PROPAGANDA

[COPINHA] São Braz e Grêmio Ipiranga ficam no empate no primeiro duelo da decisão


Na tarde deste sábado (13), São Braz e Grêmio Ipiranga jogaram no Estádio Monte Bérico, em Curitiba. O confronto foi válido pela partida de ida da final da Copa de Futebol Amador da Capital de 2019, a Copinha. Em dois tempos distintos, o confronto entre as equipes finalistas terminou empatado em 1 a 1. O time do São Braz abriu o placar na primeira etapa com Davi, enquanto Matheus empatou no segundo tempo. Ou seja, ficou tudo em aberto para o confronto da volta, que acontecerá na próxima semana no Estádio Elba de Pádua Lima.

#COPINHA 2019
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: Grêmio Ipiranga e São Braz foram as equipes que realizaram as melhores campanhas ao somar todos os jogos realizados no certame. Ambas terminaram a primeira fase como líderes de seus grupos. Na fase semifinal, a equipe do São Braz venceu o escrete do Capão Raso pelo placar de 2 a 0, enquanto que o Grêmio Ipiranga venceu em seus domínios, no Estádio Elba de Pádua de Lima, o Palmeirinha pelo placar de 3 a 0. Outro motivo, que destaca esta final é que ambas as equipes buscam levantar o primeiro caneco da história do clube.

O EMBATE: Os primeiros minutos foram de um jogo equilibrado e com poucos arremates à meta de ambos os goleiros. Ou seja, um jogo mais preso no meio de campo. Em pouco menos de 10’, ambas as equipes já tiveram jogadores que levaram cartão amarelo. Resultado de uma forte marcação de ambos os escretes. Enquanto que o São Braz levou um, por reclamação, o Grêmio Ipiranga teve dois. O primeiro arremate do duelo aconteceu a favor do time da casa, com Castelli arriscando de fora da área. Com passar do tempo, o jogo persistiu e continuou preso em jogadas no meio de campo. Portanto, poucas ações ofensivas aconteceram com 20’ de jogo. Neste período, o time da casa teve uma baixa, já que Rômulo sentiu e saiu lesionado. No seu lugar entrou Allan.

Mas aos poucos, alguns lances agudos foram acontecendo. Dentre eles, aos 26’, em que a equipe do São Braz quase abriu o placar no Monte Bérico. Davi lançou do meio de campo para Tripa. O zagueiro do escrete visitante, Iago, afastou parcialmente, pois na sequência, o camisa 9 do time da casa conseguiu recuperar, arrematando firme e obrigou o goleiro Rubinho a se esticar todo para afastar o perigo. Ataque que motivou o São Braz, pois na sequência, em lance de bola parada, o time da casa teve outra oportunidade. Desta vez, o atacante Luizinho, sozinho, perdeu a chance de ampliar, pois cabeceou para fora da meta do arqueiro Rubinho, aos 35’, depois de cruzamento do camisa 10 da equipe da casa.


Não deu outra, aos 41’ da etapa inicial, com o volume maior da equipe da casa, o gol aconteceu a favor do São Braz. Luzinho, no flanco direito, cruzou/arrematou e o goleiro Rubinho rebateu para o meio da área. Mas em ótima posição, o meia Davi conseguiu empurrar para o fundo da rede, abrindo o placar no Estádio Monte Bérico. Placar que persistiu até o apito final do árbitro Selmo Pedro.

No retorno à etapa complementar, o time do Grêmio Ipiranga entrou com uma alteração em relação a etapa inicial. Saiu Mineiro para a entrada de Peter. O troca-troca deu resultado a equipe visitante, pois o time do Grêmio Ipiranga passou a ter mais volume e buscou ter a iniciativa das jogadas. Devido a isso, o jogo esquentou. Mas antes de movimentar o placar, a equipe do Grêmio Ipiranga teve uma expulsão. Iago tentou colocar a bola no fundo da rede com a mão. O árbitro viu e na sequência deu amarelo, como já tinha um levou o vermelho.

No minuto seguinte, quando o time visitante tinha um homem a menos, Matheus conseguiu em jogada individual ser parado com falta dentro da área. O lance gerou o segundo amarelo para Felipinho e pênalti a favor do time visitante. O mesmo camisa 10 do Grêmio Ipiranga cobrou e converteu, deixando tudo igual no placar, aos 13’. O gol deu uma mudada na partida, pois o time do Grêmio Ipiranga passou a ter controle do jogo. Porém, o escrete ficou exposto para as jogadas de contra-ataque.


Devido a isso, o treinador do São Braz realizou duas alterações em sua equipe, para promover mais ações ofensivas. Deu certo, o jogo ficou movimentado e a equipe da casa conseguiu chegar e marcar presença no sistema ofensivo. Dentre elas, aos 35’, o lance de mais perigo. Davi cobrou falta e o lateral Moura, do Grêmio Ipiranga, tentou afastar e quase colocou no fundo da rede, contra o próprio patrimônio.

Nos minutos finais da etapa complementar, após novas alterações, ambas as equipes passaram a atacar com mais frequência, buscando o gol de desempate. Porém, além da parte física dos jogadores estarem desgastadas, os atacantes não conseguiram furar o sistema defensivos e os goleiros saíram ilesos. Sendo assim, o placar persistiu empatado no primeiro confronto em 1 a 1.

PRÓXIMA PARTIDA: No próximo sábado (20), no Estádio Elba de Pádua Lima, em Curitiba, será realizado o segundo confronto da final entre as equipes de Grêmio Ipiranga e São Braz. O embate tem a previsão de início às 15h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

SÃO BRAZ: 12 Jair; 2 Paulinho, 3 Felipinho, 4 Couto e 6 Fred (15 Bruno); 5 Thiago (18 Juki), 8 Rômulo (14 Allan), 7 Castelli (13 Pedro) e 10 Davi; 9 Tripa (19 Cesinha) e 11 Luizinho. Tec. Romildo

G.IPIRANGA: 1 Robinho; 2 Moura, 3 Dog, 4 Moura e 6 Miranda (15 Léo); 5  Marcelo, 8 Mineiro (18 Peter), 7 Gustavo e 10 Matheus; 11 Juliano (17 Raul) e 9 André. Tec. Japa

FICHA TÉCNICA – SÃO BRAZ X G.IPIRANGA XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Davi aos 40’ do 1º tempo (São Braz) e Matheus aos 13’ do 2º tempo (Grêmio Ipiranga)
CA: Paulinho, Fred, Thiago, Pedro (São Braz) Iago, Juliano (Grêmio Ipiranga)
CV: Felipinho (São Braz) e Iago (G.Ipiranga)
ÁRBITRO: Selmo Pedro dos Anjos Neto
ASSISTENTES: Danilo Padilha Porse e Allison Alceu Bernardi Lovato
LOCAL: Estádio Monte Bérico, Curitiba

REPORTAGEM DRAP  XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.