PROPAGANDA

[SÉRIE B] Operário perde em casa para o Botafogo-SP e segue na zona de rebaixamento da Série B


Operário Ferroviário e Botafogo-SP se enfrentaram neste sábado (25), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Em duelo válido pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Fantasma perdeu para a equipe do Botafogo-SP por 2 a 0. Com o resultado, o OFEC segue na zona de rebaixamento da Série B, com apenas quatro pontos somados em cinco partidas. Já a equipe do Botafogo-SP assume a liderança da competição com doze pontos somados.

#SÉRIEB                                                                       
Por Mariana Santos  

PRÉ-JOGO: Com campanhas distintas na Série B de 2019, Operário e Botafogo-SP duelam pela 5ª rodada. O Fantasma tem apenas quatro pontos na competição e ocupa a 17ª colocação, na zona de rebaixamento. Já a equipe do Botafogo-SP soma nove pontos em quatro jogos e ocupa a terceira colocação. Na última rodada, ambas as equipes perderam pelo placar de 1 a 0. O Operário foi derrotado pela Ponte Preta fora de casa, enquanto o Botafogo-SP perdeu para o Vila Nova.

O EMBATE: O duelo iniciou com disputa no meio e o Operário partindo para o campo de ataque. Com troca de passes pelas laterais, o Fantasma tinha dificuldade para a construção das jogadas e parou na forte marcação da equipe do Botafogo-SP. A primeira chance do Fantasma veio dos pés de Chicão. O camisa 5 recebeu passe de Mailton fora da área e bateu por cima da meta de Darley, aos 10’. Em nova chegada do Operário, Marcelo fez boa jogada, entrou na área e Schumacher perdeu a chance de abrir o placar. A resposta do Botafogo-SP veio logo na sequência. Rafael Costa roubou a bola no meio campo e bateu, mas a bola foi para a linha de fundo, aos 13’.

O Operário seguiu no campo de ataque em busca de abrir o placar. Após a jogada de Mailton pela lateral, Felipe Augusto recebeu passe na pequena área, bateu forte e a bola passou perto da meta de Darley, aos 19’. Com a pressão do Operário, a equipe do Santa Cruz apostou nos contra-ataques para assustar o adversário. Aos 28’, após cobrança de escanteio, Rafael Costa cabeceou e marcou para o time paulista, mas o juiz assinalou falta no lance.

O final da primeira etapa seguiu com chances para as duas equipes. O Operário aproveitou os espaços na entrada da área e quase marcou com Chicão. O capitão do Fantasma recebeu livre e bateu por cima da meta adversária, aos 34’. A resposta do Botafogo-SP veio com Julio Cesar, após falha da zaga do Operário, o camisa 11 bateu forte para abrir o placar para o time paulista, aos 37’. Após o gol o sofrido, o Fantasma teve dificuldade para seguir na criação de jogada. Enquanto isso, o time do Botafogo-SP aproveitou os espaços para pressionar a equipe da casa. Sem mais chances para as equipes, a primeira etapa terminou com vantagem do time paulista no placar.


 A segunda etapa iniciou com pressão do Operário no campo de ataque. Logo no primeiro minuto, Rafael Chorão chutou forte para a defesa de Darley. Na sequência, após cobrança de escanteio, Schumacher cabeceou e quase empatou a partida. Buscando o gol, a equipe do Operário seguiu pressionando e com Jean Carlo quase marcou o gol de empate. Em jogada de Mailton, o camisa 21 recebeu na pequena área e bateu para fora. A equipe do Botafogo-SP aproveitou os espaços deixados pela equipe da casa para contra-atacar. Após erro de passe da equipe do Fantasma, Marlon Freitas chegou à entrada da área e bateu perto da meta de Simão, aos 15’.

O Botafogo-SP chegou novamente com perigo no campo de ataque. Julio Cesar recebeu passe de Mailton na pequena e bateu forte, mas a bola explodiu no travessão e foi para fora, aos 19’. A equipe da casa tinha dificuldade para criar as jogadas e quando chegou ao campo de ataque, desperdiçou os arremates. Em mais uma chegada, o Operário quase fez com Marcelo, que limpou a jogada, chutou e a bola passou pela direita de Darley. A resposta do time paulista veio com Higor Miritão. O camisa 18 entrou na pequena área a bateu para a defesa de Simão, aos 29’.

A equipe da casa continuou com dificuldade para chegar com precisão ao campo de ataque. Enquanto isso, o Botafogo-SP seguia aproveitando os contra-ataques e pressionando os donos da casa. Em jogada de Pará, Murilo chutou e a bola bateu na trave, no rebote, Henan aproveitou a sobra de bola e ampliou para o time paulista, aos 42’. Definitivamente não foi a noite do Operário, que errou muitos passes e facilitou para a defesa adversária. Sem mais forças do Fantasma para reagir, a partida terminou com vitória do time paulista por 2 a 0.


PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada, o Operário enfrenta o Sport terça-feira (28), no Estádio Germano Krüger, às 19h15. Já a equipe do Botafogo-SP enfrenta o Criciúma sábado (1), no Estádio Santa Cruz, às 16h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1-Simão, 2-Mailton (20-Bruno Batata), 3-Alisson, 4-Sosa, 5-Chicão, 6-Allan Vieira, 7-Felipe Augusto, 8-Rafael Chorão (19-Uilliam), 9-Schumacher, 10-Marcelo, 11-Revson (21-Jean Carlo). Téc: Gérson Gusmão

BOTAFOGO-SP: 89-Darley, 2-Lucas, 26-Luiz Otávio, 74-Leandro Almeida, 6-Pará, 22-Jonata Machado (19-Henan), 5-William Oliveira, 7-Marlon Freitas, 94-Murilo, 11-Julio Cesar (46-Bruno José), 99-Rafael Costa (18-Higor Miritão). Téc: Roberto Cavalo

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 0 X 2 BOTAFOGO-SP

Gols: Julio Cesar, Henan (Botafogo-SP)
CA: Felipe Augusto, Alan Vieira (OFEC); Rafael Costa, Murilo, Jonata Machado (Botafogo-SP)
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior
Assistentes: Uesclei Regison Pereira dos Santos (1); Marcos Santos Vieira (2)
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Público/ Renda: 4.888/49.725,00


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.