PROPAGANDA

[PR FEMININO] Imperial vence Londrina e conquista a primeira vitória em sua história no Campeonato Paranaense


Na tarde deste domingo (13), a equipe do Imperial venceu o Londrina pelo placar de 2 a 0 no Estádio Octávio Silvio Nicco, em partida válida pela sexta e última rodada do Campeonato Paranaense Feminino de 2019. Com um jogo disputado, o Imperial conseguiu impor o seu ritmo e marcou seus gols no início de ambas as etapas, com Sheron e Yasmin Caroline. Além de somar os três primeiros pontos na competição, a equipe do Imperial celebra o primeiro triunfo em sua história no Campeonato Paranaense Feminino.


#SUBURBANA
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: Ambas as equipes chegaram para este confronto com derrotas na rodada anterior. A equipe do Imperial perdeu em casa para o Toledo no placar de 4 a 2, enquanto que o Londrina perdeu pelo placar de 4 a 0 para o Foz Cataratas, no Estádio Vitorino Gonçalves Dias. Sendo assim, ambas as equipes entraram em campo com a aspiração da terceira colocação. Para isso acontecer, o time do Imperial precisa vencer com três gols de diferença, enquanto que o Londrina só um empate é o suficiente ou perder com dois gols de diferença.

O EMBATE: A equipe do Londrina iniciou a partida bastante ativa, como no jogo do returno diante o Imperial, no Estádio Vitorino Gonçalves Dias, e aos 5’ conseguiu marcar o gol com Ludmila. Mas o assistente assinalou impedimento da número 8 da equipe visitante. Susto que foi importante para a equipe da casa, pois a partir deste lance o time do Imperial ficou ligado. Deu resultado, pois ais 11’ em jogada coletiva, a equipe do Imperial inaugurou o placar ao seu favor. A origem da jogada saiu dos pés da volante Fran, que passou por duas marcadoras no meio de campo, tocou para Fernanda na intermediária e na sequência Sheron recebeu para a conclusão certeira.


Pronto, o gol incendiou a partida e ambos os times passaram a jogar aberto. Mas as jogadas duram também começaram a acontecer com frequência. Devido a isso, a equipe do Londrina, com um escrete mais leve, teve duas oportunidades de empatar a partida. A primeira aos 15’, pelo flanco esquerdo com Simone e outra aos 18’, em que Duda acertou a trave. Ou seja, a tônica da equipe visitante sempre foi a busca pela jogada com Simone. Enquanto que do outro lado, um jogo mais pelo meio. Porém, o perigo de gol a favor do Imperial aconteceu pelo flanco, com Mayara realizando jogada individual e concluindo ao chegar próximo da meta.

Próximo do fim do primeiro tempo, a equipe do Lodrina quase que voltou com o placar em igualdade. Simone fez jogada individual pelo flanco direito e cruzou na medida à área. Gabizinha, livre, recebeu, mas não conseguiu dominar e perdeu a oportunidade. Na sequência, o Imperial respondeu com Fernanda, que passou por três marcadoras e não teve a mesma felicidade na conclusão. Sendo essa a última oportunidade clara de gol no primeiro tempo.


Mesmo com o placar em vantagem, a equipe do Imperial realizou alteração. Saiu a meia Jessica para uma jogada de mais contensão, Renata. A alteração deu resultado positivo, pois o time ficou mais ofensivo. Mas quem assustou foi o time do Londrina, que novamente acertou a trave. Desta vez, Jennifer pela esquerda arrematou firme e Duda, com a visão do gol encoberta pelo sol, conseguiu ver a bola beijando a trave. Percebendo isso, o time do norte do Paraná passou a forçar o chute de longa distância. Não deu outra, Duda passou a trabalhar com frequência ao chegar na meta do segundo tempo.

Não deu outra, com mais volume de jogo da equipe visitante, o treinador Moacir Lima realizou alteração no sistema ofensivo. Sacou Aline, que já tinha levado cartão amarelo, para promover a entrada da atacante Yasmin Caroline. O troca-troca deu certo, pois a resposta foi quase que imediata e aos 31’, em cobrança de falta de Day, a camisa 20 do Imperial teve o oportunismo de estar no local e na hora certa para ampliar o marcador a favor do escrete do Mossungue.


Depois do segundo gol, a partida ficou amarrada e poucos lances de perigo aconteceram. No lado do Londrina, as jogadas que chegaram próximo ao gol saíram dos pés de Simone, que sempre procurou o arremate de longa distância. Desta vez, Duda foi segura e tranquila para evitar o gol. Já no lado do Imperial, Rebecca conseguiu ampliar aos 47’ ao ser lançada por Yasmim Matos, mas o assistente assinalou impedimento - Ambas as jogadoras entraram na etapa complementar; O jogo seguiu até os 50’, quando o árbitro Marcelo Falavinha decretou o fim da partida. Sendo essa a primeira vitória do Imperial em toda a sua história em Campeonato Paranaense feminino.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

IMPERIAL: 1 Duda; 2 Lais, 3 Sheila, 4 Vivia e 6 Mayara; 8 Fran (15 Leticia), 7 Day, 9 Fernanda (18 Rebecca) e 10 Jessica (14 Renata); 11 Sheron (16 Yasmim Matos) e 17 Aline (20 Yasmin Caroline). Tec. Moacir Alves Lima

LONDRINA: 1 Ana Vitória; 2 Mayara, 3 Hálika, 4 Anna Beatriz e 6 Jennifer; 5 Duda (17 Ana Caroline), 8 Ludmilla e 10 Joycinha (16 Vitória); 7 Simone, 11 Thuanny e 9 Gabizinha. Tec. Johnny Gonçalves

FICHA TÉCNICA – IMPERIAL 2 X 0 LONDRINA XXXXXXX

GOLS: Sheron aos 11’ do 1º tempo e Yasmin Caroline aos 31’ do 2 º tempo (Imperial)
CA: Aline, Day (Imperial) | Joycinha (Londrina)
ÁRBITRO:  Marcelo Falavinha
ASSISTENTES: Ricardo Alexandre Santos e Lucas Henrique Gowatiski
LOCAL: Estádio Octávio Silvio Nicco, em Curitiba

REPORTAGEM DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.