PROPAGANDA

[SUB 19] Coritiba fica no empate contra o Operário e garante vaga na terceira fase do Paranaense


Coritiba e Operário fizeram uma partida tensa na tarde deste sábado (17), no CT da Graciosa. Em um confronto direto pela vaga, as duas equipes foram para cima em busca da vitória. Logo dos minutos iniciais, saíram os gols. Igor Paixão abriu o placar para o Verdão e Alysson empatou para o Fantasma. Na segunda etapa o confronto ficou dramático, com um pênalti perdido e um jogador a menos para o time da casa. No fim, o Verdão manteve o empate e garantiu sua vaga na terceira fase. O escrete alvinegro foi eliminado por conta da vitória do Paraná contra o FC Cascavel

#SUB19


PRÉ-JOGO: Coritiba e Operário chegaram ao CT da Graciosa para um duelo decisivo na última rodada da segunda fase. Ambos os escretes perderam a chance de se classificar na rodada anterior. O Coxa empatou fora de casa contra o FC Cascavel. Já o Fantasma perdeu em casa para o Paraná. Quem vencesse, avançava. O Verdão ainda tinha a vantagem do empate. Caso perdesse, o escrete alviverde torcia para uma derrota do Tricolor. O escrete alvinegro secaria o time da Vila Capanema caso empatasse em Colombo. 


O EMBATE: O Fantasma começou a partida na proposta de pressionar. No primeiro minuto de jogo, Alysson arriscou da entrada área, a bola desviou na defesa e foi para fora. Apesar do volume visitante no início, quem saiu na frente foi o Coxa. Aos 6' Igor Paixão cobrou falta fechada da esquerda e a bola entrou no canto de Fabrício. Só que o Verdão só ficou dois minutos na frente. Aos 8' a defesa do Operário lançou o ataque, a defesa alviverde não cortou e Alysson aproveitou para dominar e bater com classe no ângulo de Marcão. 

Após o início intenso, o duelo perdeu um pouco do ritmo. Quem criou algumas chances foi o Operário, com Alysson e Matheus Castanha, duas vezes, de falta. Mas quem teve a grande chance de ir para o intervalo em vantagem foi o Coxa. Aos 46' Guilherme Arruda lançou Igor Paixão que, na entrada da pequena área, dominou, pegou errado na bola e ela foi por cima do gol. 



O Coxa começou o segundo tempo melhor. Aos 4' Guilherme Pires foi lançado na entrada da área, chutou e acertou a trave esquerda de Fabrício. Aos 21' o Verdão teve a grande chance de desempatar. Pablo Thomaz driblou o goleiro e foi derrubado. Pênalti que o atacante cobrou e o arqueiro defendeu. Dois minutos depois o escrete alviverde ficou com 10. Mateus Moura recebeu o segundo amarelo e foi expulso. 


Os minutos finais foram de muita tensão. Cada treinador berrava, pois sabia que um gol significava a eliminação. O Fantasma, que estava fora, pressionou. Aos 46', Alysson subiu após cruzamento na área, mas a bola foi rente a trave de Marcão.  O Verdão ainda tentou pressionar nos minutos finais. Aos 41' Nathan fez grande jogada, cruzou, Pablo Thomaz furou, a bola sobrou para Iago que chutou prensado na defesa. Aos 45', foi a vez de Igor Paixão deixar o camisa 9 na cara do gol, que concluiu para fora. 



CORITIBA: O Coxa veio na estratégia de jogar num esquema 4-3-2-1. A principal aposta alviverde era nas pontas, com Igor Paixão e Guilherme Pires. Como parou na forte marcação alvinegra, a bola parada acabou sendo a arma do Verdão na tarde deste sábado. 



FIQUE DE OLHO – Igor Paixão: O camisa 10 não é uma figura desconhecida para os torcedores alviverdes. Com muita velocidade, o amapaense foi destaque do título do ano passado e, frequentemente, aparece no time principal. A torcida do Verdão pode esperar muito de Paixão ao longos dos próximos anos. 



OPERÁRIO: Com o foco na vitória, o Fantasma veio até Colombo com uma grande esquema. Os laterais tentavam não deixar o jogo de Paixão e Pires fluir. A marcação dos volantes travava a articulação no meio de campo. A partida só não foi perfeita pela falta de gols, que tirou o escrete da Vila Oficinas da competição. 




FIQUE DE OLHO – Alysson: Conhecido de quem acompanha a Suburbana, o camisa 10 surgiu com a camisa do Urano e, aos poucos, conquista seu lugar no cenário estadual. O destaque de Alysson é o protagonismo, quando chama o jogo para si. Neguinho, como era conhecido nos tempos de amador, tem muita qualidade de armação e também de finalização. 

PRÓXIMAS PARTIDAS: O Coxa segue no Paranaense e na terceira fase jogará contra Verê, Toledo e Apucarana em busca da semifinal. O Verdão volta a campo na próxima quarta (21), pelo Brasileiro Sub 20, contra o Botafogo. Já o Operário está eliminado, por conta da vitória de 1 a 0 do Paraná contra o FC Cascavel, e não tem mais competições oficiais na categoria ao longo do ano.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 1. Marcão; 2. Natanael (13. Yan Santos), 3. Guilherme Arruda, 4. Mateus Moura e 6. Vinicius Araújo; 5. Matheus Marcelo, 8. Yuri Ferreira (17. Bernardo Lemos) e 7. Guilherme Biro (14. Thiago Dromboski); 10. Igor Paixão, 11. Guilherme Pires (19. Gabriel Venancio) e 9. Adriano (20. Pablo Thomaz). Técnico: Ricardo Quandt. 

OPERÁRIO: 1. Fabrício; 2. Robinho, 3. Fernando Dias, 4. Guilherme  e 8 Chapecó; 5. Douglas, 6. Tibagi e 7. Gabriel (16. Lucas Rafael); 10. Allysson, 9. Matheus Castanha (17. Petric) e 11. Ruan. Tecnico: Joel Preisner.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 1 X 1 OPERÁRIO XXXXXXXX

GOLS: Igor Paixão, aos 6' do 1ºT (Coritiba) | Alysson, aos 8' do 1ºT (Operário). 
CARTÕES AMARELO: Mateus Moura, Natanel e Gabriel Venancio (Coritiba). | Ruan, Douglas,  Tibagi, Alysson e Fernando Dias (Operário).
CARTÃO VERMELHO: Mateus Moura (Coritiba)
ARBITRAGEM: Yago Schonarth.
ASSISTENTES:  Marcelo Vieira (1) e Matheus Gurski Szymczak (2).
LOCAL: CT da Graciosa, em Colombo.

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX




PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.