PROPAGANDA

De treinador novo, Londrina empata em casa com Sampaio Corrêa

Gustavo Oliveira/LEC)
Neste domingo (1º), o Londrina empatou com o Sampaio Corrêa pelo placar de 1 a 1, no Estádio do Café, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Ambas equipes chegaram aos gols em jogadas de bola parada, Carlão fez pelo Sampaio e Safira descontou para o escrete alviceleste. Na estreia do técnico Sergio Soares, o Tubarão não conseguiu vencer em casa e fica com três pontos de distância do Z-4.


#SÉRIEB
Por @danielmunizs

PRÉ-JOGO:  Na última rodada, o Tubarão venceu o São Bento, fora de casa, pelo placar mínimo, e teve uma semana de preparação para este jogo de domingo. Porém, na quinta (28), Marquinhos Santos, treinador do Londrina, pediu demissão e aceitou a proposta do time que havia derrotado no final de semana passado. Para o lugar dele, Sergio Soares foi contratado e fará sua estreia diante o Sampaio Corrêa. A Bolívia Querida foi derrotada pelo Atlético Goianiense na última rodada, mas chega com a moral alta após, no meio da semana, se classificar à final da Copa do Nordeste. Londrina, 15º colocado, e Sampaio Corrêa, 16º, buscam a vitória para se distanciar do Z-4.
                                                                                          
PRIMEIRO TEMPO: Em sua estreia como treinador do Londrina, Sergio Soares resolveu manter a formação que Marquinhos Santos, seu antecessor, utilizou nas últimas partidas. O Tubarão, que jogava em um 4-2-3-1 com Thiago Ribeiro de referência no ataque, mantinha a posse de bola e tentava criar jogadas com lançamentos para as laterais do campo. O Sampaio Corrêa começou pressionando e marcando a dupla de volantes do adversário, frustrando a saída de bola alviceleste. Quando roubava a bola, a Bolívia Querida logo acionava a velocidade de seus pontas, especialmente no lado direito, onde João Paulo aproveitava os espaços deixados por Roberto, lateral esquerdo do rival.

Na metade do primeiro tempo, o Londrina começou a transformar o volume de jogo em chances de gols. Dudu, livre para flutuar, se movimentava e puxava a marcação dos defensores e volantes do Sampaio. Aos 27 minutos, Felipe Marques lançou para Thiago Ribeiro. O camisa 10 adentrou a área e tentou encobrir o goleiro Andrey, mas a bola foi por cima do gol. Três minutos depois, na entrada da área, Dudu recebeu um passe, cortou para esquerda e arriscou. A bola viajou à meia altura e parou nas mãos do arqueiro rival. No minuto 32, Thiago Ribeiro, dentro da área, aproveitou a sobra, limpou o marcador e finalizou. A bola explodiu na trave e a defesa do Sampaio afastou o perigo. O Tubarão encontrava espaços nas pontas e trazia perigo ao adversário, mas pecava no passe final e foi incapaz de terminar a primeira etapa com uma vantagem no marcador.

SEGUNDO TEMPO: Para a segunda etapa, as duas equipes voltaram com a mesma postura e sem alterações nos escretes. Aos 4 minutos, saiu o primeiro gol da noite. Marcelo, lateral do time maranhense, cobrou falta com força e a bola explodiu na barreira. Carlão aproveitou a sobra e bateu no canto direito, rente à trave, para abrir o placar. Após o gol, o Londrina passou a mostrar um nervosismo e começou a errar muitos passes no meio de campo. A Bolívia Querida se defendia com duas linhas de quatro muito próximas e com uma marcação forte nos atacantes rivais.

Aos 17 minutos, Dudu cobrou falta na segunda trave e Safira cabeceou para o chão. A bola quicou, mas Andrey conseguiu jogar para escanteio. Na cobrança do escanteio veio o gol de empate. Dudu cruzou, Safira subiu junto com o goleiro e testou para o fundo das redes, aos 18 minutos. O empate trouxe um equilíbrio à partida e fez com que as duas equipes se abrissem, buscando um ataque efetivo. No minuto 21, Fumaça, pela direita, tentou a finalização e Vagner espalmou para a lateral. Aos 27 minutos, Lucas Ramon, lateral alviceleste, recebeu um passe pelo lado direito, dividiu com a defesa adversária e chutou de canhota nas mãos de Andrey.

Enquanto o Sampaio tentava encaixar um contragolpe fatal com passes rápidos, o Tubarão buscava os lançamentos longos que eram interceptados pelos zagueiros do adversário. No minuto 35, Thiago Ribeiro fez boa jogada pela esquerda e tocou para Felipe Marques. O camisa 7 fez o corta-luz e Dudu aproveitou para chutar com a perna direita, mas o arqueiro Andrey conseguiu defender em dois tempos. Três minutos depois, a Bolívia Querida chegou com muito perigo. Fernando Sobral cobrou escanteio e Alyson, na primeira trave, desviou de cabeça. Vagner, no reflexo, fez boa defesa e afastou para a lateral.

A segunda etapa chegou aos 40 minutos e as duas equipes tentavam fazer mais um gol antes do apito final. Nos minutos finais, os pontas do Sampaio davam trabalho a Roberto e Jardel, laterais do Tubarão. Com muitas faltas assinaladas pelo juiz, a partida foi diminuindo de ritmo gradualmente e nenhuma das duas equipes conseguiu desempatar o placar. O resultado levou o Londrina à 13ª posição, com 16 pontos, e o Sampaio à 15ª, com um ponto a menos que o rival deste domingo.

PRÓXIMA PARTIDA: Na quinta (05), o Londrina vai até Goiânia para enfrentar o Vila Nova, às 20h30. O Sampaio Corrêa volta ao Maranhão e recebe o Juventude no próximo domingo (8), às 18 horas.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

LONDRINA: 1. Vagner; 2. Lucas Ramon (15. Jardel), 3. Leandro Almeida, 4. Lucas Costa, 6. Roberto; 5. João Paulo, 8. Moisés (18. Germano), 11. Dudu; 9. Safira (20. Patrick Vieira), 7. Felipe Marques, 10. Thiago Ribeiro. TEC: Sergio Soares.

SAMPAIO CORRÊA: 42. Andrey; 2. Marcelo, 3. Joécio, 4. Maracás, 6. Alysson; 5. César Sampaio, 8. Fernando Sobral, 7. Diego Silva (17. Silva); 10. João Paulo (21. Fumaça), 11. Wellington Rato (20. Dalberto), 9. Carlão. TEC: Roberto Fonseca.

FICHA TÉCNICA – LONDRINA 1 X 1 Sampaio Corrêa XXXXXXXX

GOLS: Carlão (Sampaio Corrêa), aos 4 minutos do 2º tempo e Safira, aos 18 minutos do 2º tempo.
CA: Dudu, João Paulo, Leandro Almeida e Patrick Vieira (Londrina) | Carlão e Diego Silva (Sampaio Corrêa)
ÁRBITRO: Andrey da Silva e Silva
ASSISTENTES: Jose Ricardo Guimaraes Coimbra e Luis Diego Nascimento Lopes
LOCAL: Estádio do Café, em Londrina

PÚBLICO TOTAL: 1267 pessoas. RENDA: R$24.069,00

drap
Tecnologia do Blogger.