PROPAGANDA

[SÉRIE B] Paraná Clube vence o líder Bragantino de virada e sobe na classificação


Na noite de sábado (13), o Paraná Clube recebeu a equipe do Bragantino na Vila Capanema, em Curitiba, para a disputa da nona rodada do Brasileirão Serie B de 2019. O Bragantino foi superior na primeira etapa e saiu na vantagem com gol de Thiago Ribeiro. O tricolor voltou com tudo do intervalo, antes de 1 minuto empatou com Matheus Anjos e na metade da primeira etapa virou com Leandro Almeida. No final segurou a pressão adversária e com apoio da torcida venceu o líder por 2 a 1.


#SÉRIE B
Por Adson Lima

PRÉ-JOGO: Após 35 dias Paraná Clube e Bragantino voltaram a campo pela série B. A equipe do interior de São Paulo está na liderança da competição e busca se manter nessa posição. Enquanto que o tricolor vem em ascensão, pois venceu na última rodada e ocupa a oitava colocação no certame.  

O EMBATE:  Jogando fora de casa, o Bragantino começou melhor o jogo e mesmo com a pressão da torcida adversária, o time paulista não sentiu e comandou as ações ofensivas da partida. Aos 9’, Thiago Ribeiro arriscou da intermediária, o goleiro Thiago Rodrigues fez boa defesa, no rebote Ytalo tentou de cabeça, mas lá estava o arqueiro tricolor para novamente fazer a defesa. Em uma falha do estreante Léo Príncipe, Wesley recebeu um lançamento nas costas do lateral e seguiu pra dentro da área, o camisa 27 ficou na cara do goleiro, mas na hora de fazer o gol mandou para fora. No minuto seguinte, Edmar escapou pela esquerda e cruzou na área, a bola desviou na zaga do Paraná e sobrou para Thiago Ribeiro, que de primeira meteu o pé na bola e estufou as redes, inaugurando o placar na Vila.

O Paraná ficou desnorteado após sofrer o gol, por conta disso quase levou mais. O time visitante continuou pressionando e aos 20’ Ytalo perdeu um na marca do pênalti, após boa jogada de Thiago Ribeiro pela direita, a bola foi rolada para trás na chegada do camisa 15, que sozinho errou o gol, mandando pela direita da meta. Na tentativa de adiantar as linhas para buscar se aproximar a área adversária, o Paraná deixou espaços pelos lados e foi por lá que Edmar chegou novamente. Em uma virada de jogo o lateral invadiu e mandou quente para o gol, e novamente o arqueiro teve que trabalhar mandando a bola para escanteio.

Aos 39’, o Paraná conseguiu finalizar pela primeira contra a meta adversária. Em um contra-ataque, Matheus Anjos fez boa jogada individual limpou a marcação e bateu de fora da área, mas a bola passou por cima do travessão. Logo em seguida, Claudinho tentou novamente para o Bragantino, batendo da intermediária para boa defesa de Thiago. Já na reta final cada equipe teve mais um lance de perigo. O tricolor chegou com João Pedro, na tentativa de cruzamento o meia mandou em direção ao gol, mas Julio Cezar estava esperto e defendeu. Pelo lado visitante, Ytalo novamente perdeu grande chance, após um bate e rebate na área, o atacante tentou de voleio e acabou mandando por cima do gol. Sendo assim, o placar persistiu em 1 a 0 para a equipe visitante na primeira etapa.


Na volta do intervalo o tricolor voltou fulminante, o técnico Matheus Costa colocou Fernando Neto no lugar de Itaqui. Na saída de bola o Paraná já escapou pela esquerda com Bruno Rodrigues que ergueu a bola na área e lá estava Matheus Anjos que mandou de cabeça para Julio Cezar praticar uma ótima defesa, mas no rebote a bola sobrou para o camisa 10 novamente que meteu o pé direito na bola e empatou tudo na Vila, antes do relógio completar 1 minuto.

Esse gol mudou a configuração do jogo, o Bragantino que atacou muito na primeira etapa só teve mais uma chance, em cobrança de falta do Ytalo, já o Paraná não conseguiu finalizar muito, mas já tinha controle da posse da bola. Aos 18’, o tricolor buscou a virada, após a cobrança de escanteio de João Pedro pela direita, Leandro Almeida subiu mais que todo mundo e testou firme para o fundo do gol, deixando o time da casa em vantagem.

O jogo ficou equilibrado, o Bragantino já não tinha mais o poder ofensivo do primeiro tempo e o Paraná buscou se defender bem e explorar os contra-ataques. Na reta final a equipe do interior paulista tentou esboçar uma pressão, mas não teve êxito. Restou para o Paraná esperar o tempo passar e garantir os três pontos com a vitória por 2 a 1.


PRÓXIMA RODADA: No dia 18 o para sai para enfrentar o Brasil de Pelotas. O Bragantino vai jogar fora de casa novamente, no dia 20 contra o Oeste.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 

PARANÁ CLUBE: 1- Thiago Rodrigues; 2- Léo Príncipe (Éder Sciola), 3- Eduardo Bauermann, 4- Leandro Almeida, 6- Guilherme Santos; 5- Luiz Otávio, 8- Itaqui (19- Fernando Neto), 10- Matheus Anjos (18- Rodrigo Porto), 7- João Pedro; 11- Bruno Rodrigues e 9- Ramon. Téc: Matheus Costa.

BRAGANTINO: 1- Júlio Cézar; 13- Aderlan, 3- Léo Ortiz, 4- Ligger, 36- Edimar, 8- Uillian Correia (22- Roberson), 5- Barreto, 39- Claudinho; 15- Ytalo, 27- Wesley (38- Morato) e 25- Thiago Ribeiro (20- Tubarão). Téc: Antônio Carlos Zago.

FICHA TÉCNICA PARANÁ X BRAGANTINO XXXXXXXXX

GOLS:Thiago Ribeiro, aos 15’ do 1°T. (Bragantino). Matheus Anjos, a 1’ do 2°T. e Leonardo Almeida, aos 18’ do 2° T. (Paraná).
ÁRBITRO: Felipe Fernandes de Lima.
ASSISTENTES: Ricardo Junio de Souza (1) e Frederico Soares Vilarinho (2).
LOCAL: Vila Capanema, em Curitiba.


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.