PROPAGANDA

[SUB 19] Com gol no fim e confusão, FC Cascavel arranca empate com Batel e mantém invencibilidade


Na tarde deste sábado (14), os líderes do grupo A Batel e FC Cascavel se enfrentaram em Guarapuava, no Estádio Waldomiro Gelinski. Após um primeiro tempo equilibrado, com uma leve superioridade dos visitantes, o Batel abriu o placar com Lucas, aos 20 minutos da etapa final. Mas sofreu o castigo já nos acréscimos, tomando o empate aos 46 minutos, após falha do goleiro Zidane no gol de Carlos, que manteve a invencibilidade do escrete do FC Cascavel na competição, com nove vitórias e dois empates, somando 29 pontos.


#SUB19
Por Leon Nascimento Gomes

PRÉ-JOGO: Os dois líderes do grupo A ficaram frente a frente nesta quarta rodada do segundo turno. O Batel, vice-líder com 18 pontos, recebeu o líder isolado e ainda invicto Cascavel, que possui 10 pontos a mais (28), no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. Uma vitória dos donos da casa praticamente encaminha a classificação, já que as outras duas equipes do G4, Toledo (3º) e Prudentópolis (4º) também fazem confronto direto nessa rodada.

O EMBATE – A partida começou muito truncada, com muitas faltas no setor do meio de campo, principalmente por parte da equipe do FC Cascavel. Logo aos 4 minutos, Lucas tomou o primeiro cartão do jogo. O Batel aos poucos buscou pressionar o líder e a válvula de escape dos donos da casa foi pelo lado direito, com as rápidas arrancadas de Eduardo e Raez. Aos 11 minutos, o atacante Lucas teve a primeira boa chance da partida, mas cabeceou fraco e facilitou a vida do goleiro Jonas, do FC Cascavel. Aos 20, após cobrança de falta, o zagueiro Alex por pouco não abriu o placar para o time visitante. O líder do grupo A começou a gostar da partida e ainda teve as duas melhores chances da primeira etapa. Aos 32, João Paulo pegou rebote do escanteio e chutou forte da entrada da área, obrigando Zidane a fazer uma boa defesa. Aos 34’, o capitão do FC Cascavel, Renan, recebeu bom passe em contra-ataque e Zidane brilhou novamente após defender o chute e ainda contou com a ajuda da trave para manter o placar zerado no primeiro tempo no Estádio Waldomiro Gelinski.


O início do segundo tempo foi igual ao do primeiro. O técnico do Batel, Dudu Sales, colocou Juliano no lugar do camisa 10, Rhuan, e Pires na vaga de Erick. Devido a isso, o Batel teve mais presença no campo de ataque do que o Cascavel, mas nada que incomodasse muito os visitantes. Eduardo trocou de posição e foi para o lado esquerdo após as substituições de Dudu Sales. Aos 20 minutos, Lucas recebeu lançamento e girou para cima da marcação do Cascavel, batendo forte de perna esquerda no canto do goleiro Jonas, abrindo o placar para os donos da casa. Aos 30, Lucas teve outra grande chance para ampliar a vantagem após receber cruzamento da direita, mas cabeceou para fora. O FC Cascavel sentiu o gol tomado e viu a sua invencibilidade ir embora em Guarapuava. O Batel, no embalo de sua torcida, passou a tomar conta das ações da partida e não deu chances aos visitantes. Patrick tentou levar perigo à meta de Zidane após jogada individual, mas chutou para fora.

Nos minutos finais, o Batel foi castigado já no apagar das luzes, aos 46 minutos. O goleiro Zidane errou o balão, o FC Cascavel aproveitou e a bola chegou até Carlos, que tocou na saída do goleiro para empatar a partida e manter a invencibilidade do líder da chave A. Após o gol, teve início uma confusão entre os jogadores das duas equipes. Como consequência, Eduardo foi expulso pelo lado do Batel e o goleiro reserva Orlando também levou cartão vermelho, já com o jogo encerrado.

PRÓXIMAS PARTIDAS: O Batel receberá no próximo sábado (21) o Iraty no Estádio Waldomiro Gelinski. Já o FC Cascavel recebe a visita do seu xará de nome e cidade no Estádio Associação Atlética Coopavel, também no sábado. Ambos os jogos começam às 15h30min.

BATEL: Apesar do início de jogo truncado e com muitas faltas, começou melhor que o escrete do FC Cascavel. A partir da metade da primeira etapa, viu o a Serpente ameaçar mais a meta de Zidane do que o contrário, terminando o primeiro tempo com uma leve superioridade do time visitante. No segundo tempo, encontrou as mesmas dificuldades da primeira parte do jogo, mas foi coroado com um bonito gol do centroavante Lucas aos 20 minutos. Foi castigado no final da partida com um gol aos 46 minutos da etapa final após falha do goleiro Zidane. Perdeu seu melhor jogador, Eduardo, expulso após confusão no final da partida para o próximo jogo contra o Iraty.


FIQUE DE OLHO – LUCAS: Não só pelo gol, mas foi, ao lado de Eduardo, o jogador mais perigoso do Batel na partida, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. Fez muito bem o papel de pivô e constantemente acertou tabelas com o camisa 7 do escrete de Guarapuava. Marcou bonito gol no segundo tempo após girar para cima da marcação do FC Cascavel e chutou forte de perna esquerda, no canto do goleiro.

FC CASCAVEL: Começou o jogo cometendo muitas faltas, fazendo com que o jogo ficasse muito parado. Não sofreu sustos, mas também não ameaçou muito a meta do Batel até os 20 minutos, quando Alex quase abriu o placar. Teve ainda duas chances claras na primeira etapa para abrir o placar com João Paulo, o melhor do time em campo e Renan, mas parou em Zidane e na trave. No segundo tempo, o rendimento do time caiu e as chances que apareceram na primeira etapa já não apareceram mais. Sofreu o gol aos 20 minutos e continuou errando muitos passes na sequência. No entanto, foi premiado no final com um gol já nos acréscimos após falha do goleiro Zidane, gol que manteve a invencibilidade da equipe na competição.


FIQUE DE OLHO – JOÃO PAULO: O camisa 10 do Cascavel puxava a maioria dos contra-ataques do time e na maioria das vezes ganhava na corrida dos defensores do Batel, sofrendo muitas faltas dos marcadores. No segundo tempo foi mais apagado, assim como o restante do time, apesar do gol de empate nos acréscimos.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BATEL: 1- Zidane; 2-Raez, 4-Jeferson, 3-Cenci, 6-Vitor; 15-Moisés, 8-Erick (18-Pires), 10-Rhuan (13-Juliano); 7-Eduardo, 11-Magnum (14-Thiago), 9-Lucas; Técnico: Dudu Sales

FC CASCAVEL: 1-Jonas; 2-Elecsandro, 3-Ramon, 4-Alex, 6-Carlos; 5-Patrick, 7-Renan, 8-Felipe (14-Bruno), 10-João Paulo; 9-Caio (13-Devanir), 11-Lucas; Técnico: Romildo Rosa

FICHA TÉCNICA – BATEL X FC CASCAVEL XXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Lucas (20’ do 2ºT) [Batel] e Carlos (46’ do 2ºT) [Cascavel]
CARTÕES AMARELOS: Lucas (Cascavel)
CARTÕES VERMELHOS: Eduardo (Batel) e Orlando (Cascavel)
ARBITRAGEM: André Felipe Olivério
ASSISTENTES: Zacarias Chumlhak (1) e Gabriel Witonski Jaskulski (2)
LOCAL: Estádio Waldomiro Gelinski, Guarapuava.
drap
Tecnologia do Blogger.