PROPAGANDA

[SÉRIE B] Com muitas chances desperdiçadas, Operário e Oeste empatam no Germano Krüger


Operário Ferroviário e Oeste se enfrentaram na noite deste sábado (11), em duelo válido pela 3a rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida realizada no Estádio Germano Krüger terminou empatada em 0 a 0. Com o resultado, o Fantasma soma quatro pontos no certame e se mantém no meio da tábua de classificação. Já o Oeste, que vinha de um início regular na competição, continua invicto no campeonato.

#SÉRIE B 2019

PRÉ-JOGO: Após a derrota para o Cuiabá na última rodada, o Operário Ferroviário entrou em campo com o objetivo de reencontrar o caminho das vitórias diante de seu torcedor. O fantasma, que ocupava a nona colocação no certame, tinha quatro desfalques para a partida, entre eles o lateral-direito Léo, o lateral-esquerdo Allan Vieira, o meia Cleyton e o atacante Eduardo (todos lesionados). Os rubro-negros vinham de vitória sobre o Guarani por 2 a 0 e estavam invictos na competição. O técnico Renan Freitas não teve a disposição os atletas Cicinho, Conrado e Luis Carlos, que se recuperavam de lesão.

O EMBATE: O início de jogo foi de muito estudo entre as duas equipes. Enquanto os paulistas tentavam cadenciar a partida através do toque de bola no campo defensivo, o fantasma encontrava dificuldades no setor de criação e buscava jogadas em velocidade pelas laterais do campo. No primeiro lance de perigo, Roberto avançou pela direita, trouxe para o meio e encontrou Mazinho livre na grande área. Índio se recuperou no lance e cortou o ataque dos Rubro-negros.

A resposta do Operário veio nos pés de Marcelo aos 17’ decorridos. O camisa 10 recebeu passe em profundidade na entrada da área e bateu forte no canto esquerdo da meta adversária, obrigando Matheus a fazer bela defesa. Minutos depois, Mazinho driblou a marcação operariana na ala direita e tocou para trás. A bola encontrou os pés de Elvis, que finalizou de chapa por cima do gol.

O equilíbrio entre os dois escretes foi nítido na primeira etapa. Com poucas chances claras de gol e muita movimentação, as defesas se sobressaíam. Aos 46’, Marcelo cobrou falta com efeito para o Operário, mas a bola passou rente ao ângulo esquerdo pela linha de fundo.


Os donos da casa retornaram dos vestiários com uma postura mais ofensiva. Logo aos 5’ jogados, Danilo Báia avançou pela direita e cruzou na direção de Felipe Augusto. O camisa 7 desviou de cabeça no canto direito para defesa segura de Matheus. A equipe paulista respondeu logo na sequência. Após boa tabela com Bruno Paraíba, Alysson recebeu na pequena área e finalizou nas mãos do goleiro Simão. Aos 12’ da segunda etapa, Índio arriscou chute para o Fantasma, no entanto a bola passou rente ao poste direito dos Rubro-Negros.

Nos últimos minutos de jogo, o Operário pressionava o Oeste no campo de ataque, e teve a chance derradeira com Uilliam. Após cruzamento da esquerda, o atacante venceu a marcação pelo alto e desviou de cabeça, mas a bola passou por cima da meta defendida por Matheus.

A defesa bem postada da equipe paulista dificultou as investidas adversárias, e no final ninguém balançou as redes. No Germano Krüger, Operário 0x0 Oeste.


PRÓXIMO JOGO: Na próxima sexta-feira (17), às 21h30, o Operário encara a Ponte Preta fora de casa. Já o Oeste recebe o Cuiabá, na Arena Barueri. A partida ocorrerá na terça-feira (14), às 19h15.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1-Simão; 2-Danilo Báia, 3-Alisson, 4-Sosa (19-Rafael Chorão), 6-Peixoto; 5-Chicão, 8-Índio (17-Revson); 10-Marcelo, 11-Uilliam, 7-Felipe Augusto (21-Jean Carlo); 9-Bruno Batata. Tec: Gérson Gusmão.

OESTE: 1-Matheus Chavichioli; 2-Wallace Bonilha, 25-Kanu, 4-Maracás, 6-Alysson; 5-Lídio, 8-Betinho 7-Roberto (19-Fábio); 10-Mazinho, 11- Elvis (23-Léo Ceará), 9-Bruno Paraíba (17-Bruno Lopes). Tec: Renan Freitas.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 0 X 0 OESTE XXXXXXXXXXXXXXX

CA: Alysson (OFEC); Maracás (OES).

ÁRBITRO: Paulo Henrique de Melo Salmazio.
ASSISTENTES: Eduardo Gonçalves da Cruz (1) e Daiane Caroline Muniz dos Santos (2).

LOCAL: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
PÚBLICO: 4.858 pessoas.

RENDA: 50.805 reais.

PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.