PROPAGANDA

[SUB 20] De virada, Coritiba vence o Vasco na estreia da segunda fase do Brasileirão

Foto: Cleiton da Cruz/Agência DRAP
Na tarde desta quinta-feira (09), o Coritiba recebeu o Vasco na abertura da segunda fase do Brasileirão Sub 20. Os cariocas aproveitaram a primeira etapa para abrir 2 a 0 no placar. Na etapa final, Mozart fez três alterações e, com gols de Anderson, Igor Paixão e Tallyson Lalau conseguiu a vitória na estreia dessa fase por 3 a 2.

#BRASILEIRO SUB-20
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO: No grupo dos cariocas que tem o Coritiba como intruso, o Alviverde recebeu o Vasco da Gama na abertura da segunda fase do Campeonato Brasileiro Sub 20. O Verdão passou em segundo do Grupo C, ficando atrás apenas do Vitória. Já os cariocas passaram na liderança do Grupo A.

O EMBATE – Quem começou a partida indo para cima foram os visitantes. Logo no primeiro minuto Marrony inverteu bola da esquerda para Hugo Borges, que dominou e acertou a trave. A partida ficou muito amarrada, com muitos erros de passe. O time da Colina seguiu em cima e abriu o marcador, aos 19’. Lucas Santos recuperou bola na esquerda, tocou para Dudu, que chutou em cima de Bruno Bertinato, que acabou dando rebote e Hugo Borges não perdoou.

A primeira oportunidade do Coxa foi só aos 34 minutos, quando Anderson arriscou de fora por cima do gol. Os cariocas responderam no minuto seguinte, com Marrony invadindo a área e acertando o travessão. Aos 40’ o Vasco chegou ao segundo gol. Dudu ajeitou de longe, aproveitou o sol contra Bruno Bertinato e o vento ao seu favor, e mandou no ângulo, marcando um golaço no Couto Pereira.


Foto: Cleiton da Cruz/Agência DRAP
O técnico Mozart voltou do intervalo com quatro mudanças, colocando Vinicius Araújo, Matheus Bueno e Willian Nascimento, que jogaram terça pelo time de Aspirantes, e Tallyson Lalau, que voltou atuar depois de ficar um longo tempo ausente dos gramados. O Coxa voltou pressionando e logo aos quatro minutos diminuiu. Após cobrança de escanteio de Igor Paixão, Anderson testou firme no ângulo. O Vasco não desligou e foi em busca do terceiro gol. Aos dez minutos Lucas Santos fez boa jogada pela esquerda e tocou para Marrony, que parou em Bruno Bertinato. Dois minutos depois foi a vez de o próprio Lucas arriscar e parar no goleiro alviverde.

O Coxa continuou em cima e conseguiu chegar ao empate. Aos 16 minutos Matheus Bueno lançou Anderson, que, na linha de fundo, cruzou para Igor Paixão, que chapou bonito e balançou as redes. Dez minutos depois Matheus Bueno fez grande jogada pela esquerda e cruzou para a área, a bola chegou em Tallyson Lalau, que, em sua volta, aproveitou e virou o placar. O Vasco não desligava e seguiu em busca do empate. Aos 29’ Dudu lançou Moresche, que, ao tentar tirar de Bruno, tirou do gol e a bola tirou tinta da trave. O Vasco ainda tentou ficar mais ofensivo, com a entrada de Pedro e Crisman, mas o Verdão se fechou bem e garantiu a vitória.

PRÓXIMAS PARTIDAS: As duas equipes voltam a campo na próxima quarta (15) no Rio de Janeiro. As 15h o Coritiba encara o Flamengo na Gávea. Já as 17h o Vasco faz o clássico contra o Fluminense, em São Januário. 
Foto: Cleiton da Cruz/Agência DRAP
CORITIBA: O Verdão apostou novamente com a tática 3-4-3, que Mozart usou na terça no time de Aspirante. Na primeira etapa ficou evidente que algo estava errado, principalmente na linha defensiva, com muito espaço. No intervalo, quatro alterações, a entrada de três atletas que jogaram na terça ajeitou o Alviverde. Principalmente com Vinicius Araújo na defesa e Matheus Bueno no meio. A virada foi um prêmio a força de vontade da equipe do Coritiba.


Foto: Cleiton da Cruz/Agência DRAP
FIQUE DE OLHO – Anderson: Não é de hoje que o meia alviverde merece destaque. O jogador que veio do Atlético Mineiro marcou um gol decisivo contra o Cruzeiro no Couto e vem tendo chances no time de Aspirantes. Contra o Vasco foi o responsável pelo gol que diminuiu o marcador e deu a assistência para o gol de empate. Além de auxiliar nos lances capitais, o meia é uma grande peça para Mozart na sua meia cancha.
Foto: Cleiton da Cruz/Agência DRAP
VASCO: O time da Cruz de Malta mostrou muita eficiência ofensiva. A linha de três formada por Lucas Santos, Marrony e Hugo Borges perturbou muito a defesa alviverde na primeira etapa. No segundo tempo, com as alterações de Mozart, os cariocas mostraram dificuldade defensiva, principalmente no contra ataque e em bolas nas laterais, onde saíram o segundo e terceiro gols do adversário.


Foto: Cleiton da Cruz/Agência DRAP
FIQUE DE OLHO – Lucas Soares: O grande destaque vascaíno foi a linha ofensiva, e nela quem se sobressaiu foi Lucas Soares. Mesmo sem marcar gol, o ponta direito participou dos dois gols do Gigante da Colina, mostrando qualidade também nos lances de velocidade.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: 1- Bruno Bertinato; 3- Matheus Moura, 5- Yan Santos e 4- Luan (16- Vinicius Araújo); 2- Yan Couto (20- Allexson), 7- Matheus Oliveira (18- Matheus Bueno); 8- Anderson (15- Matheus Marcelo) e 6- Guilherme Biro (17- Willian Nascimento); 10- Iago Bento (19- Talysson Lalau), 9- Igor Jesus e 11- Igor Paixão. Técnico: Mozart.

VASCO: 1- João Pedro; 2- Tenório (17- Pedro), 3- Norões (16- Crisman), 4- Miranda e 6- Luan; 5- Caio Lopes (14- Bruno Ritter), 8- Rodrigo e 10- Dudu (19- Pederzoli); 7- Lucas Santos, 11- Marrony e 9- Hugo Borges (19- Moresche). Técnico: Marcos Valadres.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 3 X 2 VASCO DA GAMA XXXXXXXXXXXX

GOLS: Anderson (4’ do 2ºT), Igor Paixão (16’ do 2T) e Tallyson Lalau (26’ do 2ºT) (Coritiba); Hugo Borges (19’ do 1°T) e Dudu (40’ do 2ºT) (Vasco)
CARTÕES AMARELOS: Igor Jesus, Willian Nascimento e Tallyson Lalau (Coritiba); Marrony (Vasco)
ARBITRAGEM: Lucas Paulo Torezin.
ASSISTENTES: Daniel Cotrim de Carvalho e Felipe Gustavo Schmidt
PÚBLICO TOTAL: 152 pessoas
RENDA: R$ 1240,00
LOCAL: Estádio Major Antônio Couto Pereira, Curitiba.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



drap
Tecnologia do Blogger.