTÕES AMARELOS: Rafinha, Matheus Sales (Coritiba) Índio, Rodrigo Viana (Operário)
ÁRBITRO: Leonardo Ferreira Lima
ASSISTENTES: Jefferson Cleiton Piva da Silva e João Fabio Machado Brischilliari
LOCAL: Estádio Major Antônio Couto Pereira, Curitiba
PÚBLICO TOTAL:  21.516 pessoas RENDA: R$ 229.598,00



APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.