PROPAGANDA

[JUVENIL] Em jogo de tempos distintos, União Ahú supera Tanguá e sai em vantagem nas quartas de final da Série B


Na tarde deste sábado (20), Tanguá e União Ahú disputaram, no Estádio Monte Bérico, a primeira partida das quartas de finais da Divisão de Acesso do Campeonato Amador  de Curitiba – Categoria Juvenil. No primeiro tempo, o Tanguá se saiu melhor e teve mais oportunidades de gol, mas na etapa complementar o União Ahú equilibrou as ações e venceu por 1 a 0.


#JUVENIL 2018

PRÉ JOGO: Na primeira fase do certame, ambas as equipes terminaram em 4º lugar, o que não faria com que se enfrentassem nas quartas de final. No entanto, a Federação Paranaense de Futebol usou como critério de chaveamento dos confrontos a posição das equipes na categoria adulta e, por isso, os times tiveram de estudar quem seriam seus novos adversários. Em relação ao saldo de gols, o Tanguá tinha uma ótima vantagem frente ao seu oponente por 20 gols de diferença, porém, o número de vitórias era o mesmo e o número de derrotas muito próximo. Com isso, a sensação era de que seria um embate muito interessante para analisar as mudanças nos desempenhos dos clubes.

PRIMEIRO TEMPO: O início da partida foi marcado pelo nervosismo dos atletas em chegarem às quartas de finais, o que interferia na criação das jogadas e na precisão dos arremates. Apesar disso, quem detinha mais posse de bola era o time mandante, que trabalhava melhor dentro de campo e criava mais oportunidades. Entre os minutos 8’ e 9’, Gustavo Moura teve duas chances reais de abrir o placar para o rubro-negro. A primeira foi quando recebeu a bola de Gabriel Gonçalves, mas chutou para fora. A segunda também foi ela linha de fundo, dessa vez em uma cabeçada após lance de escanteio.

Com 19' jogados, mais uma vez o Tanguá perdeu chance inacreditável de sair na frente. Gustavo Moura e Gabriel Gonçalves estavam novamente na jogada, mas foi o camisa 11 que enxergou Cleberson entrando sozinho na área e enfiou para que ele chutasse, porém o camisa 7 pegou de primeira e mandou a bola para fora. O União Ahú tentou revidar e se aproveitar das falhas do adversário. Aos 23', o time que jogava de amarelo teve uma falta a favor na intermediária. Ao ser cobrada, a bola desviou na zaga e Iago saiu cara a cara com o goleiro; mesmo dando só um toquinho, o chute foi pela linha de fundo.

Até os 35', ainda era o Tanguá quem dominava mais o jogo. Em outra oportunidade, André Vitor recebeu um ótimo lançamento e saiu de frente para o arqueiro da equipe adversária. Ele forçou o chute na intenção da bola entrar no ângulo, mas a zaga conseguiu cortar. Caprichosamente, o rebote caiu em seus pés, mas o novo chute também não entrou. Poucas finalizações aconteceram nos minutos finais, fazendo com que o placar permanecesse zerado até o intervalo.


SEGUNDO TEMPO: A segunda etapa começou mais faltosa, visto que três infrações já haviam sido apitadas em menos de cinco minutos. A primeira grande chance foi para o União Ahú, quando Gabriel Araújo chutou da lateral direita do campo direto para o gol e, por pouco, André não conseguiu mandar para dentro. A resposta do Tanguá ocorreu aos 7', quando Gustavo Passos encheu o pé na esperança de acertar a meta, o que não aconteceu porque a bola subiu demais. Dois minutos depois, a pressão aumentou dentro da área rubro-negra. Em um bate e rebate dentro da área, entre muitos chutes e rebotes, Guilherme Moreira teve que defender diversas vezes seguidas, impedindo o adversário de marcar. Aos 19', o time que jogava de amarelo teve nova chance em mais um lance de bola parada, quando Eduardo Gava mandou direto para o gol, mas o chute foi muito alto e a bola passou por cima da trave.

O União Ahú cresceu no jogo e teve uma atuação bem superior a do primeiro tempo. Com 32', Iago conseguiu ficar frente a frente com o goleiro e, se ele não tivesse caído para segurar o chute do atacante, teria saído o primeiro gol da partida. No entanto, essa oportunidade ficou para Khaue que, dois minutos depois, mandou um balaço e não deu chances para Guilherme Moreira defender. Por conta do primeiro gol, o time visitante cresceu ainda mais em relação ao Tanguá e teve chances de marcar o segundo, mas, apesar da pressão, o resultado ficou mesmo em União Ahú 1x0 Tanguá.


PRÓXIMA RODADA: Na próxima rodada, os dois times fazem o jogo de volta, dessa vez, no Estádio Elba de Pádua Lima, no Capão Raso, às 13h30.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

TANGUÁ: 1 Guilherme Moreira; 2 Kesley; 3 Wesley; 4 Ruan José; 5 Renê; 6 André Luis; 7 Cleberson; 8 André Vitor; 9 Gustavo Moura; 10 Gustavo Passos; 11 Gabriel Gonçalves Téc. Christian Luiz Kus.
Reservas: 13 Arthur; 14 Augusto; 15 Pedro Henrique.

UNIÃO AHÚ: 80 Vinicius; 2 Leonardo; 3 Patrick; 4 Gabriel Araujo; 5 André; 8 João Victor; 9 Khaue; 14 Iago; 15 Israel; 16 Rafael 17 Kevin. Téc. Fernando Prado.
Reservas: 1 Bernardo; 6 Eduardo; 7 Lucas Henrique; 10 Eduardo Gava; 13 João Costa; 18 Wellerson; 21 Antonio.

FICHA TÉCNICA TANGUÁ 0 X 1 UNIÃO AHÚ XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Khaue aos 32' do 2ºT (União Ahú).
CA: Wesley (Tanguá); Israel e Gabriel Araujo (União Ahú).
ARBITRAGEM: Adelmo Ferreira dos Santos.
ASSISTENTES: Roberto Rivelino dos Santos Jr. (1) e Weber Felipe Silva (2).
LOCAL: Estádio Monte Bérico, Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.