PROPAGANDA

[TAÇA PR] Trieste vence Palmeiras e abre vantagem para o jogo de volta


Neste domingo (16), as equipes do Palmeiras e Trieste jogaram no Estádio Miró de Freitas, em Ponta Grossa. O confronto foi válido pela partida de IDA da fase semifinal da Taça Paraná de 2019. A equipe do Trieste conseguiu abrir vantagem no primeiro duelo, pois venceu pelo placar de 3 a 1 diante do Palmeiras de Ponta Grossa. Para seguir firme na final do certame, a equipe do Trieste pode até perder por um gol de diferença ou empatar. Enquanto que o time do Palmeiras só a vitória por dois ou mais gols de diferença interessa.

#TAÇA PR
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: O duelo marcou o início da semifinal do certame entre as duas equipes. O Trieste conquistou a vaga ficando na primeira colocação do grupo B, enquanto que o time do Palmeiras ficou com a segunda colocação na tábua de classificação do Grupo A. Na rodada anterior, o time do Trieste venceu o XV de Novembro em casa, enquanto que o Palmeiras aplicou uma goleada de 7 a 0 no escrete do Araguari.

O EMBATE: O duelo iniciou movimentado, pois nos primeiros minutos aconteceu dois lances que quase proporcionaram o gol. Em um primeiro momento, a equipe do Trieste chegou com jogada rápida e a bola bateu na mão do marcador, reclamação por parte dos jogadores da equipe triestina. Mas o árbitro Torezin mandou seguir. Na sequência, o time do Palmeiras quase surpreendeu em jogada de contra-ataque. Mas o camisa sete do alviverde arrematou para fora da meta.

Ao passar dos 10’, o jogo passou a ficar equilibrado e as equipes fortaleceram a marcação. Por isso, os sistemas defensivos prevaleceram os ataques. Mesmo assim, quem quase chegou próximo do gol foi o time visitante e com Ritielly, que quase marcou contra o patrimônio. O zagueiro do Palmeiras tentou afastar o perigo e deu um susto no goleiro Jacson, que viu a bola indo para tiro de canto. Após o susto, o time do Palmeiras passou a ter mais volume de jogo. Mas encontrou dificuldade de furar o bloqueio do time da colônia.


Mas aos 30’ a equipe do Trieste conseguiu abrir o placar no Miró de Freitas. Marcelo Andrade fez uma bela jogada onde chamou os adversários para dançar e foi derrubado pelo Nathan dentro da área. Pênalti, que Lino Cobrou e converteu, inaugurando o placar. Mesmo com o placar inaugurado, o duelo ficou amarrado. Mas aos poucos, a equipe visitante conseguiu jogar em contra-ataque. Dentre elas, uma jogada com Marcelo Soares, que terminou em escanteio. Não deu outra, em jogada de bola parada, o Trieste ampliou o placar aos 45’. Lino cobrou o escanteio para o segundo pau e Gilton, apareceu de surpresa, e arrematou firme para colocar 2 a 0 no placar do Miró de Freitas. Após o gol, o árbitro encerrou a primeira etapa do confronto.

No retorno à etapa complementar, a equipe do Trieste realizou alteração em seu escrete no sistema defensivo, enquanto o Palmeiras seguiu com os mesmos jogadores que terminaram o primeiro tempo. Mesmo assim, os primeiros minutos foram de muita tensão, pois a equipe da cidade de Ponta Grossa teve alguns problemas internos com o treinador Kastilho e o jogador Cazu. Mas a equipe do Trieste não quis saber de nada disso e continuou com o seu ritmo de jogo e chegou mais próximo do gol. Próximo da metade da etapa complementar, o time visitante colocou uma bola na trave com o meia campista Hideo, mas quem marcou foi o time da casa.


Pablo conseguiu diminuir o placar em Ponta Grossa. Foram duas tentativas para vencer o arqueiro Juninho. A primeira, após receber de ótima trama, o camisa 9 do Palmeiras chutou e o goleiro do Trieste defendeu parcialmente. Na sequência, Pablo não titubeou e marcou o seu nono gol na competição aos 22’ do segundo tempo. Na reta final do embate, a equipe do Palmeiras engrossou o caldo e passou a pressionar, enquanto que o time do Trieste pouco atacou a meta do goleiro Jacson. Pelo contrário, Danilo conseguiu colocar a bola no travessão do do guapo do Trieste, Juninho, aos 45’ do 2º tempo. Mas passados 2’ minutos, Thiaguinho aproveitou uma jogada rápida e chutou firme e no canto direito do arqueiro Jacson, ampliando o placar em 3 a 1. Após o terceiro gol do Trieste, o árbitro Lucas Torezin decretou o final da partida de IDA da fase semifinal da Taça Paraná entre Palmeiras e Trieste.


PRÓXIMA PARTIDA: No próximo domingo, a equipe do Trieste irá desafiar o Palmeiras no Estádio Francisco Muraro, em Curitiba, às 15h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PALMEIRAS: 12 Jacson; 2 Gago (15 Pangaré), 3 Ritielly, 4 Nathan e 6 Jow (19 Ivan); 5 Cazu, 8 Danilo, 7 Massai e 10 Rodrigo (18 Luan); 11 Tomate e 9 Pablo. Técnico: João Kastilho

TRIESTE: 1 Juninho; 2 Marquinhos, 3 Jair (13 Baloy), 4 Muriel e 6 Lino; 5 Grilo, 8 Marcelo Andrade, 7 Gilton e 10 Hideo; 18 Marcelo Soares (20 Thiaguinho) e 9 William Koslowski. Técnico: Ivo Petry

FICHA TÉCNICA –PALMEIRAS X TRIESTE XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Lino aos 30’ do 1º tempo e Gilton aos 45’ do 1º tempo, Thiaguinho aos 48’ do 2º tempo (Trieste) | Pablo aos 22’ do 2º tempo (Palmeiras)
CA: Jair, Muriel (Trieste) | Ritielly e Cazu (Palmeiras)
ÁRBITRO: Lucas Paulo Torezin
ASSISTENTES: Leandro Polli Glugoski e Jonathan Evers Dias
LOCAL: Estádio Miró de Freitas, em Ponta Grossa

REPORTAGEM DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdo extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.