PROPAGANDA

[SÉRIE B] Operário vence o Figueirense e fecha primeiro turno na parte de cima da tabela


Operário Ferroviário e Figueirense se enfrentaram nesta terça-feira (27), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Em duelo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Operário venceu por 1 a 0. O gol da partida foi marcado por Felipe Augusto, aos 41’ da primeira etapa. Com o resultado, o Fantasma soma 28 pontos e chega provisoriamente a 6ª colocação da tabela. Já a equipe do Figueirense segue na 14ª colocação, com 21 pontos somados.


#SÉRIEB
Por Mariana Santos  

PRÉ-JOGO: Em momentos distintos na Série B, as duas equipes se enfrentaram em busca de subir na tabela. O Operário chegou à partida na parte de frente da classificação com 25 pontos somados na 10ª colocação e buscou se aproximar do G4. Enquanto a equipe o Figueirense está a nove jogos sem vencer e permanece na 14ª colocação com 21 pontos, apenas dois da zona de rebaixamento. As duas equipes vem de empate na última rodada, o Fantasma diante do Vitória por 0 a 0 e a equipe do Figueirense por 2 a 2 com o CRB. Para o duelo, o Operário não contou com Thiago Braga e Sosa no departamento médico, enquanto a equipe de Santa Catarina teve o desfalque de Matheus Vidotto e Matheus Destro, lesionados.

O EMBATE: O início do confronto foi de pressão do Operário pelas laterais. Na primeira jogada de perigo do Fantasma, Mailton recebeu de Marcelo, mas sofreu falta quando avançava pela direita. Pelo setor esquerdo, Allan Vieira deu passe para Cleyton, que depois de jogada individual quase marcou o primeiro do Fantasma, aos 11’. A resposta do Figueirense veio com Betinho, o camisa 8 chegou sozinho na entrada da área, mas bateu por cima da meta de Rodrigo, aos 12’.

A primeira parte do duelo marcou equilíbrio das equipes no confronto. Enquanto o Fantasma realizou trocas de passes e buscou as jogadas pelas laterais, a equipe do Figueirense aproveitou os espaços dados pelo Fantasma para contra-atacar e surpreender os donos da casa. A equipe de Santa Catarina marcou pressão a saída do Operário, que teve dificuldade na criação pelos meios e continuou atacando pelas laterais. Aos 27’, após falta em Mailton, Cleyton foi para cobrança e Marcelo subiu sozinho para cabecear, mas a bola saiu pelo lado esquerdo de Elisson.

Com pouca intensidade, a primeira etapa demonstrou dificuldade no setor de criação das duas equipes. O Figueirense seguiu apostando no contra-ataque e teve a melhor chance da equipe do primeiro tempo com Willian Popp, que chegou sozinho na entrada da área e chutou por baixo de Rodrigo, mas bola foi para fora. Quando parecia que a primeira etapa ia terminar sem gols, o Fantasma criou a melhor chance da partida com Marcelo. O camisa 10 tocou para Lucas Batatinha, mas a bola escapou do centroavante e após sobra na pequena área, Felipe Augusto antecipou a defesa e chutou forte, sem chances para Elisson, aos 41’. Sem mais chances, a primeira etapa terminou com vantagem do Fantasma no placar.


A segunda etapa iniciou com mais velocidade do Operário no ataque. Em jogada de Felipe Augusto pelo meio, Índio recebeu e chutou fraco, facilitando para a defesa de Elisson, aos 5’. Em nova chegada do Fantasma, desta vez pela direita, Mailton cruzou e Felipe Augusto cabeceou para fora. A equipe da casa seguiu no ataque e após troca de passes, Marcelo recebeu e chutou forte, mas a bola foi desviada para fora, aos 12’.

A equipe da casa voltou mesmo diferente, o Fantasma não deu chances para o Figueirense e continuou pressionando no ataque. Mailton fez boa jogada pela direita e tocou para Cleyton, que entrou na área e bateu, mas Elisson defendeu. A resposta do Figueirense veio na cobrança de falta de Fellipe Mateus. O camisa 12 tirou da barreira, mas Rodrigo bem posicionado defendeu a cobrança, aos 19’. Buscando o empate, o Figueirense seguiu oferecendo perigo no campo do Fantasma, mas não conseguiu dar sequências as jogadas.

Ao final da primeira etapa, o Operário recuou e passou a ficar no campo de defesa enquanto o Figueirense saiu em busca do empate. O Fantasma tentou manter a bola no campo de ataque, mas errou muitos passes e facilitou a retomada de jogo do adversário. Mesmo com os espaços para atacar, faltou criatividade para a equipe de Santa Catarina para balançar as redes do Fantasma. Na última chance da segunda etapa para a equipe visitante, Andrigo aproveitou sobra de bola e chutou, mas defesa do Fantasma afastou. Partida terminou com vitória do Operário por 1 a 0.  


PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada, o Operário enfrenta o América-MG, sábado (31), no Estádio Independência, às 19h. Já a equipe Figueirense tem duelo em casa contra o Guarani, sábado (31), no Estádio Orlando Scarpelli, às 16h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1-Rodrigo Viana, 2-Mailton, 3-Alisson, 4-Rodrigo, 5-Jardel (15-Chicão), 6-Allan Vieira, 7-Felipe Augusto, 8-Índio, 9-Lucas Batatinha (19-Cléo Silva), 10-Marcelo (20-Schumacher), 11-Cleyton.
Téc: Gérson Gusmão

FIGUEIRENSE: 22-Elisson, 33-Victor Guilherme, 3-Ruan Renato, 4-Alemão, 37-Roberto, 5-Zé Antônio, 7-Tony, 8-Betinho (21-Robertinho), 30-Willian Popp, 12-Fellipe Mateus (35-Andrigo), 9-Rafael Marques (39-Mamute).
Téc: Vinícius Eutrópio.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 1 X 0 FIGUEIRENSE

Gol: Felipe Augusto 
CA: Índio, Cléo Silva (OFEC); Fellipe Mateus, Tony, Alemão, Vinícius Eutrópio Victor Guilherme, Ruan Renato (FIG)
Árbitro: Rafael Martins Diniz
Assistentes: Ciro Chaban Junqueira (1); José Reinaldo Nascimento Junior (2)
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Público/ Renda: 4.608/ R$42.975,00


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extra e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.