PROPAGANDA

Toledo supera Coritiba nas penalidades e é o Campeão da Taça Barcímio Sicupira Júnior


Neste domingo (24), Coritiba e Toledo duelaram no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, em confronto válido pela final da Taça Barcímio Sicupira Júnior, o primeiro turno do Campeonato Paranaense de 2019. No primeiro tempo Rodrigão marcou contra, mas na segunda etapa o centroavante alviverde se redimiu e empatou o jogo. Resultado que persistiu até o apito final dos 90’ e que foi decidida e com isso, a final foi decidida nas penalidades. Nas cobranças, ambos os goleiros brilharam. Mas o Toledo teve mais competência, mesmo perdendo três cobranças, e sagrou-se como campeão do primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019.


#PARANAENSE 2019
Por Adson Lima

PRÉ-JOGO: No duelo de invictos na competição, Coritiba e Toledo se reencontram novamente no Couto Pereira, confronto que já havia acontecido na terceira rodada da primeira fase do campeonato e o placar ficou 0 a 0. Naquela oportunidade, o Coritiba foi comandado pelo técnico Argel Fucks e no confronto de hoje Matheus Costa comandou de forma interina a equipe, igual no duelo da semifinal frente a equipe do Cascavel. Do outro lado da decisão, o Toledo apostou em sua defesa sólida, como demonstrou durante a competição tomando apenas 4 gols em 7 jogos. Mas, o Porco do Oeste teve o desfalque do atacante Wainy, no lugar dele entrou Willian Darros, enquanto que o zagueiro e capitão da equipe, Bruno Fandinho, retornou ao time principal após suspenção.

O EMBATE - Já no apito inicial do árbitro, a postura das duas equipes se desenharam em campo. De um lado, o Coritiba adotou uma postura mais ofensiva e tomou a iniciativa no jogo. Enquanto que o Toledo deixou o Willian Darros na frente e fechou os espaços com cinco jogadores povoando o meio campo e uma linha de quatro defensores no primeiro terço. Devido a isso, com pouco espaço, o Coritiba teve sua primeira chance de perigo na bola parada. Vitor Carvalho aproveitou a cobrança de falta do meia Giovanni e deu uma casquinha na bola, obrigando o goleiro André Luiz ir no canto direito para fazer a defesa. Mesmo assim, o alviverde não conseguiu manter a postura ofensiva até os primeiros 10 minutos e viu o Toledo crescer no jogo, querendo ter a bola para atacar o gol de Wilson. Restou para o Coxa as jogadas de contra-ataque com Iago Dias e Juan Alano.


Com o passar do tempo, o Coritiba foi acalmando a partida e deixou o confronto um pouco moroso e sem muitas chances de gols. Ou seja, mesmo com a posse de bola, a equipe alviverde não foi efetiva. Devido a isso, não deu outra. O repertório alviverde ficou somente nas bolas cruzadas à área. Sendo ela rolando ou parada. Atributos que o Porco do Oeste esteve preparado para se defender e esperando o momento certo para surpreender o Coxa. Não demorou muito, pois o time do Toledo descolou uma falta pela meia direita de ataque. Os jogadores toledenses ocuparam a área alviverde para esperar a cobrança de Guilherme, mas o camisa 15 suspendeu a bola na marca do pênalti. No meio da confusão, o centroavante alviverde Rodrigão, na tentativa de afastar a bola, acabou desviando ela para o fundo do seu próprio gol, sem chances para Wilson. Gol que deu a tranquilidade e a possibilidade do Toledo ir para o intervalo em vantagem, já que o relógio marcava 42' minutos jogados.

O Coritiba voltou do intervalo com fome, tocando a bola rápido e movimentando bastante. Mas conseguiu sua primeira jogada de perigo na segunda etapa do mesmo modo que esteve tentando nos primeiros 45’ iniciais. Ou seja, na base do chuveirinho. Mas dessa vez, o cruzamento foi fatal, na jogada aberta para Giovanni pela direita, a zaga toledense descuidou da presença de Rodrigão na área e ele ficou livre no segundo pau. O camisa 10 do coxa não titubeou e cruzou na cabeça do camisa 9, que na sua especialidade só meteu a cabeça na bola e estufou as redes do Toledo. Sem chances para André Luiz.


A equipe da casa animou-se e continuou criando, pois aos 8' Rodrigão bateu prensado com o zagueiro, que acabou tirando a força e direção do chute. A resposta do Toledo aconteceu quatro minutos depois com Willian, que fez boa jogada e tirou o zagueiro sabino no drible de corpo, o centroavante invadiu a área sozinho pela direita e chutou, mas acabou pegando mal na bola e ela subiu demais, perdendo ótima chance de ficar na frente do placar novamente. Com mais volume de jogo, o coxa esteva explorando bastante as jogadas pelo lado direito, Giovanni e Juan Alano tabelavam por ali e foi onde saíram as melhores chances. Em uma dessas jogadas, Giovanni ingressou na área e finalizou cruzado, o goleiro André deu rebote na área e o artilheiro Rodrigão chegou chutando de canhota, mas a finalização acabou saindo muito forte e foi por cima do travessão.

O Toledo não conseguiu mais chegar próximo ao gol de Wilson, nem prender a bola em sua posse, com isso o Coritiba martelou no ataque e tentou de todas as formas. O técnico colocou mais dois atacantes: Nathan e Igor Jesus nos lugares de Giovanni e Vitor Carvalho. O coxa ficou extremamente ofensivo, mas só teve uma chance clara para virar o jogo, com Rodrigão de letra, aproveitando um cruzamento rasteiro vindo da esquerda. Perante a esse cenário o jogo acabou chegando ao seu fim e a decisão foi para os pênaltis.

COBRANÇAS DE PÊNALTIS: No lado do Coritiba, o goleiro Wilson, os meias Iago Dias, Juan Alano e Igor Jesus não converteram. Enquanto que o atacante Rodrigão e o zagueiro Sabino marcaram pelo Coritiba. No lado do time do oeste, Revson, Léo Teles e Guilherme desperdiçaram. Enquanto que Pacato, Marcelnho e Eduardinho converteram e ajudaram o Toledo e sagrar-se como campeão do primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019 (Taça Bancimio Sicupira Júnior).


PRÓXIMA PARTIDA: O Coritiba sai para enfrentar o Cianorte no dia 10/03. O Toledo visitará o Athletico na Arena na baixada dia 09/03.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Coritiba: 1- Wilson; 17- Felipe Mattioni (2- Sávio), 3- Alan Costa, 6- Sabino, 20- Fabiano; 5- Vitor Carvalho (19- Igor Jesus), 7- João Vitor, 29- Juan Alano, 10- Giovanni (11- Nathan); 16- Iago Dias e 9- Rodrigão. Técnico: Matheus Costa.

Toledo: 1- André Luiz; 11- Eduardinho, 3- Eduardo (15- Guilherme), 4- Fandinho, 6- Matheus; 5- Netto, 7- Jhonathan, 8- Julio Cesar, 77- Revson; 10- Pacato e 9- William Darros (17- Léo Teles).  Técnico: Agenor Piccinin.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA  X  TOLEDO  XXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Rodrigão (contra) aos 42' do 1ºT. (Toledo), Rodrigão, aos 2' do 2ºT. (Coritiba).
CA: Sabino (Coritiba). Guilherme, Fandinho (Toledo)
ÁRBITRO: Adriano Milczvnski
ASSISTENTES: Flavio Augusto Alves (1) e Roberto Rivelino dos Santos Junior (2).
PÚBLICO TOTAL: 8. 345 | RENDA: 214.378,00
LOCAl: Couto Pereira, Curitiba.
drap

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.