PROPAGANDA

[AMADOR PG] Nos Pênaltis, Ypiranga vence o América e é campeão da temporada 2019


O Campeonato Amador de Ponta Grossa foi decidido na manhã de hoje (02), com a vitória do Ypiranga em cima do América, no Estádio Miró de Freitas, em Ponta Grossa (PR). O jogo terminou empatado no tempo regulamentar em 2 a 2 e foi decidido nas penalidades, por 4 a 3, com duas defesas do goleiro Paulo.

#AMADOR PG
Por Cícero Goytacaz (@egoytacazc)

PRÉ-JOGO: Após o empate em 1 a 1 no jogo de ida, América e Ypiranga vieram motivados para conquistar o título do Amador de Ponta Grossaa no capítulo final da decisão. O time da casa contou com o apoio de sua torcida em busca do bicampeonato, enquanto o Ypiranga entrou em campo com um histórico favorável na competição, sendo a melhor defesa do torneio e tendo vencido o adversário na fase de grupos por 4 a 1. A final entre América e Ypiranga era prevista pelos torcedores desde o início do campeonato, já que as duas equipes eram vistas como favoritas ao título, pelo futebol apresentado durante o certame.

O EMBATE: A bola rolou para a decisão no Estádio Miró de Freitas, com em ritmo acelerado. Nos primeiros movimentos das equipes, a ligação direta em bola área foi explorada dos dois lados. Logo aos 6’, Biro cobrou uma falta de fora da área e colocou a bola na gaveta do gol adversário: América 1 a 0 Ypiranga. O gol logo no início mexeu com as emoções do time adversário, que avançou a marcação em busca do gol de empate. Aos 11’, foi a vez do Ypiranga chegar com perigo, em cobrança de falta direta de Graxa, mandando uma bola por cima da meta. Na sequência do lance, novamente em falta, o time da casa respondeu com Rodrigo, que lançou a meia altura, fazendo Paulo trabalhar e mandar para escanteio. No cruzamento, Luis Felipe cabeceou sem precisão e mandou pra fora.

O jogo seguiu em ritmo ofensivo, com chances lá e cá, até que aos 13’, o árbitro marcou pênalti após toque de mão dentro da área. Na cobrança, Gilly bateu sem precisão e Guilherme foi colocado na bola para fazer a defesa, evitando o empate. Após os primeiros 20 minutos, as duas equipes apertaram a marcação, resultando em entradas duras, faltas e cartões amarelos. Aos 33’, Wilson cobrou falta direta nas mãos do goleiro Guilherme. Ao longo do primeiro tempo, as principais oportunidades se originaram de cobranças de falta e lançamentos áereos. Ainda na primeira etapa, o técnico Waltermir, do América, teve que mexer no time, colocando Alisson no lugar de Farinha, que saiu de campo lesionado.

Passado dos 40 minutos, foi chegando ao final um primeiro tempo agitado, que começou com seguidas oportunidades nos dois lados. Em bola parada, saiu o gol do América, que procurou manter a bola no ataque, enquanto o Ypiranga seguiu pressionando para explorar os espaços na defesa adversária. Nas emoções finais do primeiro tempo, aos 47’, Wilson ganhou na individualidade, limpou a marcação e chutou com efeito no ângulo do goleiro Guilherme para empatar a partida: Ypiranga 1 a 1 América. Aos 50’, Sideval Pinheiro decretou o fim da primeira etapa: América 1 a 1 Ypiranga.


As duas equipes voltaram para o segundo tempo em menor intensidade que na etapa inicial, procurando cadenciar as jogadas em busca do desempate.  As chances que apareceram não foram concluídas com precisão, com defesas seguras dos goleiros e outras oportunidades interceptadas pelas zagas. Passado dos 15 minutos da etapa complementar, o embate voltou a tomar rumos agitados, com ânimos alterados e jogo paralisado por faltas.  Aos 24’, em mais uma cobrança de falta, Biro chutou com desvio na barreira e Paulo, muito atento, espalmou para a linha de fundo.

O empate persistiu no placar quando o jogo chegou a sua reta final.  Os dois times mantiveram a marcação atenta e precisa nos desarmes. Em busca do gol de desempate, as ligações diretas ao ataque novamente foram exploradas a cada espaço proporcionado nas defesas. Aos 31’, Pelé levou um carrinho do zagueiro Vinícius. Na cobrança de falta, Biro mandou em cheio na barreira. O América persistiu até que aos 33’, a bola sobrou para Ivan, que não titubeou e acertou em cheio para balançar as redes, fazendo a festa da torcida no Miró de Freitas: América 2 a 1 Ypiranga. O gol elevou o ritmo do jogo na reta final, forçando o time de Palmeira a jogar contra o relógio. Aos 38’, Guinho apareceu livre mas desperdiçou a chance do gol de empate.

Quando tudo parecia encaminhado, aos 40’, Marineu acertou um chute cruzado e empatou a partida para o Ypiranga, colocando a equipe na disputa novamente. Na sequência, após desentendimento entre os jogadores, o camisa 10 Rodrigo, do América, foi expulso. Um cenário emocionante se desenhou nos minutos finais da disputa. Aos 44’, em nova cobrança de falta, Guinho arriscou forte e direto para o gol, mas a bola saiu por cima da meta. Após três minutos de acréscimos, Sideval Pinheiro apitou pela última vez e decretou o fim do tempo regulamentar. A disputa do Campeonato Amador de Ponta Grossa foi para os pênaltis.

Nas penalidades máximas, o goleiro Paulo brilhou com duas defesas e o Ypiranga venceu por 4 a 3, conquistando o Campeonato Amador de Ponta Grossa 2019. As cobranças convertidas foram de Graxa, Vinicius,  Guinho e Elizeu (Ypiranga); Wilson, Di Maria e Neymarzinho (América).



OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXX

AMÉRICA:  1-Guilherme, 22-Adriano, 3-Fabrício, 4-Caco, 5-Edilson, 6-Biro (18-Rafael), 7-Ivan, 8-Pelé (20-Leandro), 9-Farinha (21-Alisson (19-Reinaldo), 10-Rodrigo, 11-Luís Felipe (26-Di Maria). Téc.: Waltermir Franckievicz

YPIRANGA: 1-Paulo, 2-Graxa, 3-Edimar, 4-Vinícius, 6-Wellington (9-Guinho), 5-Rodrigo (20-Allef), 7-Thiago (13-Elizeu), 8-Wilson, 18-Edinho, 10-Gilly (28-Marineu), 11-Willian (27-Pedro Lucas). Téc.: Julio Cesar Vida.

FICHA TÉCNICA – AMÉRICA 2x2 YPIRANGA XXXXX

GOLS: Biro, Ivan (APFC); Wilson, Marineu (YFC).
CA: Biro, Luís Felipe, Edilson (APFC); Gilly, Vinícius (YFC).
CV: Rodrigo (APFC).
ÁRBITRO: Sideval Pinheiro.
ASSISTENTES: Renato Sérgio Dutra (1); Antonio Cesar Dutra (2).
LOCAL: Estádio Miró de Freitas, Ponta Grossa (PR).

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.