PROPAGANDA

Filipe, o destaque do confronto entre Iguaçu e Atalanta


No último domingo (8), as equipes de Iguaçu e Atalanta jogaram a segunda partida da final da Taça Paraná de 2018 no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, em Curitiba. Como os confrontos anteriores, o equilíbrio entre as duas equipes persistiu e o placar empatado novamente. Devido a isso, a disputa de pênaltis foi o que decidiu a partida e quem seria o campeão. Não deu outra, brilhou a estrela do camisa 1 do alvinegro ao defender duas cobranças. Confira a 35ª figurinha do álbum DRAP de 2018

#FIGURINHA DO JOGO
Por @rafaelbuiar

Na última partida entre Iguaçu e Atalanta o confronto foi bem disputado e com as duas equipes querendo jogo. Devido a isso, o embate ficou preso no setor de meio de campo, o que proporcionou um excesso de arremates de longa distância. De um lado, o camisa 8 do alvinegro, Léo Gago, foi quem mais executou esta façanha. Enquanto do outro lado, Romarinho foi o mais ativo até o momento que estava dentro das quatro linhas. Mas o camisa 11 do Atalanta não apareceu tanto quanto o arqueiro Samuel, goleiro do escrete da cidade de São José dos Pinhais.

Samuel foi o destaque da primeira partida da decisão da Taça Paraná de 2018 e fez o seu nome nos primeiros 90’ ao fazer inúmeras defesas. Destaque para o arremate de longa distância na cobrança de falta de Léo Gago na reta final do certame, que o camisa 1 jogou para escanteio. Na sequência, em cobrança de falta de Hideo, Emerson deu uma casquinha e no reflexo Samuel defendeu parcialmente. No rebote, Neto de voleio chutou. Mas Samuel garantiu o empate ao defender mais uma.

Depois de mais um empate, a decisão seguiu às penalidades. Momento em que o arqueiro do Iguaçu, Filipe, entrou em cena. Logo na primeira cobrança o camisa 1 do alvinegro que defendeu a o tiro de Peeter. Na quarta cobrança, Filipe conseguiu mais uma defesa. Ricardo cobrou e mais uma vez o goleiro Filipe defendeu. Defesas que ajudaram a equipe do Iguaçu vencer na disputa de pênaltis, já que nas cobranças seguiram com 100 % de aproveitamento.

Devido a isso, com destaque nas cobranças de pênaltis entre Iguaçu e Atalanta, o arqueiro Filipe foi decisivo e ajudou o escrete do Iguaçu a conquistar mais um título da Taça Paraná para a equipe do Iguaçu. Sendo assim, Filipe foi a figurinha do jogo e a trigésima quinta do álbum DRAP de 2018. O bom desempenho nesta partida e das anteriores, junto com o sistema defensivo alvinegro, fez com que Filpe fosse o goleiro menos vazado da competição.

drap

Tecnologia do Blogger.