PROPAGANDA

[TAÇA PR] Fora de casa, Iguaçu vence de virada e conquista a primeira vitória no certame


Em jogo válido pela segunda rodada da Taça Paraná 2019, o Sobe Iguaçu visitou Ponta Grossa para encarar a equipe do Palmeiras, na tarde deste domingo (5), no Estádio Miró de Freitas. O atual campeão da competição saiu atrás no placar com gol contra de Magu, mas conseguiu se recuperar e virou o marcador para 3 a 1, com gols anotados por Emerson, Tilly e Alex Pinhais. Com a vitória, o alvinegro da capital assume a liderança do campeonato com quatro pontos ganhos, enquanto os ponta-grossenses são os lanternas da chave com apenas um ponto.

#TAÇA PR
por @dumachado_

PRÉ-JOGO: Após empatarem na estreia, Palmeiras e Iguaçu se encontram em Ponta Grossa para a disputa da segunda rodada da Taça Paraná 2019. Os mandantes estrearam fora de casa, em São José dos Pinhais, onde empataram com o Araguari em 0 a 0. Já o galo, estreou dentro de seus domínios contra a equipe do Nova Geração, a partida também terminou empatada, 1 a 1. Ambos os escretes têm um ponto na tábua de classificação do grupo A do certame, porém, os visitantes são os líderes da chave, por terem marcado gol e sofrido menos cartões amarelos.

O EMBATE: Nos primeiros 15 minutos de bola rolando, ambas as equipes mostravam que queriam valorizar a posse de bola; o alvinegro usava como força os passes no meio-campo, já o alviverde procurava atacar pelos lados, com a velocidade de seus pontas. O time mandante cometia muitas faltas, no ataque e na defesa, e sofria com as bolas paradas. Aos 11’, após cobrança de falta, Diego cabeceou e mandou para o fundo das redes, mas foi marcado impedimento do atacante. 



A partir da metade do tempo, os ponta-grossenses começaram a utilizar uma marcação alta, obrigando os curitibanos a rifarem a bola, tendo dificuldade para sair jogando. Aos 28’, Rodrigo tentou finalizar arriscando de fora, a bola desviou e se foi em linha de fundo. O primeiro gol da partida foi verde e branco; Danilo partiu em velocidade pelo lado esquerdo, cruzou na pequena área e Magu mandou contra o seu patrimônio aos 33’.

Após o gol sofrido, o alvinegro da capital explorava mais o campo de ataque, indo pra cima do adversário, enquanto os mandantes se retrancaram, começaram a marcar a partir do meio-campo, esperando pela bola para sair no contra-ataque. O empate veio aos 43’, após escanteio cobrado pela direita, Baroni bateu de primeira na segunda trave, o goleiro Jacson deu rebote e o zagueiro Emerson estava presente na pequena área para guardar. Ainda houve tempo de quase mais um gol alvinegro; cruzamento pelo lado esquerdo e Diego cabeceou, Jacson fez bela defesa para encerrar a primeira etapa. 



Depois de conversar no vestiário, as equipes voltaram para o segundo tempo com propostas ofensivas, a fim de marcar o tento logo no início. Os mandantes buscavam através de bolas paradas e bons lançamentos; o Iguaçu apostava na velocidade pelos lados. Aos 9’, Diego errou mais um cabeceio e mandou pra fora, a resposta alviverde veio com Kazu que partiu em velocidade pela ponta direita, finalizou forte e Rodrigo evitou que os mandantes ficassem na frente do marcador. 

Aos 18’, Luan perdeu uma chance inacreditável para os donos da casa; ele recebeu pelo lado direito, enquanto Rodrigo estava caído, e perdeu o gol sem goleiro, pegando em baixo da bola e isolando. O Palmeiras era quem levava mais perigo ao adversário; aos 24’, Danilo acertou uma bomba no travessão dos visitantes. Na sequência, foi a vez de Massai levar perigo, desta vez a bola bateu na rede pelo lado de fora. O velho ditado do futebol diz que “quem não faz, leva”. Aos 30’, Tilly recebeu e acertou um chute forte de perna canhota para virar o placar no Miró de Freitas. Mesmo com a vitória encaminhada, os visitantes buscavam marcar em cima e aumentar o ritmo de jogo ofensivo, para garantir o resultado fora de casa. Ainda houve tempo de Alex Pinhais receber em profundidade e bater na saída do arqueiro para decretar a vitória. 3 a 1 para o Iguaçu.


PRÓXIMA PARTIDA: Na terceira rodada do certame, o Palmeiras joga novamente em casa, no Estádio Miró de Freitas em Ponta Grossa, desta vez contra o Nova Geração, no próximo domingo (12), às 15h30. O Iguaçu volta a jogar em Curitiba, no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, onde recebe o Araguari, no próximo sábado (11), às 15h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PALMEIRAS: 1-Jacson (12-Guilherme), 2-Tomate, 13-Adriano, 4-Nathan, 5-Kazu, 6-Diou, 7-Luan, 8-Danilo, 9-Farinha (18-Pablo), 10-Rodrigo (22-Wellinton), 11-Massai. TÉC: Kastilho

IGUAÇU: 1-Rodrigo, 2-Neto, 3-Emerson, 4-Aderaldo, 5-Helton, 6-Victor Tilly, 7-Magu (17-Bianchini), 8-Nilvano, 9-Diego (18-F.Caron), 10- Baroni (20-Bruninho), 11-Alex Pinhais. TÉC: Luizinho Netto

FICHA TÉCNICA: PALMEIRAS 1 X 3 IGUAÇU XXXXXXXXXXXX

GOLS: 7-Magu [contra](PAL); 3-Emerson, 6-Tilly, 11-Alex Pinhais (IGU)
CA: 13-Adriano, 2-Tomate, 5-Kazu, 11-Massai (PAL); 4-Aderaldo, 5-Helton,     1-Rodrigo, 18-F.Caron, 6- Tilly (IGU)
ÁRBITRO: Rodrigo Posser Borges
ASSISTENTES: Wesley Malinoscky (1) e Luiz Marcelo Casagrande (2)
LOCAL: Estádio Miró de Freitas, Ponta Grossa.

ENTREVISTAS DRAP  XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX 



APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.