PROPAGANDA

[BR SUB 20] Athletico bate o Vitória e encerra jejum de vitórias


Na tarde desta quarta (07), o Athletico recebeu o Vitória pela 9ª rodada do Brasileirão Sub 20. Sem vencer desde o segundo jogo na competição, o Furacão foi para cima e, após um jogo bem equilibrado, voltou a vencer após sete jogos, com gols de Jorginho, contra, e um golaço de Jajá. 

#SUB-20

PRÉ-JOGO: O Furacão precisava chegava a Arena da Baixada com a necessidade urgente da vitória. Na vice-lanterna da competição, o Athletico vinha de uma goleada sofrida para o Vasco por 5 a 2 na rodada anterior. O Vitória era o espelho. O Leão se reabilitou na competição após vencer o Grêmio por 1 a 0 e chegou a Curitiba na 12ª colocação. 


O EMBATE: O Athletico começou a partida com a intenção de ir para cima. As primeiras chegadas foram com os pés de Brener. Aos 8' o volante cobrou falta e Yuri encaixou. No minuto seguinte o camisa 8 arriscou de fora da área e o arqueira espalmou para escanteio. 

Apesar do começo elétrico do Furacão, a partida ficou morna. Outra chance de gol foi criada somente aos 33', pelos visitantes. Eduardo Silva recebeu na entrada da área e arriscou, a bola subiu e foi por cima do gol. O Leão seguiu firme na partida e aos 38' Bruno arriscou de fora da área e carimbou o travessão. Na sobra, Edson Junior ganhou de Fornari, cabeceou para Bento defender. O Athletico respondeu aos 42'. Jaderson fez boa jogada pelo meio e tocou para Luiz Fernando, que chutou em cima de Yuri. 


Na segunda etapa o Athletico veio para pressionar e, logo aos 2', abriu o placar. Pedro Gabriel foi à linha de fundo e cruzou, Jorginho tentou cruzar e mandou contra o próprio patrimônio. O Furacão seguiu em cima e, aos 5', quase ampliou. Após bela tabela, Kleiton arriscou de fora da área e mandou à esquerda do gol.

A pressão athleticana continuava. Aos 10', Vinicius Mingotti fez boa jogada individual e rolou para Luiz Fernando, que bateu para defesa em dois tempos de Yuri. Dois minutos depois, o camisa 10 cobrou falta da entrada da área e o arqueiro baiano se esticou para defender. 

O Athletico voltou a assustar aos 22'. Jaderson tocou para Brener, que cruzou para Pedro Gabriel chutar e Yuri encaixar. No minuto seguinte veio a resposta do Leão, com chute de Edson Junior da entrada da área para fora. Aos 28' uma chance inacreditável pelo escrete baiano. Rodrigo recebeu cruzamento da direta e, dentro da área, furou e não conseguiu empatar a partida. 

A vitória rubro negra foi concretizada aos 38'. Jajá, que tinha acabado de entrar, fez linda jogada pela esquerda, driblou vários marcadores, entrou na área e tocou por baixo das pernas, para dar números finais ao marcador na Baixada. 


ATHLETICO: O Athletico veio a campo com uma forma diferente da que estamos acostumados a acompanhar nos últimos jogos. Guanaes apostou no 4-4-2, com Pedro Gabriel de atacante e Jaderson no meio. Os pontas atuaram mais recuados. O resultado foi o Furacão na busca por Luiz Fernando e Jaderson na construção das jogadas, só que de forma mais compacta. As linhas de fundo  também eram sempre exploradas pelo escrete da Baixada, que achou seu gol assim. 
 
FIQUE DE OLHO – Pedro Gabriel: Recém-chegado do Oeste, o ponta vem sendo um dos destaques do Athletico nesse Brasileiro. Com categoria e uma boa visão de jogo, Pedro Gabriel é uma das primeiras apostas do Furacão para a sequência do projeto com a base, que já ganhou dois Campeonatos Paranaenses. 

VITÓRIA: O Leão veio como um espelho do Athletico, também vindo a campo no 4-4-2. A lesão de David logo no começo trouxe Hitalo para o jogo, que fez o modo do escrete baiano alterar, sendo mais ofensivo na primeira etapa. No segundo tempo o Vitória voltou desligado e ficou para trás no embate.

FIQUE DE OLHO – Eduardo Silva: O camisa 10 do Leão foi a principal fonte de inspiração para a construção de jogadas do escrete baiano, sobretudo no primeiro tempo. Alternando entre o ataque e o meia, Eduardo conseguiu articular bem o estilo de jogo rubro-negro, até sofrer o gol. 

PRÓXIMAS PARTIDAS: Após voltar a vencer, o Furacão vai até Belo Horizonte na próxima quarta (14) encarar o América/MG. O Vitória segue fora de casa na próxima rodada, quando vai até o Rio de Janeiro jogar contra o Vasco. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATHLETICO: 1. Bento; 2. Elias (13. Khellven), 3. Welligton Rocha, 4. Gabriel Fornari e 6. Kleiton; 5. Kawan, 8. Brener (15. Kennedy), 10. Luiz Fernando (18. Ramon) e 11. Jaderson; 7. Pedro Gabriel (17. Jajá) e 9. Vinicius Mingotti (21. David Jheffer). Técnico: Rafael Guanaes. 

VITÓRIA: 1. Yuri; 2. Marcelinho (13. Edi Carlos), 3. Jorge, 4. Jorginho e 6. Elivelton; 5. Bruno, 8. Paulo Vitor, 7. David (16. Hitalo) e 11. Luan; 9. Edson Junior (17. Rodrigo) e 10. Eduardo Silva (15. Erivaldo).  Tecnico: Rodrigo Chagas.

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 2 X 0 VITÓRIA XXXXXXXX

GOLS: Jorginho (contra), aos 2' do 2'ºT  e Jajá, aos 38' do 2ºT (Athletico). 
CARTÃO AMARELO: Pedro Gabriel e Welligton Rocha (Athletico) | Bruno e Marcelinho, Eduardo Silva e Paulo Vitor (Vitória).
ARBITRAGEM: Robison Babisnki.
ASSISTENTES:  Felipe Gustavo Schmidt (1) e Wagner Junior Bonfim Ledo (2).
PÚBLICO PRESENTE: 130 pessoas. LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.