PROPAGANDA

[JUVENIL] Vila Hauer e Novo Mundo saem na frente nas quartas de final da Suburbana


No último sábado (26), quatro partidas movimentaram a categoria juvenil da Série A da Suburbana 2019. A rodada foi válida pelos jogos de ida da fase de quartas de final do campeonato. Vila Hauer e Novo Mundo venceram, já as partidas de Capão Raso x Operário Pilarzinho e Uberlândia x Santa Quitéria terminaram empatadas. Veja como foi a rodada.

#JUVENIL
Por Lucas Ravel

No último sábado (27) aconteceram as partidas de ida das quartas de final da categoria juvenil da Série A da Suburbana 2019. Os jogos de volta serão disputados no Dia de Finados, em 2 de novembro. Vale lembrar que nesta fase do campeonato não há o gol fora de casa como critério de desempate, mas consta no regulamento o saldo de gols. Veja como foram os jogos da rodada.



Vila Hauer 2x0 Trieste
As duas equipes fizeram as melhores campanhas da 1ª fase. O Vila Hauer, que se classificou em 2°, abriu o placar logo aos dois minutos com Gustavo Chaerki. O gol que decretou a vitória foi marcado por Luiz Fellipe, no 2° tempo. O jogador é o artilheiro da competição, com média superior a um gol por partida.

Novo Mundo 2x1 Iguaçu
O técnico Ewerton Glonek – que também comanda o adulto do Novo Mundo – venceu a equipe onde estava no ano passado e foi campeão da categoria juvenil: o Iguaçu. A vitória veio de virada. Diogo Ribas fez 1 a 0 no primeiro tempo, Mas, no segundo, Adrian e Douglas Daniel colocaram a equipe do sul de Curitiba na frente e fecharam o placar.

Capão Raso 2x2 Pilarzinho
Esta foi a partida com mais gols na rodada. O Capão Raso saiu na frente aos 34 minutos do 1° tempo com Paulo Júnior. Só que o placar não se manteve no segundo tempo, pois logo no primeiro minuto Matheus Garcia empatou. Além disso, o Pilarzinho ainda virou com Lucas. Já com a partida nos últimos minutos, Alex Cardoso empatou para o Capão Raso e deu números finais ao jogo.

Uberlândia 0x0 Santa Quitéria
Durante a partida, o Santa Quitéria teve que jogar com um a menos desde os 20 minutos do 1° tempo porque o goleiro João Vitor foi expulso após dar joelhada nas costas do adversário em disputa de bola. Uma outra expulsão aconteceu no jogo, mas não foi de nenhum atleta. O massagista do Santa Quitéria, Onias, foi expulso por fumar cigarro no banco de reservas. Ele já havia sido advertido uma vez, mas quando o árbitro foi chamar sua atenção de novo, reclamou de maneira um pouco mais quente e recebeu o cartão vermelho.


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.