PROPAGANDA

[JUVENIL] Com um a menos em quase toda a segunda etapa, Capão Raso segura empate contra Orleans


Nova Orleans e Capão Raso se enfrentaram neste sábado (15) no estádio José Drulla Sobrinho pela sétima rodada da Divisão Especial da Suburbana – categoria juvenil. Após um primeiro tempo eletrizante, com quatro gols marcados em menos de 25 minutos, a chuva caiu e dificultou as estratégias das equipes. O empate em 2 a 2 foi melhor para o Capão, que teve um atleta expulso aos seis minutos da etapa complementar.

#SUBURBANA 2018

PRÉ-JOGO: O duelo reunia duas equipes que estavam na zona de classificação e que viviam momentos semelhantes. Dono da melhor defesa do certame até então, com cinco gols sofridos, o Nova Orleans goleou o Iguaçu e quebrou um jejum de três jogos sem vencer. Já o Capão venceu o Imperial em casa e acabou com uma sequência de duas partidas sem triunfos. O Alviverde estava na terceira posição, enquanto que o Tricolor era o sétimo.

PRIMEIRO TEMPO: O jogo começou com a equipe visitante mais presente no campo de ataque, tanto que abriu o placar aos nove minutos. Após cruzamento da direita, Alexandre pegou de primeira e acertou o canto esquerdo da meta. Jogando em casa, o Alviverde não se abateu e usou a cabeça para virar em menos de dois minutos. Primeiro, aos 12’, bola lançada da canhota e João Vitor testou no ângulo direito de Eduardo Antonio. Depois, aos 14’, Proença apareceu no meio da área e cabeceou no canto esquerdo para fazer 2 a 1 Orleans. A partir daí as duas equipes passaram a trabalhar a bola para alcançar o gol, fazendo com que o jogo ficasse movimentado. Prova disso é que aos 22’ Alexandre apareceu na área novamente, mas dessa vez ao antecipar a bola sofreu falta dentro da área. Ruan cobrou o pênalti e igualou o marcador.

Próximo dos 30 minutos de partida, o atacante do UNO Mateus Yohan teve duas chances boas de marcar. Na primeira, ele avançou pela direita, cruzou e o desvio da zaga obrigou o goleiro Eduardo Antonio a se esticar pra defender. No segundo lance, ele foi lançado pela esquerda e chutou cruzado, mas o arqueiro espalmou. O Alviverde seguia pressionando, e a última chance do primeiro tempo aconteceu aos 38’: Vinicius Felicio foi lançado, tirou do goleiro e arrematou, mas Ryan apareceu em cima da linha para evitar o terceiro gol dos mandantes. A expectativa era de que o bom nível do primeiro tempo permanecesse na etapa final.


SEGUNDO TEMPO: Na volta do intervalo, uma visitante indigesta chegou ao José Drulla Sobrinho: a chuva. Ela dificultou as jogadas de velocidade das duas equipes e possibilitou mais disputas ríspidas pela bola. A mais emblemática aconteceu aos 6’, quando Ryan acabou levando cartão vermelho direto. A inferioridade numérica fez com que o rendimento ofensivo do Capão caísse muito, já que não havia alguém que pudesse trazer a bola até a área adversária. Já o Orleans não conseguiu traduzir o fato de ter um jogador a mais em chances de gol nos primeiros 25 minutos, a equipe não conseguia arrematar.

A comissão técnica alviverde mexeu, tirando um volante para a entrada de mais um homem de frente. O time cresceu em volume de jogo e teve duas chances claras com o lateral Luiz Felipe, uma aos 28’ e outra aos 42’. Na primeira, ele apareceu livre na área, mas o chute acertou a trave esquerda. Na segunda, cobrou falta frontal e o travessão “salvou” o Capão, sendo que no rebote Vinicius Fernandes isolou a bola com o gol aberto. Não havia tempo para outras oportunidades: no José Drulla Sobrinho, Nova Orleans 2 x 2 Capão Raso.


PRÓXIMA RODADA: No próximo sábado (22) o Alviverde recebe o Novo Mundo, enquanto que o Capão enfrenta o Pilarzinho no José Carlos de Oliveira Sobrinho.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

NOVA ORLEANS: 1 Vinicius Santos; 2 Gustavo (16 Matheus Machado), 3 Guilherme, 4 Arthur (14 Rafael Alves) e 6 Luiz Felipe; 5 Edu (18 Vinicius Fernandes), 8 Proença (17 Felipe), 7 João Vitor e 10 Mauro (15 Robert); 11 Vinicius Felicio e 9 Mateus Yohan. Técnico: Lucas Garrett (o auxiliar Carlos Renato esteve à beira do gramado).

CAPÃO RASO: 1 Eduardo Antonio; 2 Ygor, 3 Jairo, 4 Samuel e 6 Victor (16  Vambasther); 5  Matheus Ribeiro, 8 Carlos (14 Eduardo do Prado), 7 Guilherme e 10 Alexandre (15 Matheus Nunes); 17 Ryan e 9 Ruan. Técnico: Ryan Marsoleki.

FICHA TÉCNICA: NOVA ORLEANS 2 X 2 CAPÃO RASO XXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Alexandre aos 9’ e Ruan aos 22’ do 1°T (Capão Raso); João Vitor aos 12’ e Proença aos 14’ do 1ºT (Nova Orleans).
CA: Proença (Nova Orleans); Guilherme, Matheus Nunes, Matheus Ribeiro e Ygor (Capão Raso).
CV: Ryan (Capão Raso).
ÁRBITRO: Anderson Ribeiro Campos.
ASSISTENTES: André Assunção Estevan (1) e Heitor Alex Eurich (2).
LOCAL: Estádio José Drulla Sobrinho, em Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


drap
Tecnologia do Blogger.