PROPAGANDA

[SUB19] Athletico vence com facilidade o Andraus no jogo de abertura do certame


Na tarde desta sexta-feira (3), o Campeonato Paranaense sub19 teve o seu início com o jogo de abertura entre Andraus e Athletico no CT do Andraus, em Campo Largo. Dentro das quatro linhas, a equipe rubro-negra não teve conhecimento e aplicou uma goleada de 7 a 0 sobre o time do Andraus, que pouco agrediu o escrete rubro-negro de Curitiba durante os 90’ de jogo.

#SUB-19
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: As equipes de Atlhetico e Andraus novamente estão no mesmo grupo do certame estadual da categoria sub19. Mas desta vez, com alguns adversários diferentes, como o J.Malucelli, por exemplo. No certame de 2018, a equipe da cidade de Campo Largo não avançou para a segunda fase, ficando à frente somente do time rival, GRECAL, que não pontuou no certame e São Joseense. Enquanto que o time rubro-negro da capital fechou a primeira fase na vice-liderança e chegou até a final, em que perdeu para o escrete do Coritiba.

O EMBATE: O princípio do confronto foi movimentado, com as duas equipes buscando a partida. Enquanto o time do Andraus desceu pelo meio, o time do Athletico foi pelos flancos, principalmente com Matheus. Mas aos poucos, o rubro-negro encontrou a saída. Em jogada de ligação direta do sistema defensivo rubro-negro, Vinicius recebeu e ficou de mano a mano com Samuel, que errou o bote e cometeu pênalti aos 11’. O camisa 9 do Athletico cobrou e marcou o primeiro gol do embate aos 12’. Após o gol, a equipe visitante passou a ter mais posse de bola e jogar no campo do Andraus.

Passados os 15’, a equipe da cidade de Campo Largo passou a ficar mais no campo de retaguarda, pois o time do Athletico ganhou mais confiança e atacou com frequência a meta do arqueiro do Andraus. Porém, os espaços para as jogadas de contra-ataque aconteceram. Não deu outra, aos 17’ o Andraus deu o primeiro arremate com Rian, que chutou do meio da rua. O arqueiro rubro-negro defendeu em dois tempos. Mesmo com a chance desperdiçada, o time do Athletico melhorou após o gol e jogou, principalmente, pelo flanco direito. Local onde saiu jogada com Brener, que fez jogada individual sobre dois marcadores e no momento da finalização deu um bicicleta, colando no canto esquerdo do goleiro do Andraus. 


Próximo do fim, com espaço nos flancos, a equipe do Athletico persistiu. Não deu outra, em jogada de Brener pela direita, o volante cruzou e na área estava Vinicius, que sozinho, pulou com tranquilidade e acertou a testada na bola, marcando o terceiro do rubro-negro e o seu segundo no jogo. Sendo essa, o último ataque do Athletico no primeiro tempo.

No retorno à etapa complementar, o escrete rubro-negro teve uma alteração em relação ao time que terminou. Mesmo assim, o time não perdeu o ritmo de jogo e aos 4’ saiu o quarto gol rubro-negro. O zagueiro Geovane Santos em boa posição no primeiro pau aproveitou o cruzamento de Kauã e deu de chapa. Antes do gol, em cobrança de escanteio, Geovane já tinha carimbado a bola no travessão.


Passados dos 20’ o time do Athletico persistiu com mais volume de jogo, pois o time do Andraus cansou e pouco agrediu o goleiro rubro-negro, que quase não trabalhou depois do quarto gol athleticano. Período em que o treinador rubro-negro, Eduardo Ramos, colocou o time para rodar e realizou as seis alterações em sua equipe. Não deu outra, com mais gás em campo, o time do Athletico chegou ao quinto gol com jogada individual de Matheus, que passou pelo flanco esquerdo com dois marcadores e arrematou firme, sem chance para o camisa 1 do Andraus. O quinto gol poderia ter diminuído o ritmo de jogo da equipe visitante, mas pelo contrário, os que entraram queriam buscar o seu lugar entre os titulares e com isso, o placar foi alterado. Aos 23’, o camisa 7 rubro-negro, Jaja, roubou a bola no meio de campo, passou por dois jogadores e tocou para Kennedy, que retribuiu novamente para o 7 finalizar e ampliar o placar em 6 a 0.

Nos minutos finais, o time do Athletico ficou com um a menos, pois já tinha realizado todas as suas alterações e o camisa 7 do cap, Jaja, saiu lesionado. Momento em que Rian passou a ser utilizado no flanco esquerdo e com ligação direta do sistema defensivo, mas em duas oportunidades a conclusão não aconteceu. Com as duas equipes cansadas, a equipe do Athletico conseguiu marcar mais um. Em boa jogada pelo lado direito, Jhonny Lira chutou em diagonal e o goleiro do Andraus rebateu para o meio. Em ótima posição, Brener não titubeou e chutou firme, no contrapé do goleiro da equipe da cidade de Campo Largo, para dar números finais na partida, aos 39’ do segundo tempo.

PRÓXIMA PARTIDA: A equipe do Andraus Brasil irá até Ponta Grossa enfrentar o Operário na rodada seguinte, no Estádio Miró. Enquanto que o Athletico irá jogar com o J.Malucelli, no CT Alfredo Gottardi, em Curitiba. Ambos os embates estão agendados para o próximo sábado (11), com o horário de início às 15h.


Andraus Brasil: A equipe do Andraus teve um início bom, com movimentação e uma forte marcação no meio de campo, que infiltravam bolas para o Rian e Hugo. Mas com o passar do jogo, a equipe da cidade de Campo Largo cansou e pouco agrediu. Ou seja, passou a jogar em contra-ataque, forçando as jogadas com Rian, a válvula de escape do Andraus.

FIQUE DE OLHO (Andraus): O camisa 7 da equipe do Andraus foi o destaque da equipe. O meia atacante Rian usou da sua velocidade para dar trabalho no sistema defensivo rubro-negro. Além do ponto forte a velocidade, o drible também foi um dos atributos positivos do atleta.

Athletico: O escrete rubro-negro iniciou com dificuldades e sofrendo com as jogadas do meio. Devido a isso, o treinador Eduardo Barros orientou o time a jogar pelos flancos. Deu resultado, pois o time do Athletico conseguiu construir o placar jogando desta maneira na primeira etapa, com três gols. O restante foi consequência do jogo praticado no fim do primeiro tempo, com um bom entrosamento do lateral Matheus e Brener, que conseguiram distribuir as principais jogadas de ataque ao camisa 9 rubro-negro, que marcou duas vezes.

FIQUE DE OLHO (Athletico): O camisa 8, Brenner, foi o principal articulador da equipe rubro-negra. Além de alimentar os jogadores de frente, Brener teve técnica e ao mesmo frieza de marcar duas vezes no placar. A principal característica é a versatilidade no meio de campo rubro-negro, que mesmo como segundo volante cumpriu o papel de atacar com perigo o goleiro Lucas.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ANDRAUS:1 Lucas; 2 Gabriel, 3 Samuel, 4 Evandro e 6 Caíque; 5 Jeferson, 8 Jean, 7 Rian e 10 Miguel; 13 Luan e 11 Hugo. Tec. Fred Nelson.

ATHLETICO: 1 Leonardo; 2 Matheus, 3 Victor, 4 Geovane Santos ( 14 Jhonny) e 6 William (13 Kauã); 5 Estafano ( 17 Pablo), 8 Brener e 10 Ramon (15 Edwin Lopez); 11 Juan (16 Kennedy) e 9 Vinicius (18 Guilherme Rink). Tec. Eduardo Barros

FICHA TÉCNICA – ANDRAUS X ATHLETICO XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Vinicius aos 11’ e 40’ do 1º tempo e Brener aos 28’ e 40’ do 1º tempo, Geovane do Santos aos 4’ do 2º tempo, Matheus Rampon aos 23’ do 2º tempo e Jaja aos 25’ do 2º tempo (Athletico)
CA: William (Athletico)
ÁRBITRO: Evandro Luis de Oliveira
ASSISTENTES: Daniel Cotrim de Carvalho e Lucas Henrique Gowatiski
LOCAL: CT do Andraus, em Campo Largo.

APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.