PROPAGANDA

[ACESSO PR] PSTC vence São Joseense e assume liderança do grupo


Na tarde deste domingo (26), São Joseense e PSTC disputaram a 2ª rodada da 2ª fase da divisão de acesso do Campeonato Paranaense, no Estádio Municipal do Pinhão, em São José dos Pinhais. A primeira etapa foi marcada pelas inúmeras tentativas do time visitante, que conseguiu finalizar com proeza em uma das oportunidades. Já no segundo tempo a equipe da casa até conseguiu igualar, mas o clube de Cornélio Procópio garantiu a melhor por 2 a 1 e leva os três pontos para casa.

#ACESSOPR
Por Giulie Carvalho

PRÉ-JOGO: A 2ª fase da competição ainda está no início, mas o PSTC já possui certa vantagem para a segunda partida. A equipe de Cornélio Procópio venceu o Prudentópolis no jogo anterior e está provisoriamente na liderança do campeonato. Já o São Joseense empatou diante do Nacional e conquistou apenas um ponto até o momento, sem diferença no saldo de gols. Com isso, espera-se que o time da Região Metropolitana de Curitiba vá com tudo para cima do PSTC no intuito de ocupar a 1ª posição no ranking, enquanto a equipe do interior tentará defender o topo da classificação.

PRIMEIRO TEMPO: A partida, que tinha início marcado para 15h, começou às 15h09 porque não havia ambulância no estádio, determinação conferida por lei. Porém, quando o árbitro apitou, o PSTC foi para cima mostrando que seu objetivo era garantir os três pontos fora de casa. A primeira chance efetiva veio aos 4', quando o camisa 11, Grafite, ficou cara a cara com o goleiro. O camisa 1 desafiou o chute do atacante e se ergueu em frente a ele, respingando a bola para fora da área e evitando o perigo. Cinco minutos depois, o arqueiro fez nova defesa, marcando sua quinta participação na partida em menos de 10 minutos de jogo.


Até os 20', o jogo era todo do PSTC. O clube de Cornélio Procópio estava totalmente no campo ofensivo e já tinha tentado o gol de diversas formas: escanteio, falta, longa e pequena distância, mas a bola ainda não havia entrado. O goleiro Robson ainda não havia feito nenhuma defesa, mesmo nas tentativas de contra-ataque do São Joseense. Porém, aos 21', a equipe mandante quase conseguiu abrir o placar. Após uma cobrança de escanteio, a bola permanceu viva perto da grande área e, então Everton, que tinha armado o início da jogada, finalizou com força, mas a bola escapou pela linha de fundo.

Aos 31' Lucas fez, novamente, uma importante defesa. Piraju subiu pela lateral direita de campo e foi com a bola até a linha de fundo. O camisa 9 não quis cruzar e preferiu bater direto, mas o arqueiro São Joseense estava esperto e caiu para fazer a defesa. Com a mesma força de vontade, ele também afastou a tentativa de Haiderson, que jogou de fora da área, e de Patrick, que cabeceou no canto da trave.

Faltando sete minutos para acabar o tempo normal da partida, o PSTC finalmente conseguiu abriu o placar. Depois de muitas finalizações, Patrick conseguiu chegar até a entrada da área, mas, ao invés de chutar direto para o gol, o atacante preferiu tocar para trás onde estava o camisa 80, Lucas Silva. Ele não chutou com força, mas foi certeiro para tirar o camisa 1 São Joseense da jogada e encher a rede pela primeira vez nessa tarde. Após o gol, imediatemente a torcida da casa começou a pedir raça dos jogadores em campo.


A equipe que jogava de azul e amarelo até procurou empatar em outra oportunidade em uma jogada que começou no meio de campo com Willyan Sotto, mas dentro da área não teve ninguém para finalizar. Luciano e Rodrigo Mancha também tentaram marcar, ambos de cabeça, porém, as jogadas não foram suficientemente efetivas. Dessa forma acabou o primeiro tempo com vitória parcial do visitante, que se consagrava na liderança do Grupo B da Divisão de Acesso do Paranaense.

Da mesma forma como acabou o primeiro tempo, o PSTC voltou com vontade para conquistar de vez os três pontos da rodada. Com menos de cinco minutos, a equipe de Cornélio Procópio já havia finalizado três vezes, sendo que em uma delas, Grafite estava impedido. Foi o terceiro impedimento marcado para o clube. Nesse meio tempo, o São Joseense também chegou perto de empatar. Everton subiu pela lateral direita de campo e carregou a bola até a linha de fundo, cruzando para dentro da área na intenção de alcançar Neto, que por pouco não conseguiu chegar. O goleiro visitante mandou a jogada para escanteio e, no rebote, a equipe da casa não aproveitou.

Nos próximos 10 minutos, as jogadas de ambos os times estavam apagadas dentro de campo e demonstravam pouco perigo aos goleiros. Porém, aos 16', Everton chegou novamente à grande área e na hora de lançar a bola em direção ao gol, sofreu pênalti de Vitor que chegou atrasado na jogada. Foi o próprio camisa 7 quem bateu a penalidade, mas o goleiro Robson levou a melhor e defendeu o chute, assim como o rebote do jogador.

Porém, o arqueiro do PSTC provavelmente não esperava que, após comemorar sua ótima atuação, ele sofreria o empate. Neto, que entrou no segundo tempo, aproveitou o escanteio cobrado por Sotto e encheu a rede para o time São Joseense. O gol acendeu a torcida da casa, que passou a incentivar os jogadores que entenderam a solicitação e começam a jogar mais ofensivamente.


Quem não gostou dessa mudança de posicionamento foi o técnico do PSTC, que passou a cobrar a arbitragem pelo excesso de faltas do time da casa que não estavam sendo apitadas. No entanto, o árbitro não aprovou a atitude de Reginaldo Vital, e o "professor" da equipe do interior foi expulso de campo faltando mais da metade do jogo para acabar. O goleiro Lucas voltou a ser acionado aos 39', após cobrança de falta cometida por Camargo na entrada da grande área. Quem cobrou foi Grafite, mas a bola passou por todo mundo e o camisa 1 só tocou para a linha de fundo. Um minuto depois ele precisou sair para defender o chute de Elivelton, que mirava o ângulo.

Apesar da melhora do Independente São Joseense, a zaga da equipe teve um apagão e permitiu a concretização da vitória do PSTC.  Alex aproveitou uma jogada que começou na lateral de campo e pegou Lucas desprevenido. A equipe da casa até tentou argumentar pedindo impedimento, mas o árbitro validou o gol e deixou os jogadores da casa sem esperança de empatar. Assim, a partida acabou em 2 a 1 para o PSTC, que garante a liderança isolada do Grupo B.

PRÓXIMO JOGO: O PSTC vai a Rolândia, no Estádio Érich Georg, para disputar a 3ª rodada contra o Nacional, enquanto o São Joseense viaja para Prudentópolis enfrentar o time com o mesmo nome da cidade. Ambas as partidas iniciam às 15h, mas o jogo do PSTC acontece no sábado (1) e do São Joseense será no domingo (2).

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

SÃO JOSEENSE: 1 Lucas; 2 Murilo; 3 Rodrigo Mancha; 4 João Antonio; 6 Caio; 5 Camargo (22 Gustavo); 7 Everton; 8 Sotto; 10 Luciano (17 Ardley); 11 Evandro; 9 Eric (18 Neto). Téc. Luciano Simm.

PSTC: 1 Robson; 2 Everaldo; 3 Mateus; 4 Vitor; 6 Haiderson; 5 Lucas Santod; 80 Lucas Silva; 7 Wallace; 11 Grafite (13 Gabriel); 10 Patrick (16 Elivelton); 9 Piraju (18 Alex). Téc. José Reginaldo Vital.

FICHA TÉCNICA SÃO JOSEENSE 1 X 2 PSTC XXXXXXXXXX

GOLS:  Neto aos 17' do 2ºT (São Joseense); Lucas Silva aos 38’ do 1ºT e Alex aos 45' do 2ºT (PSTC).
CA: Camargo (São Joseense); Patrick; Vitor, Everaldo e Barbosa (PSTC).
CV: José Reginaldo Vital (PSTC).
ARBITRAGEM: Gustavo Nogas.
ASSISTENTES: Eduardo Luis Teixeira Furiatti (1) e Remy Neves Stephan Moro  (2).
LOCAL: Estádio Municipal do Pinhão.

ENTREVISTAS DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


APOIE O PROJETO DRAP - Com o seu apoio, a equipe DRAP terá chancela de produzir conteúdos extras e de exclusividade, além de ajudar nos custos os integrantes da equipe, com transporte e entre outros. Conheça a nossa campanha de apoio colaborativo na @catarse - http://catarse.me/drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.