PROPAGANDA

[SUB 20] Athletico segura pressão do São Paulo e vence a primeira no Brasileirão


Na tarde desta quarta-feira (03) o Athletico recebeu o São Paulo pela segunda rodada do Brasileirão Sub 20. Atrás da primeira vitória no torneio, o Furacão soube aproveitar os espaços deixados pelo adversário e fez o seu gol com David. A defesa Rubro-Negra teve bastante trabalho, uma vez que o escrete de Cotia pressionou bastante, mas não passou por Bento e sua defesa, que garantiu o triunfo athelticano. 

#SUB-20
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO:  As equipes chegaram à Arena da Baixada para a segunda rodada do Brasileiro com a intenção do triunfo. O Athletico queria o primeiro no torneio, já que empatou na estreia contra o Bahia. No final de semana, o Furacão venceu o Operário pelo Paranaense Sub 19 por 1 a 0 e manteve o 100% de aproveitamento. Já o Tricolor estreou no Brasileirão no último domingo (30) e venceu o Cruzeiro por 2 a 0.

O EMBATE: A partida começou movimentada, com ambos os escretes procurando seu espaço de jogo. O São Paulo assustou primeiro, aos seis minutos, quando Fabinho arriscou após sobra na entrada da área e mandou na trave. No minuto seguinte, Matheus subiu sozinho após cobrança de escanteio e cabeceou para fora. O Furacão respondeu dois minutos depois, com Kleiton, que invadiu a área e parou em grande defesa de Thiago.

O embate seguiu movimentado e o Athetico soube aproveitar suas oportunidades para sair na frente. Aos 19', David foi lançado na entrada da área, driblou Thiago e tocou de forma sutil para balançar as redes na Baixada. O Athletico continuou em cima e assustou novamente aos 28', quando Ramon bateu falta cruzada e mandou na rede por cima do gol. O Tricolor também tinha suas chances. Aos 33' Galeano fez boa jogada pela esquerda e só rolou para Rodrigo Nestor, que chutou forte e mandou por cima da meta de Bento. Os visitantes chegaram aos 39', quando o camisa 10 mandou firme de fora da área e o arqueiro athleticano fez grande defesa. 


O São Paulo voltou melhor para o segundo tempo A primeira oportunidade foi do Tricolor, aos quatro minutos, quando Rodrigo Nestor aproveitou rebote de cobrança de falta e mandou, de primeira, para fora. Aos 10' o meia são paulino arriscou novamente de fora da área e parou em boa defesa de Bento.

A segunda etapa era dominada pelo escrete de Cotia. Aos 21' Taylor recebeu lançamento, invadiu a área e chutou desequilibrado, mesmo assim Bento teve que se esticar para fazer outra grande defesa. O Furacão seguiu se defendendo com boa atuação de Bento. Aos 35' Ed Carlos arriscou de fora da área e o goleiro da Baixada fez mais uma defesa. E, mesmo com a pressão, o São Paulo chegou ao empate e o Athletico chegou ao seu primeiro triunfo.

PRÓXIMA PARTIDA: Motivado pelo primeiro triunfo, o Athletico volta a campo pelo Brasileirão na próxima quarta (10) contra o Grêmio, em Eldorado do Sul. Antes disto, no sábado (06), encara o Paraná, em clássico válido pelo Paranaense na Vila Olímpica. Já o Tricolor encara o Oeste no sábado pelo Paulista e na terça (09), vai a Águas de Lindóia, encarar a Ponte Preta pela competição nacional.


ATHLETICO: O Furacão teve como estratégia na Baixada utilizar os espaços dados pelo adversário. Como o Tricolor subia muito sua linha defensiva, Guanaes apostou na bola lançada, explorando a velocidade de David e Kleiton. A tática deu resultado, uma vez que o gol rubro negro nasceu assim. A defesa athleticana também merece seu destaque, uma vez que segurou o ataque adversário em meio a toda pressão. 

FIQUE DE OLHO – Kawan: Como destacamos antes, a defesa do Athletico teve seus méritos na vitória rubro-negra. E, quando projetamos o futuro desses meninos, o nome de Kawan ganha brilho. O volante athleticano mostrou o porque do seu destaque e pode ser uma boa esperança para a torcida do Furacão.


SÃO PAULO: O Tricolor veio com uma ótima proposta de movimentação. Os meninos de Cotia se postavam, quando estavam com a bola, à frente do meio de campo. Atitude ousada, que gerou o gol athleticano. O volume de jogo são paulino dependia bastante do quarteto ofensivo, formado por Rodrigo Nestor, Vitor Samuel, Galeano e Fabinho. 

FIQUE DE OLHO – Galeano: O atacante tricolor foi uma das fontes de velocidade para o escrete de Cotia. Atuando por ambos os lados, o camisa 11 mostrou habilidade e que pode ser uma aposta do time são paulino. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATHLETICO:  1. Bento; 2. Victor Altair (15. Ruan Felipe), 3. Wellington Rocha, 4. Lucas Andrade e 6. Willian Bahia; 5. Kawan, 8. Kennedy (14. Gustavo Braga) e 10. Ramon (16. João Pedro); 7. David (18. Paulo Victor), 9. Vinicius Mingotti (17. Jajá) e 11. Kleiton (13. Luan Patrick). Tec. Rafael Guanaes.

SÃO PAULO:  1. Thiago; 2. Rafael, 3. Matheus (19. Ricardo), 4.Lucas Fasson e 6.Wellington; 5. Tchuco (16. Gabriel), 8. Ed Carlos e 10. Rodrigo Nestor; 7. Vitor Samuel (17. Danilo Magalhães), 9. Fabinho e 11. Galeano (18. Taylor).  Tec: Orlando Ribeiro.

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 1 X 0 SÃO PAULO XXXXXXXX

GOLS: David, aos 19' do 1º tempo (Athletico
CA: Lucas Fonseca, Luan Patrick e Gustavo Braga (Athletico) | Rafael (São Paulo).
ÁRBITRO: João Paulo Romano Queiroz.
ASSISTENTES:  Daniel Cotrim de Carvalho (1) e Wagner Junior Bonfim Leão (2).
PÚBLICO TOTAL: 120 pessoas. 
LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba.


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.