PROPAGANDA

[COPA DO BRASIL] Histórico! Santos brilha nos pênatis e Athletico avança para a final


Fé, crença e um caldeirão. Tudo isso junto. Esse foi o clima na Arena da Baixada nesta quarta-feira (04). O Athletico conseguiu reverter a vantagem do Grêmio e avançar à final da Copa do Brasil. Foi sofrido, nos pênaltis, com Santos de herói, mas valeu a pena para o torcedor atleticano, que fez a festa. Foi a primeira vez que o tricolor gaúcho foi eliminado após construir uma vantagem de dois gols no jogo de ida. Um feito inédito. Com a bola rolando, Nikão e Marco Ruben, que acabou com um jejum que já durava 12 jogos e marcou o gol que levou o confronto para as penalidades, na qual o Furacão venceu por 5 a 4, com Santos pegando a cobrança decisiva de Pepê.  Agora, o Athletico aguardo o vencedor de Internacional e Cruzeiro para saber quem será o seu adversário.  

#COPADOBRASIL
Por: André Ribas

PRÉ-JOGO:  com onze desfalqueso sistema defensivo é o que mais sofreu alterações. O garoto Khellven foi a grande na lateral-direita. Já o Grêmio veio sem o seu principal jogador: Everton cebolinha. O extremo da seleção brasileira está suspenso e Pepê entrou na sua vaga. 

O EMBATE:   Atrás no placar, o Athletico tratou de ir para cima e ocupar o campo de ataque. Mas foi o Grêmio que, com dois escanteios, assustou pela primeira vez. No segundo, após cabeçada de Geromel, a bola bateu na mão de Wellington dentro da área. O árbitro consultou o VAR, mas nada deu.  A primeira chance do rubro-negro foi aos nove minutos. Rony cobrou escanteio fechado e por pouco não surpreendeu o goleiro Paulo Victor. O clima era quente dentro e fora do campo. Muitas discussões e paralisações nos primeiros minutos. Ambiente de jogo decisivo na Baixada.  

Aos 16 minutos, o Caldeirão ferveu. O primeiro dos três gols foi guardado pelo Furacão. Márcio Azevedo lançou o Rony pelo lado esquerdo, o extremo saiu em velocidade e cruzou rasteiro para a área. O meia Bruno Guimarães apareceu, recebeu, chutou e carimbou o travessão. No rebote, Nikão mandou uma bomba para abrir o placar e se aproximar de uma virada épica. André teve a oportunidade de acabar com a “fé” rubro-negra. Em cobrança de lateral, o atacante, após uma casquinha no primeiro pau, cabeceou de frente para o goleiro Santos, mas a bola acabou indo fraca e facilitou a vida do goleirão 



 Em busca de um gol para levar o jogo para os pênaltis, o rubro-negro começou na pressão. Aos 2 minutos, após cobrança de falta, Léo Cittadini apareceu sozinho dentro da área, mas, na hora da finalização, o meia não pegou bem e mandou para fora.  O segundo passo para o milagre aconteceu. Aos 3 minutos, após cruzamento de Rony na área, Marco Ruben apareceu no primeiro pau para estufar as redes. 2 a 0 para o Athletico. E o jogo se encaminhava para os pênaltis.  

Aos 15’, os Deuses do futebol deixaram o enredo mais dramático, após matar um contra-ataque mortal do Athletico, o zagueiro Kannemann foi expulso e deixou o Grêmio com um a menos.  O Tricolor gaúcho marcou aos 20 minutos, mas o bandeira assinalou o impedimento no lance. Com um a mais, o time rubro-negro pressionou o adversário quase o segundo tempo inteiro. Teve pressa em alguns momentos e não conseguiu o terceiro gol, encaminhando o jogo para os pênaltis.  

PÊNALTIS: O Athletico abriu a série com Bruno Guimarães, que converteu. E assim foi com Galhardo, Lucho, David Braz, Nikão, Alisson, Marcelo Cirino, Matheus Henrique e Marco Ruben. Na última cobrança, Pepê parou em Marco Ruben, que decretou a classificação rubro-negra.



PRÓXIMA PARTIDA: O Athleticojá volta a pensar no Brasileiro. No domingo, o Furacão encara o Santos na Vila Belmiro, às 16h00. Já o Grêmio enfrenta o Cruzeiro no Mineirão, também no domingo, às 11h00 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

ATHLETICO:  1.Santos; 13. Khellven, 14. Robson Bambu, 33. Lucas Halter e 6. Márcio Azevedo; 5. Wellington (10. Marcelo), 39. Bruno Guimarães e 18. Léo Cittadini (3. Lucho); 7. Rony (28. Vitinho), 11. Nikão e 9. Marco Ruben. Tec. Tiago Nunes 


Grêmio: 1. Paulo Victor; 6. Leonardo (42. Galhardo), 3. Geromel, 4. Kannemann e 12. Cortez; 14. Matheus Henrique, 13. Rômulo, 21. Jean Pyerre (16. Thaciano), 23. Alisson e 25. Pepê; 90. André (33. David Braz). Tec. Renato Gaúcho. 

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 2 X 0 GRÊMIO XXXXXXXXXX 

GOLS: Nikão aos 3' do 1º tempo e Marco Ruben aos 6’ do segundo tempo.  (Athletico). 
CA:   Lucas Halter, Marco Ruben, Bruno Guimarães, Marcelo e Tiago Nunes  (Athletico) | Rômulo (Grêmio)
CMKannemann (Grêmio) 
ÁRBITRO: Wagner do Nascimento. 
ASSISTENTES: Kleber Lucio e Bruno Raphael 
PÚBLICO/RENDA: 28.841 pessoas, com a renda de R$ 1.370.315,00.
LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba 


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.