PROPAGANDA

Londrina perde para o CRB e sonho do acesso fica distante

Gustavo Oliveira/Londrina
O Londrina perdeu para o CRB por 2 a 1 nesta sexta-feira (16), no Estádio do Café, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O Galo abriu o placar cedo com Willians Santana, mas viu o Londrina crescer e empatar com Dagoberto, artilheiro isolado do campeonato com 17 gols. Na segunda etapa, o CRB teve uma atuação defensiva de gala e, no contragolpe, Willians Santana colocou o time visitante na frente mais uma vez. O resultado faz o clube alagoano sair do Z-4 e respirar na competição. O Tubarão cai para a sétima posição e fica com chances remotas de garantir o acesso à Série A.


#SÉRIE B
Por @danielmunizs

PRÉ-JOGO: O Londrina, dono da melhor campanha no returno, chegou à 37ª rodada ainda sonhando com o acesso à Série A. Para isso, o Tubarão precisava vencer os dois últimos jogos e torcer por tropeços dos adversários. O escrete alviceleste apostava no bom retrospecto de oito vitórias seguidas no Estádio do Café para dar início a essa decisão de 180 minutos. O objetivo do CRB, adversário da vez, era escapar da zona do rebaixamento. O clube alagoano estava a um ponto do Paysandu, primeiro clube fora do Z-4, e confiava na sequência de três jogos sem perder para estragar o sonho do Londrina.
                                                                                          
O EMBATE: As duas equipes demonstravam, logo nos instantes iniciais da partida, um ritmo intenso, característico de equipes que ainda tinham objetivos a serem alcançados no campeonato. Quem se deu melhor, entretanto, foi o CRB, que conseguiu surpreender e abrir o placar aos 3 minutos. Paulinho, lateral esquerdo do Galo, aproveitou a desatenção dos adversários, avançou pela esquerda e fez um cruzamento em direção da pequena área. A bola encontrou Willians Santana que cabeceou no canto esquerdo, rente a trave, para abrir o placar no Estádio do Café.

O gol do CRB assustou o Tubarão, mas não o intimidou. A equipe da casa procurava criar jogadas pelo meio com Germano e Jardel gerenciando a posse de bola. Porém, o escrete alvirrubro tinha duas linhas de quatro muito compactas e explorava a força física de seus defensores tornando difícil a vida do leve ataque londrinense composto por Felipe Marques, Dagoberto e Paulinho Moccelin. Aos 13 minutos, Paulinho Moccelin fez boa jogada pelo meio, tocou para Higor Leite, que ajeitou e rolou para Lucas Ramon. O lateral londrinense bateu de primeira no canto esquerdo e João Carlos, arqueiro do Galo, espalmou para escanteio. No minuto 15, Germano aproveitou o rebote da finalização de Felipe Marques e tentou um chute de fora da área. A bola viajou da esquerda para direita, carimbou a trave e saiu pela linha de fundo.

Dagoberto, aos 23 minutos, recebeu um lançamento na área. O artilheiro foi dominar a bola, mas foi calçado por Everton Sena. O árbitro não teve dúvidas e assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Dagoberto chutou rasteiro no canto direito, sem chances para o goleiro, e deixou tudo igual no Estádio do Café. O Tubarão apostava na ligação direta, com muitos lançamentos para os pontas que não conseguiam escapar da linha defensiva do CRB. O time da casa ainda teve chances de virar a partida na primeira etapa com Higor Leite, mas faltou pontaria para balançar as redes. Aos 44 minutos, foi a vez do Galo tentar mais um gol. Em cobrança de falta, Paulinho lançou para Everton Sena, que tentou o cruzamento. A bola desviou na defesa do Londrina e Vagner teve que se esticar para afastar o perigo.

Gustavo Oliveira/Londrina
A segunda etapa começou no mesmo ritmo do fim do primeiro tempo. O Londrina tentando passes em profundidade e a defesa do CRB afastando o perigo sem maiores dificuldades. Quando recuperava a bola, o Galo tentava acionar os pontas Willians Santana e Iago, que preenchiam os espaços deixados pelos laterais do Tubarão. O Londrina quase fez o segundo gol aos 9 minutos com Felipe Marques. Dirceu, do campo defensivo, fez um lançamento e o ponta esquerda dominou na entrada da área, avançou, limpou o marcador, perdeu o equilíbrio e bateu fraco nas mãos de João Marcos.

A forte e quase impecável marcação do CRB cansava o Londrina, que ia encontrando mais dificuldades para romper as linhas adversárias. Aos 29 minutos, Germano recebeu passe de Sávio e, da linha de fundo, cruzou para a segunda trave. A bola ia sobrar para Thiago Ribeiro na pequena área, mas Higor Leite chegou primeiro e desperdiçou a chance, chutando forte e direção. E, no minuto seguinte, o CRB fez o segundo gol. Luiz Otávio avançou pela direita e cruzou na área. Lucas Ramon se atrapalhou e Willians Santana que finalizou de voleio. A bola ainda desviou em Leandro Almeida, impossibilitando a defesa de Vagner.

Nos minutos finais, o Tubarão se lançou ao ataque e quase empatou com Thiago Ribeiro. Carlos Henrique lançou em direção à segunda trave e o camisa 21 bateu cruzado, mas João Marcos, no reflexo, defendeu. Já nos acréscimos, o Londrina teve mais duas chances de gol. Primeiro com Dagoberto aos 47 minutos. O artilheiro aproveitou a sobra e, de fora da área, bateu chapado na bola, mas João Marcos estava atento e conseguiu defender. E no minuto seguinte, Dagoberto cobrou escanteio fechado na primeira trave. Lucas Ramon desviou de cabeça e João Marcos, mais uma vez, fez um milagre, salvou o CRB e deixou o Londrina longe do sonho do acesso à Série A.

PRÓXIMA PARTIDA: Na última rodada do Campeonato Brasileiro Série B de 2018, o Londrina viaja a Campinas para enfrentar o Guarani. Enquanto isso, o CRB retorna a Maceió e enfrenta o Figueirense em casa. Ambas partidas estão marcadas para o próximo sábado (24), às 17 horas.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

LONDRINA: 1. Vagner; 2. Lucas Ramon, 3. Dirceu (13. Matheus Mancini), 4. Leandro Almeida, 6. Sávio; 5. Jardel, 8. Germano, 11. Higor Leite (19. Carlos Henrique); 7. Paulinho Moccelin (21. Thiago Ribeiro), 9. Felipe Marques, 10. Dagoberto. TEC: Roberto Fonseca.

CRB: 1. João Marcos; 3. Everton Sena, 21. Wellington Carvalho, 4. Anderson Conceição, 6. Paulinho; 2. Tinga, 5. Claudinei; 7. Willians Santana (13. Lázaro), 16. Leilson (14. Luiz Otávio), 15. Rafael Carioca (8. Renan Oliveira), 11. Iago.  TEC: Roberto Fernandes.

FICHA TÉCNICA – LONDRINA 1 X 2 CRB XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS:  Dagoberto, aos 26 minutos do 1º tempo (Londrina) | Willians Santana, aos 3 minutos do 1º tempo e aos 36 do segundo tempo (CRB)
CA: Leandro Almeida (Londrina) | Wellington Carvalho, Leilson e Rafael Carioca (CRB)
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique
ASSISTENTES: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha
LOCAL: Estádio do Café, em Londrina
PÚBLICO TOTAL: 24.225 pessoas. | RENDA: R$264.166,00
drap
Tecnologia do Blogger.