PROPAGANDA

[SÉRIE B] Operário e Coritiba empatam em duelo pela 12ª rodada do certame


Operário Ferroviário e Coritiba se enfrentaram nesta sexta-feira (26), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Em duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, as equipes empataram em 1 a 1. O Fantasma saiu na frente com Rodrigo e Coxa chegou ao empate com Rodrigão. Com o resultado, o OFEC chega a 15 pontos e permanece na 12ª colocação da tabela. Já a equipe do Coritiba soma 19 pontos na 7ª colocação.

#SÉRIE B
Por Mariana Santos

PRÉ-JOGO: O duelo colocou frente a frente duas equipes em ascensão na Série B. O Operário não perdia há três jogos, somando duas vitórias e um empate. O Fantasma chegou ao confronto com 14 pontos, na 12ª colocação. A equipe do Coritiba somava duas vitórias consecutivas e estava perto do G4, na sexta colocação da tabela, com 18 pontos somados. Na última rodada, o Operário empatou em 1 a 1 com o São Bento fora de casa, enquanto o Coritiba derrotou a equipe do Vila Nova por 2 a 0. O último confronto entre as equipes aconteceu pelo Campeonato Paranaense deste ano e terminou com placar de 2 a 2, no Germano Krüger.

O EMBATE: O duelo iniciou com o Coritiba no campo de ataque. O Coxa tomou as primeiras atitudes na partida e dificultou para a defesa do Operário. As investidas dos visitantes fizeram os donos da casa recuarem e o Fantasma teve dificuldade para criar as jogadas, que passou a jogar pelas laterais para chegar ao campo de ataque, mas errou muitos passes na criação.

O jogo teve pouca intensidade no início da primeira etapa e até os 24 minutos, nenhuma chance clara foi criada. As principais jogadas do Fantasma aconteceram pelo setor direito, com o jogador Mailton, mas a primeira chance perigosa saiu do lado esquerdo, com Allan Vieira. Em disputa de bola, o lateral aproveitou a sobra e cruzou na área, mas ninguém chegou para completar a jogada. O Operário seguiu no campo de ataque e após cobrança de escanteio ensaiada, Rodrigo subiu sozinho para abrir placar aos 34 minutos.

Em jogo distinto do início da partida, o final da segunda etapa era de pressão do Operário. O Coxa tinha dificuldade para criar as jogadas. A equipe da capital sentiu a forte marcação do Operário e sem criatividade, não conseguiu chegar com perigo ao campo do adversário. Sem mais chances para as equipes, a primeira etapa terminou com vantagem do Fantasma no placar.

  
A segunda etapa iniciou como a primeira, com o Coritiba no ataque. Buscando o empate, o Coxa tomou as iniciativas na etapa final, enquanto o Operário apostou nos contra-ataques para ampliar. Mesmo com maior posse de bola, o Coritiba errou muitos passes no meio campo.

A equipe do Operário mostrou-se mais ligada na partida, aproveitando esses passes errados do adversário para sair para o ataque. Mas o Coxa teve a chance do empate na bola parada e foi eficiente. Após cobrança de Giovanni, Rodrigão cabeceou sem chances para Simão e empatou a partida, aos 26 minutos. Após o gol de empate, o Coritiba saiu em busca da virada enquanto o Operário tinha dificuldades para sair jogando.

Ao final do segundo tempo, as duas equipes tentaram buscar a vitória, mas faltou criatividade no duelo. Sem mais chances para nenhum dos lados, o confronto terminou empatado em 1 a 1.


PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada, o Operário enfrenta Atlético-GO, terça-feira (30), no Estádio Antônio Accioly, às 20h30. Já a equipe Coritiba tem duelo contra o Botafogo-SP, segunda (29), no Estádio Couto Pereira, às 20h00.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1-Simão, 2-Mailton, 3-Lázaro, 4-Rodrigo, 5-Jardel, 6-Allan Vieira, 7-Felipe Augusto, 8-Índio, 9-Lucas Gaúcho (20-Bruno Batata), 10-Marcelo (19-Lucas Batatinha), 11-Cleyton (21-Jean Carlo). Téc: Gérson Gusmão

CORITIBA: 23- Alex Muralha, 17-Felipe Mattioni, 21-Walisson Maia, 35-Sabino, 6-William Matheus, 28-Luiz Henrique (10-Giovanni), 36-Matheus Sales, 47-Juan Alano (25-Igor Paixão), 14-Thiago Lopes, 30-Robson, 9-Rodrigão. Téc: Umberto Louzer

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 1 X 1 CORITIBA XXXXXXXXXX

Gols: Rodrigo (OFEC); Rodrigão (CFC)
CA: Jardel, Marcelo, Mailton, Índio, Allan Vieira (OFEC); Robson, Felipe Mattione (CFC);
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Daniel Luis Marques (1); Evandro de Melo Lima (2)
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Público/ Renda: 6.332/93.290,00

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.