PROPAGANDA

[AMADOR PG] América vence Metalurgente por 3 a 0 e conquista o título do Amador


 América Pontagrossense e Metalurgente se enfrentaram na manhã deste Domingo (11), em duelo válido pelo jogo de volta da decisão do Campeonato Amador de Ponta Grossa. A partida realizada no Estádio Miró de Freitas terminou com vitória dos mandantes por 3 a 0. Com o resultado, o América fatura seu 28º título da Liga de forma invicta. Do outro lado, o Metalurgente encerra sua participação no certame após uma campanha bastante regular ao longo da temporada.

#AMADOR PG
Por Allyson Santos

PRÉ-JOGO: Após um primeiro embate eletrizante no último domingo, América e Metalurgente voltaram a medir forças pelo título da Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa. A primeira partida terminou empatada em 2 a 2, ou seja, qualquer triunfo simples daria o troféu ao escrete vencedor. O time mandante tinha de pôr mais uma vez à prova o bom futebol demonstrado até aqui. Dono de uma campanha invicta, o América teria de superar a sólida equipe do Metalurgente. Os Rubro-negros chegavam ao Miró de Freitas inspirados pela reação do primeiro jogo, onde conquistaram o precioso empate com um jogador a menos. Os metalúrgicos confiavam em seu forte poderio defensivo para frear os donos da casa e conquistar o título
PRIMEIRO TEMPO: O início do embate foi marcado pela intensa postura ofensiva do América. Os donos da casa trocam passes em velocidade no campo adversário para tentar vencer a forte marcação metalúrgica. Já o time rubro-negro permaneceu recuado, apostando em ligações diretas para levar perigo à meta defendida por Manco. A estratégia do Metalurgente passava por duas linhas defensivas bem posicionadas, que dificultavam as investidas do América. O visível entrosamento da zaga e os pontas puxando contra-ataques em velocidade foram alguns méritos positivos da equipe montada por José Sabino.
Com dois atacantes mais avançados e uma duplas de meias criativos, os americanos investiam seus ataques pelos flancos. Em cobrança de falta pelo lado direito, aos 15’ jogados, o lateral-direito Henrique Lemes cobrou falta com perigo na direção do gol. Bem posicionado, o arqueiro do Metalurgente fez boa defesa na pequena área. A pressão alvirrubra começava a surtir efeito quando aos vinte minutos decorridos, Luis Felipe recebeu lançamento em velocidade dentro da área e finalizou em cima da marcação. A bola permaneceu viva na intermediária. Rodrigo chutou firme no rebote e a zaga demonstrou disposição para afastar o perigo mais uma vez.
Na sequência, em jogada bem trabalhada pela direita, Alysson e Leonardo Junior conseguiram boa tabela na linha de fundo. O volante saiu cara a cara com Júlio Cesar, e obriga o goleiro a fazer linda defesa no reflexo, impedindo o que seria o primeiro tento americano. A equipe da casa dominou as ações no o primeiro tempo e por pouco não abriu o placar quando Luis Felipe pegou rebote da defesa metalúrgica e arriscou chute de muito longe. A bola explodiu no travessão.
Com poucos espaços deixados pelo escrete rubro-negro, o América passou a arriscar finalizações de média e longa distância. Aos 40’, o volante Edilson recebeu passe na faixa central do campo a bateu em direção à meta adversária. A bola desvia em Josemar e morre no canto direito das redes do Metalurgente. O 1 a 0 não diminuiu a pressão dos donos da casa. Aos 49’, Alysson recebeu passe em profundidade nas costas da zaga e obrigou o goleiro a realizar mais uma grande defesa no mano a mano.

SEGUNDO TEMPO: O Metalurgente retornou dos vestiários mais ofensivo. Acionando seus alas, os visitantes subiram suas linhas defensivas para pressionar o América pelo tento de empate. Enquanto isso os alvirrubros tentavam cadenciar a partida e travavam bem as investidas metalúrgicas. A busca do adversário pelo gol cedia espaços ao América. Aos 10’, o camisa 9 recebeu livre na área e finalizou à direita do gol, por pouco não ampliando o placar.
A bola parada foi uma das principais armas do Metalurgente na segunda etapa. Em cobrança de escanteio aos 17’, o zagueiro Erickson subiu mais alto que a marcação e testou na direção do ângulo esquerdo do goleiro Manco. A bola belisca o travessão e sai pela linha de fundo. Em mais um levantamento pela direita, Claudinei cruza a bola com efeito na área e por pouco não encobre o goleiro americano. A resposta do escrete da casa veio com Willian, que cabeceou firme com liberdade na pequena área. A bola passa por cima da meta adversária.
A partir dos 30’ decorridos, o Metalurgente se lançou ao ataque para o tudo ou nada. Com uma série de levantamentos na área, o América se defendia bem e esperava um contra-ataque para consolidar a vitória. Aos 35’ decorridos, Leonardo Américo recebeu passe em velocidade no meio campo, venceu a marcação e tocou na saída do goleiro para ampliar o placar. Após o gol, o Metalurgente se desorganiza defensivamente no desespero de tentar diminuir a vantagem americana. Aos 47’, o atacante Alisson Freitas deu números finais à partida após recuperar a bola em erro de passe do goleiro e tocar para o gol vazio. O América conquista o título do Campeonato Amador de Ponta Grossa com uma campanha invicta.

PRÓXIMO JOGO: Com o encerramento da temporada 2018, as equipes iniciam a preparação para a próxima edição da Liga de Futebol Amador.
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
AMÉRICA: 1-Fabiano Manco; 2-Henrique Lemes (20-Leandro); 3-Vilmar; 4-Willian; 5-Leonardo Américo (21-Alisson Freitas); 6-Rafael Santos; 7-Edilson; 8-Ivan; 9-Alysson (17-Valdinei Galvão); 10-Rodrigo (16-Fabrício Lemes); 11-Luis Felipe (25-Fabrício Bastos). Tec: Waltemir Franckievicz.
METALURGENTE: 12-Júlio César (1-Willian Michel); 2-Claudinei (16-Lucas Andrade); 3-Josemar (18-Kristian); 4-Erickson; 5-Rodrigo Machado; 6-Ezequiel; 7-Meiry Júnior; 8-Michael Jackson (13-Cliceu Moleta); 9-Edson (20-Leandro); 10-Diego Siqueira; 11-Eduardo (17-Marcos Vinícius). Tec: José Sabino
FICHA TÉCNICA – AMÉRICA 3 X 0 METALURGENTE XXXXXXXXXXXXX
GOLS: Edilson, Leonardo e Alisson (APFC)
CA: Henrique Lemes, Willian e Rodrigo (APFC) Josemar, Erickson, Ezequiel, Michael Lima, Eduardo e Meiry Jr. (MET)
ÁRBITRO: Gustavo Baggio Ratti
ASSISTENTES: Amazonas Mendes Filho (1) e Antônio Cesar Dutra (2)
LOCAL: Estádio Miró de Freitas, em Ponta Grossa.
drap
Tecnologia do Blogger.