PROPAGANDA

[JUVENIL] Seleção "Do Rico Ao Pobre" da Divisão Especial da Suburbana de 2018


A Divisão Especial da Suburbana de 2018, categoria juvenil, terminou no último sábado (8) com a final entre Iguaçu e Capão Raso, em que o escrete alvinegro se consagrou como campeão da competição. O certame deste ano teve quase quatro meses de duração, com 12 equipes participantes e dezenas de jogadores. Dentre eles, os integrantes do site Do Rico ao Pobre da cidade de Curitiba montaram o escrete com os principais jogadores da competição.


#SELEÇÃO DRAP
Por @DoRicoaoPobre

O certame iniciou em 28 de julho e fechou em 8 de Dezembro. Ou seja, quase quatro meses de competição. Em nosso quarto ano de cobertura completa na Divisão Especial da Suburbana, categoria juvenil. O sistema de disputa desta temporada na competição foi com 12 clubes. Sendo assim, os clubes se enfrentaram em turno único para classificar os oito primeiros e assim, seguirem nos duelos de mata-mata. Com as fases seguindo e afunilando, Iguaçu e Capão Raso decidiram o caneco. Nesta disputa, o alvinegro de Santa Felicidade levou a melhor e garantiu o título do certame.

Devido a isso, a equipe do Iguaçu foi quem teve o maior número de jogadores na seleção DRAP. Confiram a seleção dos melhores jogadores da Divisão de Acesso da Suburbana de 2018 criada pelo site Do Rico ao Pobre, com a formação de 4-4-2.

O time do Iguaçu foi representando com o goleiro Luiz; o zagueiro Matheus Mariano, o lateral Jesus, os meias Eduardo e Luiz Felipe. Depois do alvinegro da Colônia, três equipes tiveram representantes na seleção. O Capão Raso, vice-campeão, teve dois atletas, o lateral esquerdo Ryan e o volante Alex. Acompanhando os finalistas, o Uberlândia, que teve zagueiro Kevin, o Trieste que teve o meia Bruno Sasha e o atacante Igor. Fechando o ataque, o atacante Jean do Novo Mundo.

A equipe DRAP também escolheu o meia/atacante Luiz Felipe como o craque do campeonato. O treinador da seleção ficou com Ewerton Glonek do Iguaçu. O artilheiro do campeonato foi Luiz Felipe do Iguaçu, com 13 gols.


Concorda? Discorda? Trocaria alguém? Mudaria a tática? Solte a sua voz nos comentários.
drap
Tecnologia do Blogger.