PROPAGANDA

[SÉRIE B] De virada, Coritiba bate São Bento no Couto Pereira e ganha novo ânimo no campeonato


Na noite desta terça-feira (16), o Coritiba recebeu o São Bento em partida válida pela 10ª rodada do Brasileirão Série B de 2019. Após levar um gol logo no começo do primeiro tempo, o Coritiba teve que lidar com a pressão da torcida para buscar os gols da virada, que só vieram no segundo tempo com Zé Roberto (contra) e Rafinha, num golaço que deu a vitória para o Alvi-verde por 2 a 1.


#SÉRIE B
Por @Eduardo_hWerner

PRÉ-JOGO: O Coritiba chegou para o confronto contra o São Bento bastante pressionado pelos resultados recentes. Antes da pausa para a Copa América, a equipe foi derrotada em casa pelo Paraná Clube no clássico e conseguiu uma vitória contra o Guarani fora de casa. Após quase um mês de folga, voltou a entrar em campo na terça-feira passada, quando perdeu de virada para o Criciúma fora de casa, resultado que derrubou o Coritiba para a 12ª colocação na tabela. Já o São Bento estava na 17ª posição, dentro da zona de rebaixamento, e vinha de um empate em casa contra o Sport por 2 a 2.
                                                                        
O EMBATE: Pressionado pela situação recente do clube, o Alvi-verde foi recebido no Couto Pereira com gritos de protesto contra Samir Namur, presidente do clube, Rodrigo Pastana, diretor do Coritiba, e Umberto Louzer, treinador da equipe. Buscando superar esse clima degradável, o time da casa partiu pra cima logo no início e teve uma boa chance com Rodrigão, no primeiro minuto da partida, que recebeu na pequena área, tentou fazer o giro mas não conseguiu finalizar.

O São Bento também teve uma boa oportunidade logo no começo, aos 3’ do 1° tempo, quando teve um tiro livre indireto dentro da grande área marcado ao seu favor em lance que envolveu o goleiro Wilson. A cobrança, porém, não resultou em nada já que a bola foi afastada pela zaga Coxa-branca. O São Bento seguiu no ataque e, aos 12’ da 1° etapa, abriu o placar com um belo chute rasteiro de fora da área do volante Doriva, que aproveitou a falha da zaga Alvi-verde.


Estando atrás no placar com pouco mais de dez minutos de jogo, a pressão sobre o Coritiba só aumentou ao longo do primeiro tempo, com muitos gritos impacientes da torcida a cada jogada que não dava certo. Um desses lances aconteceu aos 16’ do 1° tempo quando, após receber lançamento em profundidade de Luiz Henrique, William Matheus tentou encobrir o goleiro do São Bento e a bola passou raspando a trave esquerda da meta defendida por Henal.

Cinco minutos depois, Rafinha fez grande jogada pela ponta direita, cortou um marcador e tocou para Thiago Lopes, que estava dentro da pequena área, mas que acabou finalizando fraco e a bola passou ao lado da trave esquerda. Thiago Lopes voltou a ter uma boa oportunidade aos 26’ do 1° tempo, quando não aproveitou um cabeceio praticamente embaixo da trave da equipe de Sorocaba. A última grande chance do Coritiba no primeiro tempo veio com Luiz Henrique, que cobriu uma falta com bastante perigo da entrada da grande área. Após 6’ de acréscimo, o Coritiba descia para os vestiários perdendo por 1 a 0.

Na volta do intervalo, Wilson teve que ser substituído no gol por Alex Muralha. Umberto Louzer colocou o time para frente tendo feito todas as três substituições com pouco mais de 15’ do 2° tempo. E parece que deu certo: o Alvi-verde teve alguns lances de perigo até chegar ao seu gol de empate, aos 17’ do 2° tempo. Após cruzamento de Robson, Rodrigão e Zé Roberto, atacantes das duas equipes, se embolaram na pequena área e Zé Roberto acabou marcando contra. De qualquer maneira, Rodrigão foi comemorar junto com a torcida e seus companheiros de equipe atrás do gol.


Após o empate Coxa-branca, a partida ficou mais equilibrada e nenhuma das duas equipes teve lances muito perigosos por um bom tempo. Aos 37’ do 2° tempo, Rafinha acertou um chute cruzado que passou rente à trave direita do São Bento e que arrancou o grito de incentivo da torcida, numa prévia do que iria acontecer dois minutos depois. Já entrando nos minutos finais da partida, Rafinha trouxe para si a responsabilidade de dar a vitória para o Coritiba, que veio num golaço após um chute muito bem colocado no ângulo esquerdo da meta da equipe de Sorocaba.

Os minutos finais foram de pressão do time visitante, que não conseguiu chegar ao gol de empate. Vitoria Coxa-branca de virada por 2 a 1, para o alívio dos 19.589 torcedores presentes no Couto Pereira nesta gelada noite de inverno em Curitiba.

PRÓXIMA PARTIDA: O Coritiba volta a entrar em campo na próxima terça-feira, quando enfrentará o Vila Nova no Couto Pereira. Já o São Bento receberá o Operário em Sorocaba, também na terça-feira.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 1. Wilson (23. Alex Muralha); 17. Felipe Mattioni (10. Giovanni), 21. Walisson Maia, 35. Sabino e 6. William Matheus; 36. Matheus Sales, 28. Luiz Henrique e 14. Thiago Lopes (25. Igor Paixão); 7. Rafinha, 9. Rodrigão e 30. Robson. Tec. Umberto Louzer

SÃO BENTO: 1. Henal; 22. Pablo, 3. Wesley, 4. Guilherme Mattis e 6. Guilherme Romão; 5. Doriva, 7. Vinícius Kiss e 10. Fabrício Oya (23. Paulo Vinícius); 8. Cafu, 9. Zé Roberto (25. Rafael Silva) e 11. Minho (26. Paulinho Boia). Tec. Doriva.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA X SÃO BENTO XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Zé Roberto, contra (17’ do 2º tempo) e Rafinha (39’ do 2° tempo) (Coritiba) | Doriva (12’ do 1° tempo) (São Bento)
CA: Wallisson Maia, Giovanni e Rafinha (Coritiba) | Wesley, Minho, Vinícius Kiss, Pablo e Paulinho Boia. (São Bento)
ÁRBITRO: Rodrigo Nunes de Sá.
ASSISTENTES: Thiago Rosa de Oliveira e Andrea Izaura Maffra Marcelina de Sá.

LOCAL: Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.