PROPAGANDA

[COPINHA] Onze equipes buscam primeira vitória na segunda rodada da Copinha


Neste sábado (11), a bola rola para a segunda rodada da Copa de Futebol Amador da Capital. Se no fim de semana anterior apenas quatro das 14 equipes que entraram em campo saíram com três pontos, a expectativa é de jogos movimentados para que esse número aumente.

#PRÉ-JOGO

As redes balançaram bastante pelos gramados amadores na primeira rodada da Copinha, foram 30 gols em sete partidas (apenas o jogo União Ahú e Vila Torres não saiu do 0 a 0). Três mandantes triunfaram, apenas o Imperial venceu fora de casa e três empates ocorreram. Após folgar na semana anterior, o Palmeirinha estreia no certame, enquanto que o Olímpico não joga nesse sábado. Confira a classificação da Copa de Futebol Amador da Capital:


Imperial x Sergipe
O Tricolor do Mossunguê estreia em seus domínios animado pela vitória no XV de Agosto frente ao Nacional pelo placar de 2 a 1. O treinador Jardan Okoinski não poderá contar com um dos personagens dessa partida, o zagueiro Fernando. Após abrir o placar aos 7’ do primeiro tempo, o defensor acabou levando dois cartões amarelos e foi expulso no final do jogo. Mas para engatar uma sequência de triunfos o Imperial terá de derrotar um Sergipe que, embora tenha perdido, deu sinais de que pode fazer campanhas mais competitivas que nos anos anteriores. A equipe fez um jogo franco contra o Capão Raso, sendo derrotada por 7 a 4. A meta é clara: se defender melhor e manter um ataque goleador.

Capão Raso x União Ahú
O Tricolor de Aço estreou com um setor ofensivo fulminante, marcando sete gols na equipe do Sergipe. O destaque ficou por conta do atacante Matheus, que balançou a rede em três oportunidades. No entanto, a defesa precisa ligar o sinal de alerta, afinal levou quatro gols em pleno José Carlos de Oliveira Sobrinho. Se o Capão se destacou pelos excessos na semana anterior, o União Ahú foi burocrático, empatando em 0 a 0 com o Vila Torres dentro do Ricardo Halick – o único jogo sem gols na rodada. O treinador Rinaldo Lisboa não poderá contar com o atleta Anthony, expulso no sábado passado.

Vila Torres x Urano
Após arrancar um empate fora de casa frente ao União Ahú, o Vila Torres estreia no Mário Vendramel em 2019 buscando manter o bom retrospecto que teve no ano passado. A equipe não perdeu em seus domínios na Divisão de Acesso de 2018, colecionando quatro vitórias e dois empates. Para que isso aconteça, é preciso superar outra equipe que empatou na primeira rodada da Copinha. Após estar atrás do placar em duas oportunidades, o Azulão da Vila São Pedro alcançou o 2 a 2 frente ao Grêmio Ipiranga e evitou uma decepção em casa. Nesta partida o Urano busca melhorar o aspecto disciplinar, já que foi o time mais amarelado até aqui – foram cinco cartões no último sábado.

Grêmio Ipiranga x Nacional
Assim como o Urano, o Grêmio Ipiranga não teve muitos motivos para sorrir na semana passada, ainda mais por deixar o resultado escapar duas vezes. Para tentar o triunfo na estreia dentro do Elba de Pádua Lima, o treinador Japa conta com o faro de gol do atacante Juliano, responsável pelos dois gols da equipe no estádio Manecão. O Nacional perdeu em casa na estreia da competição, derrota para o Imperial pelo placar de 2 a 1. O escrete do Boqueirão tenta um resultado diferente do duelo entre as duas equipes na Série B do ano passado, o qual terminou com vitória do Grêmio Ipiranga por 2 a 0.

Shabureya x São Braz
Neste sábado a equipe do Shabureya estreia como mandante na Copinha, mas está longe de jogar em casa. Após mandar jogos no Ganchinho e no Boqueirão, o Shabu escolheu o Octavio Silvio Nicco como casa nesta temporada. A equipe fará rodada dupla com o Imperial, jogando contra o São Braz a partir das 13h30. O time laranja e preto busca a reabilitação após ter sido derrotado para o Tanguá em Almirante Tamandaré pelo placar de 4 a 2. Para isso terá de superar um São Braz que fez um jogo disputado contra o Bangú no Monte Bérico. Após o empate por 1 a 1, a equipe da zona oeste busca vencer como visitante para ficar nas primeiras posições do grupo B.

Uberlândia x Tanguá
Após ter sido derrotado por 3 a 1 pelo Olímpico na estreia do certame, o Uberlândia recebe o Tanguá no Gustavo Schier. A equipe azul e amarela espera manter o bom retrospecto dentro da Vila Formosa, visto que no ano passado sete dos 10 pontos conquistados na Divisão Especial foram como mandante. O time não poderá contar com o treinador Joãozinho Ribeiro na casamata, já que ele foi expulso no Xaxim. O Tanguá vem embalado após vencer o Shabureya por 4 a 2 e busca engatar uma sequência de vitórias. O ponto forte do time na semana passada foi o poder de reação, visto que esteve atrás do placar em duas oportunidades, mas obteve a virada.

Bangú x Palmeirinha
Após empatar em 1 a 1 contra o São Braz, o Bangú recebe o Palmeirinha buscando a primeira vitória no certame. Assim como no ano passado, o atual bicampeão da Copa mandará seus jogos no estádio Manecão, casa do Urano. Já o Palmeirinha folgou na primeira rodada e estreia na Copinha querendo superar o quarto lugar que obteve na edição anterior do campeonato. A curiosidade desse jogo é que os clubes voltam a se enfrentar após 11 meses, visto que na Divisão de Acesso ficaram em grupos diferentes e foram eliminados nas quartas de final. Em 9 de junho de 2018, o Bangú venceu por 2 a 0 pela décima rodada da Copinha.


COBERTURA DRAP: A equipe do site Do Rico ao Pobre estará presente no estádio José Carlos de Oliveira Sobrinho para acompanhar Capão Raso x União Ahú a partir das 15h30. Todos os jogos acontecem nesse horário, exceto Shabureya x São Braz que inicia às 13h30.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.