PROPAGANDA

[AMISTOSO] Athletico sofre revés para o Cerro Porteño do Paraguai

Foto: Reprodução / Comunicação Athletico
Neste sábado (29) o Athletico foi derrotado pelos paraguaios do Cerro Porteño por 2 a 0, em jogo comemorativo aos 20 anos da Arena da Baixada. A partida serviu de preparação nesse período de pausa para a Copa América.
 
#AMISTOSO

PRÉ-JOGO:  Athletico e Cerro Porteño encararam o amistoso de hoje de forma parecida. Ambos procuravam ritmo de jogo para o restante da temporada.

O EMBATE: O amistoso começou com o Cerro criando uma grande chance. Em menos de um minuto, Óscar Ruiz recebeu bom passe na frente da grande área e arriscou o chute, exigindo uma boa defesa do goleiro Santos. Aos 3’, a equipe paraguaia abriu o placar. Em cobrança de falta, Amorebieta subiu mais que todo mundo e colocou a bola dentro do gol, 1 a 0.

A primeira chegada do Athletico foi aos 7’, quando Rony recebeu bom passe pelo lado direito e arriscou, com a bola passando perto do gol de Juan Carrizo. Com problemas defensivos, o Furacão não conseguia ganhar pelo alto, dando campo ao Cerro. No ataque, o rubro-negro criava pelo lado direito com triangulações perigosas, mas pecava no último passe.

Em um contra-ataque, aos 27’, Rony avançou pela esquerda, driblou o marcador e bateu no canto direito. O goleirão viu e foi buscar a bola, evitando o gol. No lance seguinte, Bruno Guimarães deu um passe espetacular para o camisa sete, que recebeu livre dentro da área para empatar, mas desperdiçou. Nos minutos finais, o rubro-negro diminuiu o volume ofensivo, mas não sofreu defensivamente.

Foto: Reprodução / Comunicação Athletico
O segundo tempo começou e logo o Athletico teve um pênalti a seu favor. Marco Ruben bateu, mas Juan Carrizo acertou o canto e evitou o gol. No lance seguinte, Bruno Guimarães colocou Cirino cara a cara com o goleiro, mas parou novamente no arqueiro do Cerro.

Aos 13’, Bambu deu um excelente passe para Rony, que entrou na área e finalizou forte, mas o goleiro do Cerro espalmou de novo. No rebote, com o gol livre, Marcelo isolou e desperdiçou grande oportunidade.

Com 18’ jogados, o técnico Tiago Nunes fez seis alterações na equipe rubro-negra, trocando até o goleiro. O jogo mudou aos 24’, quando o árbitro marcou um pênalti para a equipe paraguaia. Flarrivey foi para bola e ampliou o placar, 2 a 0.

Com várias modificações, o Athletico manteve a pressão, mas sem tanta intensidade em suas ações, e quando chegava encontrava pela frente o goleiro Juan Carrizo, destaque do jogo. Final na Arena da Baixada, Athletico 0x2 Cerro Porteño.

PRÓXIMA PARTIDA: o próximo desafio do Athletico acontece no dia dez de julho, quando recebe o Flamengo na Arena da Baixada pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Foto: Reprodução / Comunicação Athletico
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATHLETICO:  Santos (Caio); Jonathan (Erick), Bambu (Pedro Henrique), Léo Pereira (Rocha) e Márcio Azevedo (Abner); Wellington (Cittadini), Bruno Guimarães (Lucho) e Bruno Nazário (Tomás Andrade); Marcelo Cirino (Braian Romero), Marco Rúben (Tony Anderson) e Rony (Nikão). Téc. Tiago Nunes.

CERRO PORTEÑO: Juan Carrizo; Espínola, Cáceres (Saiz), Amorebieta e Candia; Federico Carrizo, Marcelo Palau, Juan Aguilar ( Mathias) e Óscar Ruiz (Ivan); Larrivey (Benítez) e Haedo Valdez  (Diego). Téc: Fernando Jubero.


FICHA TÉCNICA – ATHLETICO 0 X 2 CERRO PORTEÑO XXXXXXX

GOLS: Amorebieta aos 3’ do 1°T e Larrivey aos 24’ do 2°T (Cerro Porteño).

CA: Canidia e Diego (Cerro).

ÁRBITRO: Leonardo Ferreira.
ASSISTENTES:  Bruno Boschilia e André Severo.


LOCAL: Arena da Baixada, em Curitiba.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.