PROPAGANDA

Jeferson Silveira, o destaque do jogo entre Bangú e Palmeirinha



Atual campeão da Copinha, o Bangú vai demonstrando em campo mais uma vez o porquê é favorito para o bicampeonato da competição e também para a segunda divisão da Suburbana no segundo semestre. No último sábado, 9, no grande duelo contra o Palmeirinha, o conjunto armado por Jeferson Silveira se sobressaiu e superou as individualidades, sempre destacadas em jogos decisivos.

#Figurinha
Por Yuri Casari

A vitória do Bangú sobre o Grêmio Palmeirinha recolocou a equipe do Santo Inácio na dianteira da tabela da Copa de Futebol Amador de Curitiba. Com um elenco de alto nível, comparável aos times da elite da Suburbana, o destaque desse confronto ficou por conta de quem não entra em campo. O treinador Jeferson Silveira, há bastante tempo no cargo, conhece bem seus comandados e também seus adversários.

Mesmo com os desfalques de Merci, Valdir e Luizinho, Jeferson montou um esquema bastante ofensivo, com apenas um volante de ofício, e soube encaixotar bem os atacantes Thiago e Dolinha. O primeiro, sempre efetivo pelo alto, não ganhava de Bruno, e o segundo teve muito trabalho com o experiente Paulo Sérgio. Sem um meia de criação, o Palmeirinha tinha um espaço vazio entre o meio e o ataque, muito bem ocupado por Hantson e Joãozinho, que buscavam o jogo desde a defesa.

Durante o primeiro tempo, e com o gol marcado precocemente, o Bangú teve maior domínio do jogo. No segundo tempo, com o cansaço, o Palmeirinha conseguiu se lançar ao ataque. Nas substituições, mesmo com um banco reduzido, o treinador da equipe conseguiu encontrar as alternativas certas. Jeferson colocou sangue novo na lateral direita para impedir as subidas de Du, colocou Piotto no lugar do exausto Joãozinho e optou pela experiência de Adriano no lugar de Neguinho. Apesar da tentativa de pressão do Palmeirinha, o Bangú de Jeferson foi premiado com um gol já no fim do jogo e agora só depende de si para ficar com o título.



Tecnologia do Blogger.