PROPAGANDA

[FEMININO] Marcada por duelos regionais, primeira rodada do returno pode ser determinante para as pretensões das equipes


Neste sábado (10), a bola rola para a primeira rodada do returno do Campeonato Paranaense de Futebol Feminino. Com o Foz Cataratas já garantido na elite nacional de 2019, as outras três equipes lutam pela vaga à série A2. Se por um lado uma vitória do Toledo pode fazer com que o clube se distancie dos adversários, por outro um tropeço pode embolar a disputa com os times da região de Curitiba, que se enfrentam em um duelo chave no certame.

#PRÉ-JOGO

Com três rodadas já disputadas, o torneio registrou 40 bolas na rede em seis embates, média de quase sete gols por partida. Com o Foz Cataratas sendo o único invicto até aqui, a competição não registrou nenhum empate, com os mandantes tendo predomínio no número de vitórias (foram cinco contra um triunfo de um time visitante). Confira os embates da quarta rodada do Campeonato Paranaense Feminino de 2018.


Toledo (2°) x Foz Cataratas (1°) – Estádio 14 de Dezembro
O duelo entre as equipes do oeste do estado será o primeiro jogo do Foz como visitante. A campanha do clube da fronteira no turno foi impecável, com 24 gols marcados e nenhum sofrido nas três vitórias que obteve no estádio Pedro basso. As destaques do time são as artilheiras do certame, a volante paraguaia Veronica Riveros (autora de sete gols) e a atacante Pâmela (com seis gols marcados). 

Já o Toledo vem de duas vitórias seguidas, triunfos importantes contra os adversários na luta pela vaga à série A2, e agora busca roubar pontos do Foz para se distanciar de Grecal e Imperial. Nos dois confrontos diretos o time demonstrou poder de reação, visto que em ambas as oportunidades a equipe do técnico Jaime Lira saiu atrás e virou o placar. No turno, o Foz venceu o Toledo por 6 a 0.

Grecal (3º) x Imperial (4º) – Estádio Monte Bérico
A partida entre os times da região de Curitiba promete ser um divisor de águas na competição. O escrete campo-larguense busca vencer e contar com uma vitória do Foz para igualar a pontuação do Toledo, enquanto que o clube do Mossunguê precisa dos três pontos para seguir com chances de classificação – visto que foram três derrotas no turno. As duas equipes precisam corrigir os sistemas defensivos, que tomaram 14 (Grecal) e 16 (Imperial) gols em três jogos. 

Pelo lado ofensivo, o elenco curitibano apresenta um equilíbrio nas atletas que balançaram as redes, enquanto que o Grecal coloca suas fichas na camisa 10 Raquel, autora de quatro dos cinco gols da equipe no campeonato. No turno, o Grecal venceu o Imperial por 4 a 1 no estádio Octavio Silvio Nicco.


A equipe DRAP estará presente no estádio Monte Bérico para acompanhar o duelo entre Grecal e Imperial. A partida acontece na casa do Flamengo porque o time masculino estará jogando no mesmo horário no Atílio Gionedis, contra o Cambé pela Terceira Divisão Paranaense.
drap
Tecnologia do Blogger.