PROPAGANDA

[AMADOR PG] Ypiranga vence Vila Velha e se classifica para a final do amador ponta-grossense


Na tarde deste domingo (19), o Ypiranga recebeu o Vila Velha no Estádio Municipal João Chede, em Palmeira, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Amador de Ponta Grossa 2019. A equipe de Palmeira fez valer o fator casa e venceu o escrete da Vila Jamil pelo placar de 3 a 2, garantindo vaga na decisão do certame.

#AMADOR PG

PRÉ-JOGO: Ypiranga e Vila Velha entraram em campo em busca de uma vitória simples para chegar à decisão do Campeonato Amador 2019. Após o empate no primeiro jogo em 0 a 0, o time da casa chegou com a missão de fazer valer o mando de campo como vantagem sobre o adversário, que veio ao jogo com determinação para seguir surpreendendo na competição com a classificação para a final.

O EMBATE: Quando a bola rolou no Estádio João Chede, as duas equipes estavam determinadas a realizar um jogo ofensivo. Dessa forma, o primeiro gol do jogo não demorou para sair: aos 2’, o Vila Velha chegou com Felipe Rangel, que recebeu a bola livre de marcação na grande área e estufou as redes do goleiro Paulo. Após o baque do gol logo nos primeiros minutos, o time do Ypiranga iniciou uma forte estratégia ofensiva, fechando os espaços ao adversário. A blitz pelo gol de empate foi intensa, com muitas chances interceptadas pela zaga do Vila e com a atuação segura de Carlos Pepe. Aos 13’, o camisa 10 Gilly ficou livre na pequena área e conseguiu dois chutes seguidos para o gol, ambos defendidos pelo goleiro.

A marcação pesada proporcionou algumas faltas fora do lance de jogo para as duas equipes. A essa altura, o Ypiranga explorava todos os espaços possíveis visando o gol, com destaque para as jogadas armadas pelas pontas. Foi de uma investida assim que saiu o gol de empate, aos 21’, quando Yo avançou pela esquerda e tocou fraco para William, que se antecipou no lance, chegou antes de Pepe e tocou tirando do goleiro para empatar a partida. Após o gol, por alguns minutos, o Ypiranga seguiu mandando as ações no ataque, com o Vila Velha explorando bolas longas assim como no jogo de ida. Aos 27’, o time visitante conseguiu encontrar uma boa oportunidade, quando a bola sobrou para Alan Junio, que entrou com liberdade na área adversária e arriscou um voleio de primeira, mas acabou isolando a bola.

A partir dos 30’ da primeira etapa, o jogo deu uma esfriada e as investidas ofensivas deram espaço para a cadência de jogo. As duas defesas demonstraram segurança, com destaque mais uma vez para o goleiro Pepe, que nos minutos finais fechou a meta nas tentativas do time de Palmeira arriscadas de longa distância. Aos 47’, o árbitro apitou, decretando o fim do primeiro tempo: Ypiranga 1 a 1 Vila Velha.


A bola rolou no segundo tempo e o futebol cadenciado continuou sendo apresentado, com as equipes explorando os erros adversários em busca de espaço para atacar. No entanto, o cenário mudou com o passar dos minutos, dando espaço à tensão e até mesmo princípios de confusão. A marcação pesada das duas equipes seguiu resultando em faltas em ambos os lados. Em meio ao anseio das equipes pelo resultado, aos 11’, o lateral do Ypiranga Wellington avançou em velocidade pelo lado esquerdo e cruzou para dentro da área; a bola passou batida pelo goleiro Pepe, encontrando o zagueiro Doidão, do Vila Velha, que acabou desviando contra a própria meta e virando o jogo para o time da casa.

Após o gol da virada, a tensão tomou conta do jogo. O Vila Velha seguiu cometendo erros ao não aproveitar os espaços para criar e finalizar com precisão. Não demorou para que, aos 15’, Gilly fosse acionado em profundidade, infiltrando sem marcação na defesa alviverde e dando um toque cavado para tirar do goleiro, aumentando a vantagem para os mandantes: Ypiranga 3 a 1 no Vila Velha. Com a vantagem, a responsabilidade foi jogada para o time de Ponta Grossa. A marcação era pesada dos dois lados, com muitas faltas e tumulto entre os atletas. Após uma confusão generalizada no ataque do Vila, alguns jogadores foram advertidos com cartão amarelo, dando uma acalmada nos ânimos das equipes.

Aos 27’, em cobrança de falta para o Vila Velha, a bola foi levantada e o zagueiro Marcelo, do Ypiranga, desviou contra o próprio gol, diminuindo o placar e recolocando o Vila Velha na disputa pela classificação. Na reta final, o embate seguiu no mesmo ritmo. Para o Ypiranga, o diferencial foi a preparação física dos atletas e a vantagem adquirida, enquanto que para o Vila Velha apresentou muita raça para buscar a classificação, mas pecou na precisão para armar e finalizar as jogadas.

Nos minutos derradeiros, o time de Ponta Grossa assumiu o controle das ações ofensivas, mas sem sucesso. Sendo assim, aos 48’, o árbitro Sidnei Rodrigues apitou pela última vez no Estádio Municipal João Chede: Ypiranga 3 a 2 no Vila Velha, com o time de Palmeira finalista do Campeonato Amador de Ponta Grossa 2019.


PRÓXIMO JOGO: O Ypiranga enfrenta a equipe do América no próximo domingo pela primeira partida da final. Já a equipe do Vila Velha encerrou a participação dela na competição deste ano. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXX

YPIRANGA: 1-Paulo, 2-Graxa, 3-Marcelo, 4-Edimar, 6-Wellingto (28-Robson), 5-Mascote, 8-Alaf (23-Pedro Lucas), 7-Yo, 10-Gilly, 9-Edinho (27-Adriano), 11-William (13-Guinho). Téc.: Julio Cesar Vida.

VILA VELHA: 1-Pepe, 2-Paulão, 3-Doidão, 4-Diego, 6-Jean (20-Lacerda), 5-Tetê, 8-Dudu (9-Michael), 10-André (22-Carlos Bruno), 18-Sassaki (17-Islas), 7-Felipe Rangel (16-Weslley), 11-Alan. Téc.: Alcir Portela.

FICHA TÉCNICA – YPIRANGA 3 x 2 VILA VELHA XXXXX

GOLS: William, Doidão – contra e Gilly (YFC); Felipe Rangel e Marcelo – contra (GEVV).
CA: Edinho e Marcelo (YFC); Jean, Tetê, Dudu, Paulão e Islas (GEVV).
ÁRBITRO: Sidnei Rodrigues.
ASSISTENTES: Selma Medeiros (1); Anilton Dadona (2).
LOCAL: Estádio Municipal João Chede, Palmeira (PR).

ENTREVISTA DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.