PROPAGANDA

Vila Sandra vence o Vila Hauer e sai na frente na decisão da Série B


No primeiro jogo da final da Divisão de Acesso da Suburbana 2018, o Vila Hauer recebeu o Vila Sandra neste sábado (24) no Estádio Donato Gulin. Marcos Franco trocou seu atacante no intervalo, colocou Adriano no Lugar de Bambu. Em duas bolas paradas a estrela do artilheiro brilhou, e o camisa 15 marcou dois de cabeça, dando a importante vitória de 2 a 0 para sua equipe. O Alvinegro tem a vantagem do empate para o jogo de volta.

#SUBURBANA 2018
Por Adson Lima

PRÉ-JOGO: A grande final da Série B colocava frente a frente duas equipes com características diferentes. O Vila Hauer era forte defensivamente, com média de 0,96 gols sofridos por jogo. O Tricolor eliminou o Grêmio Ipiranga nas semifinais, garantindo o acesso na decisão por pênaltis. Já o Vila Sandra tinha a melhor campanha e o melhor ataque, com média de 3,69 gols por partida. Garantiu a vaga na Divisão Especial após eliminar o São Braz, vencendo os dois jogos das semifinais.

PRIMEIRO TEMPO: A decisão começou quente, tanto pelo sol que aparecia na capital, quanto pelo forte começo do Vila Sandra. Até os 10 minutos, os visitantes chegaram com perigo em duas oportunidades. Aos 4’ Geovane iniciou a jogada e entregou para Caíque; o camisa 10 tabelou com Djonatan e bateu da entrada da área, obrigando o goleiro Diogo a fazer a primeira boa defesa no jogo. Cinco minutos depois, Bambu aproveitou o vacilo da zaga do Hauer e finalizou na pequena área sem goleiro, mas a defensiva travou e impediu o primeiro gol do jogo.

Depois de tomar pressão, o time da casa deu a resposta. Em cobrança de falta, Vagner bateu de canhota no canto direito de Pantera, que foi buscar mandando a bola para escanteio. Aos 16’ Willian inverteu de lado e escapou pela esquerda, fez boa jogada individual e ingressou na área, batendo de canhota e tirando tinta da trave esquerda.

Após esses lances de perigo, o jogo continuou movimentado, mas sem muitas chances de gol. O que se via era muita disposição das equipes, jogadas em velocidade e contra-ataques desperdiçados para ambos os lados. As defesas estavam bem postadas e marcando forte, o que levou ao primeiro tempo terminar com o zero no placar.


SEGUNDO TEMPO: A segunda etapa, ao contrário da primeira, começou um pouco mais morna. O técnico marquinhos Franco já voltou do intervalo com uma alteração, na troca de centroavantes colocou Adriano no lugar de Bambu. Bastou apenas 8’ minutos para o camisa 15 mostrar a que veio: em cobrança de falta pela esquerda, Adriano ganhou da zaga de cabeça e mandou para o fundo do gol, deixando o Alvinegro em vantagem no marcador. O Vila Hauer não conseguia reagir após ter tomado o gol, ficou perdido em campo. Não conseguia atacar, mas, em compensação, se manteve firme na defesa. Isso mudou aos 24’ minutos, quando a estrela do artilheiro brilhou novamente. Adriano posicionou-se bem na área na cobrança de escanteio de Guilherme, e da marca do pênalti o camisa 15 testou a bola no canto esquerdo alto de Diogo, ampliando a vantagem.

Em busca de uma reação, o treinador da casa Kochan mexeu no esquema e lançou o time ao ataque. Aos 31 minutos, Valdick cruzou para Batata, que subiu mais que todo mundo e meteu a cabeça na bola, mas Pantera fez uma bela defesa com a mão esquerda. A tentativa de reação do Vila Hauer parou logo em seguida, quando Marcio Campina foi expulso por parar um contra-ataque do Vila Sandra com uma falta forte. Com um a mais o Alvinegro administrou sua vantagem, enquanto que o Tricolor seguia valente, mas com a desvantagem de jogadores ficou impossível chegar na meta de Pantera. Fim de jogo no Donato Gulin, Vila Sandra 2 x 0 Vila Hauer. A equipe da zona oeste tem a vantagem do empate para o jogo de volta, enquanto que o Hauer tem que vencer para levar a decisão para os pênaltis.


PRÓXIMA PARTIDA: No próximo sábado (1), o Vila Sandra receberá o Vila Hauer no Estádio Ozório Claudino de Barros, pelo segundo jogo da grande final.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

VILA HAUER: 1. Diogo; 2. Bolinha (14. Vagner), 3. Italiano, 4. Batata, 6. Luiz (15. Xuxa); 5. Marcio Campina, 8. Valdick (17. Trindade), 10. Teixeira; 7. Rick, 11. Willian (19. Anderson) e 9. Vagner (16. Diego). Técnico: Kochan.

VILA SANDRA: 1. Pantera; 2. Robinho, 3. Vinicius, 4. Pedro, 6. Adson (14. Nathan); 5. Guilherme (18. Thiago Maciel), 8. Geovane (17. Mineiro), 10. Caique (19. Sabão); 7. Maranhão (20. John), 11. Djonatan e 9. Banbú (15. Adriano). Técnico: Marquinhos Franco.

FICHA TÉCNICA – VILA HAUER 0X2 VILA SANDRA XXXXXXXX

GOLS: Adriano 2x, aos 8’ e aos 24’ do segundo tempo (Vila Sandra).
CA: Luiz, Diogo, Xuxa, Vagner, Trindade (Vila Hauer); Robinho (Vila Sandra).
CV: Marcio Campina (Vila Hauer).
ÁRBITRO: José Mendonça da Silva.
ASSISTENTES: Giovani Marlus de Oliveira Massoquetto (1) e Wesley Waldir Marmitt (2).
LOCAL: Donato Gulin, Curitiba.

REPORTAGEM DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.