PROPAGANDA

Iguaçu chega à final da Suburbana com 17 jogos de invencibilidade no certame


Neste sábado (1), teremos o pontapé inicial da decisão da 78ª edição do Campeonato Amador da Capital, a querida Suburbana. Assim como no ano passado, a final será um Clássico da Polenta entre Iguaçu e Trieste. Pelo lado Alvinegro, mesmo com a má campanha no Sul Brasileiro, a expectativa é de manter a hegemonia no município e uma invencibilidade na Divisão Especial que já dura mais de um ano.

#PRÉ-JOGO

Sábado, 25 de novembro de 2017. Essa foi a última vez que o Galo Alvinegro perdeu um jogo de Suburbana, justamente contra o Trieste na primeira partida da decisão do ano passado. De lá pra cá, a equipe reverteu o confronto e fez um 2018 histórico, com título da Taça Paraná e uma campanha impecável no campeonato citadino. O Iguaçu assumiu a liderança já na estreia, e até esse primeiro jogo decisivo só deixou de ocupar a ponta após a oitava rodada, quando empatou com o Santíssima Trindade e o rival Trieste goleou o Uberlândia. No entanto, o Galo reassumiu o primeiro lugar já na semana seguinte, vencendo o Clássico da Polenta em seus domínios.

Após uma primeira fase segura, o time venceu os dois confrontos contra o Nova Orleans nas quartas e, embora tenha se enroscado na segunda partida, eliminou o Novo Mundo nas semifinais, com direito a um 3 a 0 em plena Arena Vermelha. Considerando a campanha até as semifinais, o Alvinegro de 2018 supera os campeões de 2016 e 2017, acumulando 33 pontos até aqui (contra 27 e 28, respectivamente). O sistema defensivo segue como a fortaleza do time, visto que sofreu apenas 12 gols em 15 jogos. Lá na frente, o ataque foi mais efetivo em relação ao ano passado, marcando 27 gols até agora (em 2017, foram 20 até a decisão).

Com tantos números positivos, existe algo que pode atrapalhar o Iguaçu na decisão? O fator que pode desestabilizar a equipe é o atual momento que o Alvinegro passa. O Galo vivia a expectativa de fazer um bom Sul Brasileiro em Nova Veneza, mas o time foi o lanterna do certame, marcando apenas um gol em três jogos e passando longe de obter uma vitória. Na volta, o time ficou no empate com o Novo Mundo, correndo o risco de ter que decidir a vaga nos pênaltis.

Resta saber se o experiente elenco alvinegro conseguirá virar a chave para buscar o tricampeonato da Suburbana. Os números mostram que é possível, mas teremos que esperar até o apito inicial para descobrir.

MAGAZINE DA SUBURBANA 2018 XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


drap
Tecnologia do Blogger.