PROPAGANDA

[JUVENIL] União Ahú vence o Bairro Alto nos pênaltis e está na final da série prata


Na tarde do último sábado (17), o União Ahú recebeu o Bairro Alto no Estádio José Drulla Sobrino, em Curitiba. O confronto foi válido pela da semifinal da série prata da Suburbana 2018 - categoria juvenil. Na ida o jogo terminou empatado em 1 a 1. No reencontro, o empate persistiu, mas dessa vez em 0 a 0. Então, a decisão foi para as penalidades. Não deu outra, brilhou a estrela do goleiro Bernardo, que entrou no intervalo, pegou dois pênaltis e colocou o União Ahú na final da competição.

#JUVENIL
Por Adson Lima

PRÉ JOGO: Classificados pelo grupo B na primeira fase, Ahú e Bairro Alto realizaram o jogo de volta no Estádio José Drulla Sobrinho para decidir quem garantiria a vaga na final da categoria juvenil de 2018. A primeira partida entre as duas equipes terminou empatada em 1 a 1, no Estádio Ozório Claudino de Barros, em Curitiba. O Ahú foi a equipe que se classificou com a pior campanha na primeira fase e tem a pior defesa entre os postulantes ao título, com 21 gols tomados até então, mas desponta como uma surpresa e final é realidade. A equipe despachou o Tanguá nas quartas de final, com um empate e uma vitória. Pelo lado adversário, o Bairro Alto é a equipe que anotou mais gols no certame, com 32, média próxima à três gols por partida e ainda segue invicta com 6 vitórias e 5 empates. O time ainda é destaque pela boa disciplina: é quem levou menos cartões, com apenas 5 até o momento, sendo todos amarelos.

O EMBATE: Desde os primeiros toques na bola, as equipes já tinham percebido que não haveria moleza para nenhum lado. Em busca da vitória, os escretes saiaram para o jogo. Mas, ficaram nas defesas adversárias. Ou seja, não possibilitaram chances claras de gols. Esse cenário persistiu durante o primeiro tempo inteiro. A se destacar na primeira etapa, em que a roubada de bola de Danilo aos 30' minutos, pois a zaga do Ahú foi proteger a bola para ganhar o tiro de meta e o  camisa 11 do Bairro Alto foi mais esperto, roubou a bola e finalizou. Por pouco conseguiu acertar a meta do gol. Minutos depois, aos 34', o Ahú respondeu. Eduardo fez boa jogada pela direita e cruzou na área para André Luiz, livre, o camisa 5 mandou por cima do gol. Finalizando a primeira etapa, sem muito trabalho para os dois goleiros.


O intervalo animou as equipes, que voltaram melhores para a segunda etapa. Fazendo um jogo mais aberto e com mais velocidade. A se destacar as mudanças feitas pelo técnico do Ahú, Fernando Prado, rm que colocou um centroavante e um meio campo para dar mais consistência na sua equipe. Mas quem chegou perto do primeiro gol adversário foi o Bairro Alto. Aos 12' minutos, João fez boa jogada pela direita e suspendeu a bola na área para a chegada de Eder, o camisa 9 subiu mais que todo mundo e mandou de cabeça, quase surpreendeu o arqueiro do União Ahú. Em outra chegada do Bairro alto, o zagueiro Vinicius se aventurou na área adversária em uma cobrança de escanteio, aproveitando sua estatura, e de cabeça quase inaugurou o placar.

Devido a isso, o escrete do União Ahú não conseguiu mais ameaçar seu adversário e ainda viu o Bairro Alto aumentar muito seu volume de jogo, estando rondando a todo momento a área do Ahú. Porém, pecou muito nas finalizações. Com isso, o escrete visitante não conseguiu balançar as redes. Mesmo tentando nas bolas paradas e nos cruzamentos na área, mas sem sucesso. Como o empate em 0 a 0, a decisão foi para os pênaltis.

PÊNALTIS: O União Ahú abriu a série com Eduardo Gabriel, que na sua cobrança parou no goleiro Kaio. Na sequência, Gabriel, André Luiz, Patrick e Rafael bateram e converteram, fechando a série pelo lado do Ahú. Do outro lado, o Bairro Alto iniciou batendo com Lucas, depois bateu João, Gabriel e Eder, todos converteram, na 5ª cobrança Vinicius bateu e o goleiro defendeu. Com o empate, as cobranças foram para as alternadas, Leonardo e Cauê anotaram para o Ahú. Do lado do Bairro Alto, Danilo Ferreira marcou. Mas Vitor parou no goleiro Bernardo, que foi o herói do União Ahú na decisão.


PRÓXIMA RODADA: A equipe do União irá desafiar o time do Nacional na final do certame. O escrete do bairro do Boqueirão eliminou o Vila Torres na outra chave da semifinal.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

União Ahú: 1. Vinicius (20. Bernardo); 2. Leonardo, 3. Patrick, 4. Gabriel, 6. Israel (14. Wellerson); 5. Andre Luiz, 17. Khaue, 8. João Victor (18. Rafael) , 10. Eduardo Gabriel; 7. Eduardo da Luz (9. Iago) e 11. Kevin (15. Lucas). Técnico: Fernando Prado.

Bairro Alto: 1. Kaio; 2. Thiago, 3. Danillo, 4. Vinicius, 6. Marcelo (13. Vitor); 5. Matheus, 7. Pedro (14. João), 8. Lucas; 10. Gabriel, 11. Danilo Ferreira e 9. Eder. Técnico: João Fagunde.

FICHA TÉCNICA União Ahú 0  X 0 Bairro Alto XXXXXXXXXX

CA: Leonardo (União Ahú), Matheus e Eder (Bairro Alto).
ARBITRAGEM: Cleberton Pance da Silva.
ASSISTENTES: Remy Neves Stephan Moro (1) e Daniel Cotrin de Carvalho.
LOCAL: José Drulla Sobrinho, Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


drap
Tecnologia do Blogger.