PROPAGANDA

[SÉRIE B] Em noite fria, Coxa e Londrina ficam no empate no Couto


Na noite desta quinta-feira (9), Coritiba e Londrina jogaram no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. O duelo foi válido pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro de 2019. O confronto foi disputado, mas os ataques de ambas as equipes não conseguiram vencer os sistemas defensivos e o placar persistiu fechado.

#SÉRIE B
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: O primeiro choque de escretes paranaense aconteceu na terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro de 2019. A equipe do Coritiba empatou na rodada anterior com o time do Atlético-GO de 1 a 1, enquanto que o time do Londrina venceu por 1 a 0 no Estádio do Café o time do Brasil de Pelotas. Ou seja, ambas as equipes seguem invictas. O time da capital paranaense segue com todo elenco a disposição, enquanto que o Londrina segue com dois desfalques importantes, Dagoberto e Luquinha.

O EMBATE: Os primeiros minutos foram movimentados, com as duas equipes buscando o gol. Mas destaque para o time alviverde, que após de sofrer o primeiro arremate, conseguiu manter a maior posse de bola e trocar passes para encontrar espaço no sistema defensivo do time do Londrina, com 5’ da etapa inicial. Com o passar dos 10’, a equipe do Londrina reforçou a marcação e igualou no quesito de posse de bola. Mas ambas as defesas prevaleceram os atacantes. Aos 17’, a primeira jogada de perigo do escrete alviverde. Rodrigão dominou dentro da área, girou e na sequência arrematou e quase surpreendeu o arqueiro do Londrina. A jogada teve origem no flanco direito do Coxa. Passados dos 20’, o jogo passou a ficar aberto, com o Londrina descendo pelo flanco esquerdo com Safira e Martelinho, enquanto que o Coritiba tentou pelo meio. Para ambos os times, a paciência foi o principal adversário. 

Aos 30’, Welinton Jr cobrou escanteio fechado e acabou acertando a trave, assustando o goleiro Mateus Albino. Depois dos 34’, ambos os times chegaram pouco a meta dos goleiros com perigo, pois o confronto ficou preso no setor de meio de campo. Porém, a equipe do Coritiba passou a ter mais volume de jogo e sempre tentando jogar na referência alviverde, Rodrigão. Devido a isso, os espaços para as jogadas de contra-ataque do Londrina ficaram expostas. Como aos 36’, em que Marcelinho teve a oportunidade de abrir o placar. Mas o arremate passou sobre a meta do arqueiro Wilson. Nos minutos finais, as duas equipes tiveram dificuldades no último passe, o que proporcionou poucos arremates, já que a marcação prevaleceu até o apito final da primeira etapa. Ou seja, o ponto positivo da equipe do Londrina foi o sistema defensivo, que conseguiu neutralizar os ataques alviverde.


No retorno à etapa complementar, ambas as equipes voltaram com os mesmos times que terminaram o primeiro tempo. Mas em compensação, dentro de campo a equipe do Coritiba voltou mais animada e em menos de 5’ conseguiu chegar duas vezes. A primeira foi com Welington Jr., após aproveitar o cruzamento pela direita. Na segunda, em ótima trama de Rodrigão e Patrick Brey, que terminou com o arremate de Luizinho. Mas o arremate foi para fora. Lances que fizeram com que a torcida alviverde aumentasse o som das arquibancadas.

Não deu outra, pressão do Coritiba. Aos 7’, Welington Jr arrematou na entrada da área e o goleiro Mateus Albino fez uma difícil defesa, evitando o gol de abertura do embate. Aos 10’, foi a vez do time do Londrina aproveitar o espaço para contra-ataque com Anderson Oliveira, mas o sistema defensivo alviverde levou a melhor. Passados dos 15’, o time do Londrina conseguiu neutralizar os ataques alviverde e conseguiu ter ótimas saídas com Anderson Oliveira e Marcelinho. Mas quem conseguiu executar perigo e chegar próximo do gol foi o Coritiba. Em cruzamento de Welington Jr para área, o zagueiro do Londrina, Silvio, puxou a camisa do Rodrigão e o árbitro assinalou pênalti. Rodrigão cobrou e desperdiçou a cobrança aos 20’. Cinco minutos depois, Wilson conseguiu defender em dois tempos, o arremate venenoso de Anderson Oliveira.


Aos 30’, o time do Coritiba perdeu mais uma oportunidade com Rodrigão, que teve espaço e acabou isolando a bola. Na sequência, Higor Leite, em jogada rápida pelo flanco esquerdo, arrematou e por pouco não abriu o placar no Couto. Aos 34’, em jogada com velocidade puxada no flanco direito pelo Patrick Brey, que terminou com o cabeceio do Tocantis passando próximo da meta do Mateus Albino. Nos minutos finais da etapa complementar, o duelo ficou disputado e aberto, com ambas as equipes tentando encontrar caminhos para o primeiro gol do confronto. Mas ambos os sistemas defensivos conseguiram sair melhor que os atacantes. Por isso, o placar persistiu no 0 a 0 no Couto Pereira. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 1 Wilson; 22 Diego Mateus, 3 Alan Costa, 4 Romércio e 20 Fabiano (Tocantis); 5 Vitor Carvalho, 28 Luizinho (29 Juan Alano), 15 Patrick Brey e 10 Giovani; 18 Welington Jr (38 Francisco) e 9 Rodrigão. Téc. Umberto Louser

LONDRINA: 1 Matheus Albino; 2 Raí Ramos, 3 Augusto, 4 Silvio (13 Marcondes) e 6 Felipe Vieira; 5 Romulo, 8 Germano, 7 Anderson Oliveira e 10 Higor Leite; 11 Marcelinho (17 Paulinho Mocelin) e 9 Safira (19 Uelber); Tec. Alemão

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 0 X 0 LONDRINA XXXXXXXXXXXXX

CA: Vitor Carvalho, Rodrigão (Coritiba) | Silvio (Londrina)
ÁRBITRO: Evandro Thiago Duarte Peixoto
ASSISTENTES: Herman Brumel Vani e Evandro de Melo Lima
LOCAL: Couto Pereira, em Curitiba.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.